Destinos - América do Sul
Colômbia

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Ir para página 1, 2  »

 Página 1 de 2 [ 16 mensagens ] 
 
 Título: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Qua Set 29, 2010 11:23 pm 
Mensagens: 521Brasil
Bogotá: Como chegar e o que não perder

Imagem

Capital da Colômbia, Bogotá conta com quase 9 milhões de habitantes, sendo uma das maiores cidades das Américas (perdendo pra São Paulo, New York, Ciudad de México). A cidade também é uma das mais altas, se erguendo a mais de 2.600 metros em relação ao nível médio do mar, mas quebra a barreira dos 3.100 metros em Monserrate e Guadalupe.

Para ir para Bogotá, por avião, você pode contar com vôos diretos operados pela VARIG (GOL) e Avianca, além da TAM que irá iniciar suas operações por lá em dezembro. No caso de minha viagem, utilizei a VARIG, mas vale lembrar que a melhor companhia na rota é a Avianca. Esses vôos saem de São Paulo. As demais regiões precisam fazer conexão em São Paulo. Vôos indiretos são oferecidos pela TACA (conectando em Lima), LAN (Santiago de Chile e Lima) ou Copa (Ciudad de Panamá).

Para os que estão mais no norte é possível ir de carro ou ônibus, mas não recomendo, em especial à noite. A Colômbia é famosa pelo narcotráfico e sua violência, porém, elas estão concentradas no interior, em especial no sul do país.

Em termos de segurança, Bogotá é uma das cidades mais bem policiadas do mundo. Os cuidados básicos devem ser tomados, como não sair com objetos de valor, exibir equipamentos eletrônicos e caso precise de um táxi, procure os amarelinhos, em geral da marca Kia e bem pequenos e compactos (se estiver num grupo de 4 ou mais pessoas, será preciso chamar dois ou mais).

Nunca tome um táxi onde tenha um passageiro sentado no banco. Existe um tipo de golpe chamado de Taxi Millonario, onde você é assaltado e obrigado a ir até um caixa eletrônico e sacar todo o seu dinheiro (similar ao que relatei na Ciudad de México).

Andar no centro, em especial na região de La Candelaria (centro histórico) à noite também não é uma boa idéia, portanto, procure um táxi. Por fim, evite a zona sul que também não é muito amigável e cheia de favelas.

O último cuidado (segundo um colombiano) é no aeroporto. Depois de passar pela imigração e aduana, um policial poderá parar você, revistar e perguntar (e até mesmo pedir para mostrar) quanto de dinheiro você está carregando. Não tente desconversar e minta, dizendo que está com uma quantia bem pequena (eu falei em US$ 100,00). Esse golpe ocorre aqui e na Venezuela (principalmente), onde você fala um valor que ele ache interessante e depois você pode ser assaltado. Tenha cuidado.

Depois dos cuidados, vamos passear, mas antes, câmbio. O aeroporto não tem as melhores taxas, mas, procure trocar o que você precisará para as primeiras horas. Recomendo levar dólares daqui, pois, o real lá não é tão bem aceito e você terá dificuldades para trocar.

A moeda local é o Peso Colombiano. A taxa de conversão média é US$ 1,00 para $ 1.700 pesos ou R$ 1,00 para $ 1.000, ou seja, para ter noção do preço em real, basta cortar três zeros à direita.

Para andar na cidade, você pode usar o “metrô” (chamado de Transmilenio). Esse é um dos orgulhos dos bogotanos. Trata-se de um sistema de ônibus que liga diversos pontos da cidade, em uma faixa exclusiva. O modelo foi inspirado em Curitiba e resolveu boa parte dos problemas do trânsito da cidade, que por sinal possui um dos trânsitos mais caóticos das Américas. O preço da passagem estava em $ 1.600 (ou R$ 1,60).

Mesmo tento uma boa rede, o Transmilenio não cobre toda a cidade, e nesse caso você pode usar as Busetas, que são mini-ônibus bem “bregas”, coloridos e alguns iluminados com neon. O termo mini aqui vale muito, pois, eles são muito apertados. O preço médio é de $ 1.400.

Por fim, os táxis são baratos também. O modelo de cobrança é um pouco diferente do Brasil. O taxímetro mostra um número e esse número é comparado com uma tabela onde o taxista informa o valor. Particularmente gosto desse modelo, pois, quando você precisa mudar a tarifa, você simplesmente altera a tabela e pronto. Não precisa criar uma tabela de comparação do tipo valor R$ x vai para R$ y e depois mudar no taxímetro.

Uma corrida entre a La Candelaria (onde fiquei hospedado) e Zona Rosa, uma espécie de Vila Madalena ou Lapa de Bogotá fica em torno de $ 15.000 (no período da noite, que possui uma sobretaxa). Os taxistas de forma geral são honestos, porém cuidado. Um dos colegas que foi na viagem pagou uma corrida com uma cédula de $ 50.000 e o taxista disse que era de $5.000, sendo que eu o vi colocando a nota de $50.000 sob o banco do passageiro. Ele chegou a pegar um bolo de dinheiro e mostrar que não tinha nenhuma cédula de $50.000. Sem querer arrumar confusão, meu colega pagou o resto. Recomendação: Veja a cédula e fale o valor para o taxista.

O modelo de ruas da cidade é bem interessante: Basicamente existem as Carreras (Cra ou K) e as Calles (podem ser abreviadas como C ou Cll). As Carreras correm de norte até sul da cidade em relação as montanhas que cercam ela e sua numeração começa no norte, ou seja, quanto menor a Carrera, mais perto do norte você estará. Até a décima carrera a numeração é ordinal (primera, segunda, tercera, cuarta, quinta, sexta, séptima, octava, novena e décima), sendo que depois a numeração se fala normalmente (once, doce, etc). Já as calles correm de leste a oeste e tem a mesma lógica de numeração (menor a leste, maior a oeste). Para exemplificar, o endereço Calle 18 No. 5-56 (do hotel El Virrey, onde fiquei) quer dizer que ele fica na calle 18 após a quinta carrera no número 56. O modelo só fura para as transversais (Tra) ou Diagonais (Diag). Um detalhe é que algumas ruas não possuem o número em suas placas, mas, um nome, porém elas não deixam de ter um número e seguir a lógica.

Se você se sentir perdido, procure uma cadeia de montanhas, que você encontrará o leste da cidade.

Se você pensar em dirigir por lá, se prepare para enfrentar um trânsito caótico. Para os pedestres, todo o cuidado para atravessar a rua, pois assim como aqui (ou pior ainda), os motoristas não respeitam as faixas de pedestre e a sinalização.

Apesar de estar bem perto da linha do equador, a noite é bem fria por lá, portanto, leve algumas roupas de frio para agüentar as temperaturas que podem ficar na faixa dos 10 graus. A altitude é responsável por isso. Tenha cuidado com o esforço e bebidas alcoólicas nos primeiros dias. Eu particularmente não sofro com os problemas de altitude, pois, já morei em lugares altos, mas, procure tomar muita água nas primeiras horas e faça um pequeno repouso.

As regiões que são interessantes para visitar são La Candelaria, Chapinero, Zona Rosa y Zona T, além de Monserrate e Zona Norte.

La Candelaria é considerado o centro histórico de Bogotá, onde você poderá encontrar a maioria dos prédios do governo, além de casas históricas e a Plaza Bolívar, onde a cidade começou seu crescimento. Ali também está o Museo Del Oro, um dos itens imperdíveis da cidade, onde você encontrará muito ouro (apenas para ver) do período pré-hispânico na Colômbia e em países vizinhos. A entrada custa $3.000 pesos e vale muito apena.

Perto do museu também está o Parque Santander, onde aos finais de semana ocorre uma feira que vende, principalmente, livros antigos. Fica a dica para os que gostam e quer alguma literatura em espanhol.

Já Monserrate é um dos pontos mais altos da cidade. A região possui uma igreja, ao lado de um pequeno observatório da cidade, lanchonetes e dois restaurantes (relativamente caros). Para ser perfeito faltou um hotel para ficar na paz dessa região. De lá você enxerga toda a cidade. Para chegar lá você pode usar o teleférico ou o funicular (que só funciona aos finais de semana).

Uma boa pedida é ir ao final do dia, antes do sol se pôr. O custo aproximado por pessoa para subir é R$ 8,00. Existe uma escadaria (atualmente fechada) que também permite o acesso e é usada pelos peregrinos que querem chegar à igreja. Não é muito recomendável usar ela, pois, alguns ladrões se escondem por lá. Uma feira com lembrancinhas também fica por lá.

Na região norte encontra-se a parte rica da cidade, com mansões, casas de luxo, além dos hotéis “gringos”. A região é bem vigiada. Particularmente não achei nada interessante lá, exceto a Zona Rosa.

Essa região, que inclui a Zona T (uma área exclusiva para pedestres, lotada de cafés, bares e restaurantes), é o melhor para a noite na cidade. Se você está procurando por uma “balada”, prepare o corpo, pois, a ritmo nacional é a salsa. Algumas casas até começam com uma música como rock ou pop, mas no meio da noite a salsa toma conta. Se você não gosta do ritmo, prepare um tampão de ouvidos. A revista Plan B, trás diversas opções para se divertir.




 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Dom Mar 11, 2012 12:09 pm 
Mensagens: 23
Olá, muitas informações aqui são reais.
Tenho apenas alguns adendos a fazer.

Aeroporto (chegada no país) : A chegada é ridícula, você passa pela imigração pega a mala dá dois passos e já tá na rua...

Tem soldados do exercito espalhado pelas ruas, todas as lojas maiores e hoteis tem seguranças particulares, alguns deles ficam com cães farejadores que são muito comum por lá também. Existe bastante policiamento seja publico ou privado..em todo canto. O que me parece ser seguro.

O parque da 93 (que é uma praça grandinha apenas), tem vários restaurantes e bares-balada e proximo e o m2 é b dastante caro por lá. Aliás bogotá tem imóveis bem caros, com valores similares à capital de SP.

O salario minimo por lá é aproximadamente R$ 600,00 o que meio que nos deixa muito parecidos. Os carros também tem preços parecidos..pois existe muita incidencia de imposto assim como ocorre aqui no Brasil.

Transmilenio não é um orgulho, é o único transporte que anda por lá nos horários de pico, mas está longe de ser um orgulho para os bogotanos, pois, quem necessita pegar esse transporte entre 6h/8h e 17/19h fica como se estivesse numa lata de sardinha e se cair alguma coisa do seu bolso, esqueça pois voce não consegue nem abaixar pra pegar...Mas, realmente é um dos transportes que podem ser utilizados para os que moram distante de seus trabalhos. Com algumas pessoas que conversei no trabalho, eles preferem sair mais cedo de casa e pegar onibus menores (busetas) para fugir do aperto do transmilenio e dos diversos mal-educados que estão por lá, o empurra-empurra é geral. Eles estão esperando um metrô que está no papel há tempo. A politicagem de lá é a mesma daqui...!! Entendam como quiser.

Os Taxis...eles simplesmente nao param pra ninguém. Tem muito taxi , muito mesmo e as vezes passam todos vazios e nao param. Se param, perguntam onde vão: Se é longe, não querem, se é perto também não querem... vai depender do humor do motorista. É melhor você solicitar o serviço no seu hotel pois daí sim vocÊ terá um tratamento diferenciado.

Pedestre lá não tem vez, é como aqui...então não me assusta. As pessoas lá dirigem como em Manaus, é uma loucura, são todos acelerados, buzinadores, etc...Ainda precisam crescer no transito. Tem um rodizio onde o seu carro não anda 2x por semana, mesmo assim, as pessoas tem mais de 1 carro com placas distintas e entao, dá no mesmo que SP...o rodizio é uma furada. (lá se chama pico y placa). Alem disso adivinhem ? As pessoas começaram a comprar motos e sao tao imprudentes quanto os motoristas de carro.

Hospedagem na Zona Rosa é maravilhosa. Eu fiquei no Hotel Bohéme Royal...excelente hotel, cheiroso, limpo e com um café da manhã muito bom para seu tamanho. Esse hotel, fica do lado do Andres D.C que é uma das melhores baladas senão a melhor balada de Bogotá, fica em frente a loja da Nike, Zara, Bershka, Hugo Boss, e também menos de meia quadra ao lado tem o Centro Comercial Andino e o Centro Comercial El Retiro (onde tem a Plaza de Andres), fora que a Zona T (onde tem diversos bares com diversos tipos de 'nacionalidades') fica há uma quadra dele. Recomendo...

Se quer um cerveja deliciosa, tome Club Colombia que é muito muito boa, extremamente saborosa! Se gosta de comer direito, vá ao Restaurante Club Colombia, a decoração é impecável e a comida é perfeita...experimente Chicharones (que são como torresmo de carne de cerdo) .

Outra coisa, se quer experimentar mais cerveja (que para mim são melhores que as do Brasil) vá ao Bogota Beer Company e experimente a 'Roja' é uma cerveja mais encorpada, mas também muito saborosa, até "quente" dá pra tomar...

Usáquen é uma parte histórica da Cidade, onde tem uma igreja muito bonita, construções mais antigas...foi neste local onde fui na BBC (Bogota Beer Company) e durante a noite passam as "chivas" porém de baladas...são como uma mistura de caminhão e onibus que os colombianos usavam há muito tempo atrás para fazer transporte de frutas, galinhas, etc...até suas casas. Hoje, em bogotá elas são uma atração turística e fazem um percurso tocando musicas latinas.

Comida lá em "qualquer local" é saborosa, pelo menos fui em diversos locais distintos e são todas muito saborosas. São similares ao Brasil. Se quer experimentar de vários tipos, vá na Plaza de Andres tem todos os tipos de comida em um só local e o ambiente é muito transado...

Sim, Michel Teló toca por lá e todos conhecem..."NOSSA, NOSSA....Assim você me mata..."

Uma dica: assim que tiver fazendo o check-in para voltar ao Brasil, não esqueça de solicitar o selo de isenção pois como turista você pode solicitar e evitar um custo de aproximadamente USD 70,00 de imposto que os Colombiano pagam para deixar o país. É simples de ser feito e deve ser solicitado quando fizer o check-in. Você será redirecionado para uma cabine que faz este tipo de isenção eles carimbam no seu passaporte um sele de isenção e colocam cópia do seu passaporte com outros dados também no seu bilhete aéreo.

Aeroporto (saída) : Agora, para sair, é muito mais interessante...na área de "duty free" são várias e várias lojas ...espalhadas por um grande espaço. Se quer comprar artesanato, esmeraldas, perfumes, relogios, oculos, etc...pode comprar por lá pois são mais baratos que em toda cidade e que o duty free aqui do Brasil...aliás,comprar na Cidade de Bogotá é a mesma coisa que comprar no Brasil. Os preços são todos similares....então não é um boa esperar que encontre bons preços por lá...a não ser que goste de ir se aventurar na 25 de março deles, que se chama San Andresito, pra mim não vale a pena...se precisar fazer isso eu vou pra SP..particularmente não gosto, e se quer comprar , vá para os EUA.

Aos poucos vou me lembrando do que se passou e volto para postar. Eu me senti em casa em Bogotá, voltei ontem e sinto que devo voltar logo.


 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Dom Mar 11, 2012 2:15 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 27280
Obrigado pelo ótimo relato, alexgananca!
Acho até que merece um tópico exclusivo. Você tem fotos para ilustrar?

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Dom Mar 11, 2012 2:43 pm 
Mensagens: 23
Eu tenho poucas fotos mas não de tudo que está no texto...pois tirei só do meu celular.
Como fui a trabalho meu horário era muito limitado e não tive tempo de ficar pensando em fotografia hehehehhee...uma pena pois merecia grandes fotos.
O que eu posso fazer é coletar as fotos do Google..se puder ser assim...posso editar. O que acha ?


 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Dom Mar 11, 2012 2:48 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 27280
Beleza, deixemos sem fotos. Não podemos colocar outras fotos, por causa de direitos autorais. Mas ficou muito bom o relato. Vou formatá-lo e colocá-lo no ar em seu nome!

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Dom Mar 11, 2012 2:57 pm 
Mensagens: 23
Excelente, eu apenas adicionei uma dica na hora do check-in do retorno ao Brasil, pois, existe uma taxa que é paga de aproximadamente USD 70,00 que os turistas não devem pagar. Não sei se a cia area fala, mas essa dica eu peguei com o senhor que fez o meu transfer-out. Sinceramente não sei se não solicitar eles fazem, pois não deixei isso acontecer hehehehe...


 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Dom Mar 11, 2012 3:07 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 27280
Dica importante! :)

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Qua Mai 23, 2012 8:45 am 
Mensagens: 2094
A TAM está com ofertas de 8.000 milhas para ida e volta a Bogotá em agosto/12.

Só não sei mesmo o que iria fazer lá. Minha mulher disse que podemos ganhar na ida e na volta... :oops: :shock:


 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Qui Set 27, 2012 12:21 pm 
Mensagens: 40
Olha, fui dar uma sacada em Bogotá em dezembro e tomei aquele susto.
A TAM não vai mais pra lá. Agora é com a LAN. De milha, não rola de fazer stop over em Lima.
São 20 mil milhetas por trecho, 40 mil no total; pra dois, 80 mil milhas.

A Avianca quer cobrar R$ 7.200 de Fortal ida e volta pra Bogotá...

Acho que a Gol não voa mais pra lá.

Olha, destino difícil de chebar, viu?

Abs, Alex


 Título: Re: Bogotá: Como chegar e o que não perder
Mensagem não lidaEnviado: Dom Nov 18, 2012 8:31 pm 
Mensagens: 23
Oi Alessandro,

Eu estou voltando para Bogota e a passagem saiu aproximadamente R$ 1000,00...bem longe destes R$ 7 mil hehehe.
Estou indo pela Avianca pois é a unica que vai direto pra la. Novamente, vou a trabalho hehehe.


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
City Tour em Bogotá com a Bogota Pass | A melhor introdução à capital colombiana

em Colômbia

Última mensagem Qui Nov 03, 2016 2:45 pm Patricia Ver última mensagem

 

4

13 coisas que você não pode perder em Milão

[ Ir para página: 1, 2 ]

em Milão

Última mensagem Sáb Set 24, 2016 10:47 pm PROSINECK Ver última mensagem

 

11

7 dicas para não perder as crianças em lugares movimentados

em Dicas de viagem

Última mensagem Sex Nov 25, 2016 10:54 am JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

6

Traslado na Colômbia com a Bogota Pass

em Colômbia

Última mensagem Ter Set 27, 2016 8:28 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

2

Bogotá: a surpreendente e animada capital da Colômbia

em Colômbia

Última mensagem Qua Jul 13, 2016 2:14 pm Ajudante Ver última mensagem

 

8

 

Destinos - América do Sul
Colômbia

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante