Destinos - América do Norte
Estados Unidos
Flórida
Key West

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Ir para página 1, 2, 3, 4  »

 Página 1 de 4 [ 34 mensagens ] 
 
 Título: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram!
Mensagem não lidaEnviado: Ter Nov 23, 2010 3:34 pm 
Mensagens: 4057
Na animada ilha norte-americana, é possível se deslumbrar com praias e paisagens, comer arroz e feijão em plena terra do Tio Sam e deparar-se com referências cubanas que fazem Barack Obama ficar mais próximo dos irmãos Castro.


Mar esverdeado, hotéis à beira-mar, músicas em ritmo caribenho ecoando em diversos bares, restaurantes cubanos em cada esquina. Tais características poderiam perfeitamente encaixar-se na descrição de uma ilha caribenha. Mas há um lugar, ao sul dos Estados Unidos, que reúne todos estes aspectos, aliados a uma boa infra-estrutura e às comodidades típicas do primeiro mundo. Este pequeno pedaço do paraíso fica localizado numa espécie de zona imaginária de convergência entre Estados Unidos e Caribe. Trata-se de Key West, a última ilha do arquipélago das Florida Keys, cidade conhecida como "The Southernmost Point of Continental U.S.A" (o ponto mais ao Sul dos Estados Unidos continental).

Imagem
A linda paisagem no caminho para Key West

O começo do tour - O passeio por essa peculiar ilha começa pela estrada que atravessa as Florida Keys, arquipélago formado por diversas ilhas, localizado no Extremo Sul da Flórida. A rodovia, chamada Overseas Higway, é uma atração à parte. São diversas pontes que passam por cima do mar verde-esmeralda, "cor de Caribe". O ponto de partida deste cênico passeio é a cidade de Miami, local de chegada de diversos vôos vindos do Brasil. Após alugar um carro, deve-se seguir rumo à direção Sul da Flórida. A primeira paisagem que se avistará é uma grande área formada por pântanos, os famosos Everglades. Um pouco depois, começa o espetáculo visual da Overseas Highway.
A primeira parada pode ser feita em Key Largo, a ilha mais ao Norte do arquipélago. Lá, dá para tirar belas fotos e fazer passeios de mergulho. Seguindo caminho, passa-se em Islamorada, Marathon e Big Pine Key. Chama a atenção no caminho a Seven Mile Bridge, antiga ponte de madeira com 7 milhas de extensão, atualmente desativada.

Imagem
A magnífica Overseas Highway

Entrando no ritmo caribenho - Após percorrer as diversas ilhas e admirar-se com as paisagens de uma das mais belas estradas do mundo, chega-se a Key West, a maior ilha das Florida Keys, localizada na milha 0 da estrada U.S 1, que corta os Estados Unidos de Norte a Sul. A chegada parece uma viagem para outro mundo, um lugar mágico, que concilia um jeito praiano com a praticidade e o conforto do "american way of life". É essa mistura de características tão distintas que permite ao turista sentir-se ora nos Estados Unidos, ora no meio de Cuba. Uma oportunidade única, principalmente se levarmos em consideração as diferenças abissais que separam as duas nações.
A inevitável demora no passeio pela Overseas Highway (mesmo que alguém ignore a linda paisagem e resolva acelerar o carro, poderá levar uma multa devido aos diversos radares existentes na estrada) fará com que a chegada em Key West se dê na hora do almoço, considerando que se saia de Miami na parte da manhã. O que, na prática, não atrapalha em nada o dia, já que o local vai ficando mais animado com o passar das horas. Assim, a primeira coisa a ser feita é uma volta de reconhecimento pela ilha.

De uma ponta a outra - O ponto de referência em Key West é a Duval Street, uma via que corta a cidade do Extremo Sul até a Mallory Square, na outra ponta da ilha. É nessa rua que está localizada grande parte dos bares, restaurantes e lojinhas. Começando-se o passeio na direção Sul-Norte, a primeira parada será no farol que marca o ponto mais ao Sul dos Estados Unidos. Uma foto no monumento (reproduzido em tudo quanto é souvenir vendido pela cidade) é indispensável.
Flanando pela [b]Duval Street[/b], chega-se à Mallory Square. Nessa animada praça, ao Norte da ilha, as pessoas se reúnem para assistir ao maravilhoso pôr-do-Sol. Bares com mesinhas coloridas e músicas latinas animam ainda mais o cenário. Mesmo em dias mais nublados, o agito é garantido com a presença de diversos artistas de rua realizando suas performances. Há shows para todos os gostos: desde animais como gatos e cachorros realizando seus números até cantores, passando por engolidores de fogo e ilusionistas. Todos, é claro, esperando uns trocados dos turistas após suas apresentações.

Imagem
Vista do píer, perto da Mallory Square

Imagem
Engolidor de fogo entretém os turistas na Mallory Square

Cuba Libre - Após o espetáculo do crepúsculo, nada melhor do que um jantar típico para fechar o dia (ou a noite) com chave de ouro. Devido à proximidade com Cuba (a ilha está localizada a apenas 90 milhas do país dos irmãos Castro, estando mais perto de Havana do que de Miami), a influência cubana é fortemente sentida em Key West. Há bons restaurantes cubanos espalhados pela ilha. Vale a pena ir a um deles e provar a comida típica. A recomendação é o El Meson de Pepe, típico restaurante “BBB”: bom, bonito e barato. Lá, é possível ver como Obama e Fidel ficam mais próximos na ilha norte-americana: há bandeiras dos Estados Unidos e de Cuba postas lado a lado, além de diversas referências a ambos os países espalhadas pelo local. Não deixem de provar os ótimos pães amanteigados de entrada e a forte sopa de feijão. O frango grelhado com azeite, cebola, arroz, feijão e batata também merece menção honrosa.
Mas se você não é daqueles que gostam de jantar e ir direto pra cama, Key West tem opções de sobra. À noite, a Duval Street fica muito animada, com diversos bares, músicas ecoando pela rua, além de pessoas das mais diversas tribos passeando com seus carros exóticos. Basta entrar em um bar, pedir uma bebida e entrar no clima festeiro da ilha, que é considerada por muitos como o segundo maior point gay dos Estados Unidos, atrás apenas de San Francisco. Se a intenção é aliar a diversão ao turismo, a dica infalível é ir ao Sloppy Joe’s, um bar-restaurante bastante antigo, que era freqüentado pelo escritor Ernest Hemingway, famoso habitué da ilha. Localizado no burburinho da Duval Street, tem música ao vivo durante toda a noite, sendo um dos locais mais badalados da cidade. Basta acomodar-se em uma das mesas, ou no balcão do bar, e pedir um caprichado drink. Ou ainda, se a fome aparecer, experimentar as exóticas conchas fritas (você não leu errado), ou ainda provar os tacos e as apimentadas asinhas de frango.

Imagem
Acima, trecho da Duval Street

Um passeio e tanto - A variedade de atrações de dia e de noite faz com que Key West mereça uma estadia de pelo menos dois dias, para aproveitar tudo de bom que a ilha tem a oferecer e ainda pegar uma praia. Ao contrário das praias do Brasil ou até mesmo do Caribe, em Key West não há uma faixa contínua de areia. Talvez por isso, uma das principais atrações que podem ser feitas é um passeio de barco e mergulho, com direito a snorkel. E também por essa razão é altamente recomendável pegar um hotel que esteja mais próximo do Centrinho do que de Smather's Beach, considerada a melhor praia para banho de Sol da ilha, porém muito afastada do burburinho.
Como Key West vai ganhando vida conforme o dia avança, é uma boa ideia pegar uma piscina no hotel, passear de barco ou mergulhar de manhã, e sair um pouco antes da hora do almoço. A melhor forma de dar a volta completa pela ilha é comprando o tícket do Old Town Trolley Tour ($26,10 adultos e $12,60 crianças de 4 a 12 anos), um bondinho que circunda toda a cidade, parando nos pontos de interesse. Um guia vai explicando a história de cada lugar. Pode-se descer em qualquer parada e pegar o bonde novamente mais tarde, já que o tícket dá direito a conduções ilimitadas durante o mesmo dia.
Desça no ponto próximo ao Kermit's Key Lime Pie Shoppe, aonde você poderá experimentar uma iguaria típica do Sul da Flórida: a Key Lime Pie, uma deliciosa torta cremosa de limão. Ao lado do café, há uma lojinha com diversos produtos feitos à base da fruta. Saindo de lá, dá para passear e tirar belas fotografias no píer, com diversos barcos ancorados e gaivotas dando o ar da graça. Seguindo caminho, vale a pena ver o bonito jardim em frente ao museu de arte e história, cheio de esculturas, dentre as quais se destaca a obra que reproduz um elegante casal dançando. No quesito exotismo, o destaque vai para o sponge market, um mercado localizado nessa mesma área e que só vende... esponjas.


Moradias - Um dos principais pontos da cidade, que pode ser acessado a pé ou com o trolley, é a casa na qual o escritor Ernest Hemingway viveu em Key West. Frequentador assíduo da ilha, sua residência está preservada e permanece aberta para visitação (U$12 o ingresso para adultos e U$6 para crianças). Os descendentes dos gatos do escritor vivem na casa. São mais de 60 felinos ao todo!
Outra personalidade que já deu o ar da graça em Key West é o ex-presidente dos EUA Harry Truman, que usou a estação naval da cidade durante 175 dias, transformando-a em sua casa de inverno. Foi lá que ele discutiu o Plano Marshall de ajuda à Europa devastada pela Segunda Guerra Mundial. A casa permanece aberta para visitação (U$15 o ingresso para adultos, e U$5 para crianças de 5 a 12 anos).
Quem estiver interessado em um programa diferente, pode conhecer um outro tipo de moradia: a dos mortos. O cemitério de Key West, próximo à Duval Street, reflete bem a mistura de influências que marca o local: os túmulos dos cubanos que moravam na ilha possuem a réplica de uma galinha em cima da lápide. Pode parecer tétrico, mas não deixa de ser um programa no mínimo pitoresco.
Com tanta coisa pra ver e fazer, dificilmente sobrará tempo. Caso isso aconteça, pode-se aproveitar o bilhete do Trolley e dar uma volta completa de bondinho pela ilha. Ou ainda, alugar uma bicicleta ou uma scooter, dois meios de transporte muito comuns em Key West, que combinam perfeitamente com o clima descontraído da ilha, uma junção interessantíssima entre praia, bares, vida noturna, excentricidade e boa estrutura de hotéis e restaurantes. Resumindo: um paraíso encravado entre Miami e Havana.

Key West – Guia de informações

– Se você gosta de comer bem, curte belas estradas, música latina, animação, clima caribenho e quer fugir do circuito Disney-compras-Miami.
Não vá – Se sua intenção principal é fazer compras (não há nem sombra de outlets nas Flórida Keys), se você faz questão de uma boa praia em frente ao hotel e se não suporta a idéia de estar em um lugar onde andar pela rua é mais interessante do que se esticar na areia.

Clima – Por estar no ponto mais ao Sul da parte continental dos Estados Unidos, Key West não costuma sofrer com o frio que castiga o Hemisfério Norte no inverno. Por causa disso, de novembro a março é alta estação na cidade e os preços tendem a subir. De abril a outubro faz bastante calor, mas as chances de pegar um furacão ou uma tempestade tropical não são pequenas.

Tempo necessário – Muita gente faz passeios de bate-volta de Miami para Key West, indo e voltando no mesmo dia. Embora dê pra conhecer a ilha em apenas um dia, é preciso mais tempo para aprofundar a visita, mergulhando em cada experiência gastronômica e no ritmo caribenho que ecoa em cada esquina. Além disso, também há passeios de mergulho e esportes náuticos para quem quer estender a visita. O ideal, portanto, é uma estadia de pelo menos 2 dias.

Preços – Key West não é tão cara quanto Miami nem tão barata quanto Orlando. Mas dá para comer bem e se hospedar com conforto sem torrar o patrimônio.

Onde ficar – Há alguns resorts na orla da Smather’s Beach, considerada a melhor praia para banho de Sol da ilha. Mas prefira ficar hospedado na região da Duval Street, onde se localiza o burburinho e onde estão os melhores restaurantes. Algumas dicas de hotéis:

Southernomost on the Beach – Hotel localizado no extremo Sul da ilha, na ponta da Duval Street. Possui piscina, praia particular e serviços de lazer. Quartos bons, com terraço privativo.

Parrot Key Hotel & Resort – Resort com 4 piscinas e ampla área de lazer, com atividades náuticas. Conta com opções de “quartos para grupos”, que comportam mais de 3 pessoas, e são uma espécie de apartamento. Este caro hotel fica em frente a um shopping Center, mais afastado do Centro da cidade.

Southernmost Hotel – Do mesmo grupo que administra o Southernmost on the Beach, também fica no extremo Sul da ilha. De ambientação e estrutura mais simples, com preços mais em conta.

Casa Marina ResortThe Waldorf Astoria Collection – Hotel mais luxuoso e tradicional de Key West, com ampla área de lazer, fica em uma boa localização, bem próximo ao Centro.

Doubletree Grand Key Resort – Boa opção de hotel econômico. Fica próximo ao aeroporto e à Rodovia A1A, mas está bem longe do Centro. Para compensar a localização, oferece shuttle gratuito para a Smarther’s Beach e para a Duval Street. Conta com ampla área de lazer.

Onde comer – Key West conta com uma ampla oferta de bares, restaurantes cubanos e de frutos do mar, todos com ambiente bem descontraído. Algumas sugestões:

El Meson de Pepe – Boa opção de restaurante cubano em Key West, ótimo para provar as iguarias da culinária do país de Fidel Castro e conhecer um pouco mais da cultura desta nação que está a apenas 90 milhas da ilha. Não deixe de provar a sopa de feijão e os pães amanteigados de entrada. Fica ao lado da Mallory Square.

Sloppy Joe’s - Uma instituição sagrada de Key West! Em plena Duval Street, trata-se do bar freqüentado pelo escritor Ernest Hemingway. Uma animada banda costuma deixar as noites do bar ainda mais divertidas. Além dos bons drinks para tomar, uma boa (e exótica) pedida é a porção de conchas fritas.

Kermit’s Key Lime Shoppe – Esta simpática mistura de loja e café vende a famosa torta de limão de Key West, além de outros produtos feitos à base da fruta. Fica em frente ao píer.

The Flaming Bouy Filet Co. – Restaurante com ares de bistrô, que serve um cardápio variado, com peixes, frutos do mar, massas e carnes a preços razoáveis. Fica localizado no Centro de Key West.

Imagem
Cozinheiro do Kermit's fazendo graça com a torta de limão

Os sentidos de Key West:

Paladar – A saborosa torta de limão do Kermit’s.

Visão – O pôr-do-Sol visto da Mallory Square.

Audição - Uma vez em Key West, nada melhor, para homenagear a mistura de influências da ilha, do que ouvir Gloria Estefan, cantora cubana radicada na Flórida. Esta versão de Everlasting Love combina perfeitamente com o local:



Gostou da reportagem? Ficou com alguma dúvida? Está planejando sua viagem para a Flórida e gostaria de mais informações sobre Key West? Poste aqui seu comentário que eu terei o maior prazer em ajudar!

Imagem
ImagemImagemImagemImagem

_________________
http://fdv.im/fabiocalderon


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Ter Nov 23, 2010 6:07 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 27290
Key West é um lugar que quero muito visitar. Acho que passarei uns 3 dias lá em março, ainda estou decidindo. Acho que está bom, né?
Eu não sabia que a torta de limão vinha de lá... soube recentemente em um post do Celso. E nunca comi nos Estados Unidos.

Está excelente seu relato!

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Ter Nov 23, 2010 7:59 pm 
Mensagens: 4057
Sim, 3 dias são suficientes para conhecer bem a ilha. Apenas sugiro mais tempo caso vc queira fazer passeios de mergulho ou de barco pela região, indo até as outras ilhas das Flórida Keys ou até Bahia Honda. Quanto à torta de limão, ela veio de Key West, embora já tenha sido difundida pela Flórida. Não deixe de provar a do Kermit's, é realmente muito boa!

_________________
http://fdv.im/fabiocalderon


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Ter Nov 23, 2010 11:17 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 27290
E qual hotel você indica lá?

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Qua Nov 24, 2010 7:26 pm 
Mensagens: 4057
Indico primeiramente o Southernmost on the Beach, com ótima localização (ao lado do monumento que marca o ponto mais ao Sul dos EUA), boas instalações e serviço satisfatório. Ele tem até uma pequena praia particular! Os preços costumam ser razoáveis, mas se a intenção é economizar, sugiro o Southernmost Hotel, logo em frente, da mesma rede, porém mais simples, ou então o Doubletree, que fica afastado do Centro, mas oferece shuttle gratuito para lá. Para grupos de 4 ou mais pessoas, uma boa opção é reservar um apartamento no Parrot Key Resort.

_________________
http://fdv.im/fabiocalderon


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Qua Nov 24, 2010 11:58 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 27290
Hoje quase consegui comer a torta de limão. Disse quase pois era um bolo de limão, no Olive Garden. Não gostei muito. Vou continuar procurando.
Obrigado pelas dicas de hotéis!

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Qui Nov 25, 2010 4:02 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 27290
O hotel indicado por você está em quarto lugar no TripAdvisor. Muito bom!
Link: http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review ... orida.html

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Qui Jan 06, 2011 12:40 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 2321
Minha próxima escala será lá em Key West... estou ansiosa!!! :D

_________________
http://fdv.im/FDias


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Qui Mar 24, 2011 2:40 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 27290
Fabio,

Acabei ficando longe da sua indicação (A Duval Street) por não ter nenhum hotel da rede Marriott por lá. Mas sua indicação é muito boa, principalmente na alta temporada, onde o estacionamento pode ser bem complicado.
Caso seja baixa temporada até é possível ficar um pouco mais afastado e ir de carro. Mas em compensação não terá a praticidade de estar no coração de Key West.

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Escala da vez: Key West - onde Caribe e EUA se encontram
Mensagem não lidaEnviado: Qui Mar 24, 2011 2:57 pm 
Mensagens: 4057
Acho que a localização é a maior vantagem do Southernmost. Key West não é tão amiga do carro quanto outras cidades da Flórida. Eu estive lá na alta temporada também, e vi que estacionar na cidade era bem complicado.

Depois quero saber o que achou das outras atrações da cidade!

Abraços!

_________________
http://fdv.im/fabiocalderon


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Quadrilátero da moda: Onde todas as marcas de luxo se encontram em Milão

em Milão

Última mensagem Qui Mar 10, 2016 3:08 pm fcdias Ver última mensagem

 

5

Latitudes: Um restaurante elegante e saboroso em Key West

em Key West

Última mensagem Seg Jan 25, 2016 10:08 am Ajudante Ver última mensagem

 

7

Passeio de Flyboard em Key West com a Barefoot Billy's

em Key West

Última mensagem Seg Jan 25, 2016 9:20 am Patricia Ver última mensagem

 

2

Praia de Varadero | O Caribe de Cuba

em Cuba

Última mensagem Sex Set 30, 2016 5:12 pm Beatriz Ver última mensagem

 

7

Onde se hospedar em Saint-Martin | Caribe

em Saint-Martin

Última mensagem Sáb Jul 23, 2016 9:54 am daniventura Ver última mensagem

 

4

 

Destinos - América do Norte
Estados Unidos
Flórida
Key West

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante