Pesquisar hotéis

Data de entrada

calendar

Data de saída

calendar



  NEWSLETTER
Novidades, promoções de passagens aéreas, hospedagem, pacotes turísticos e muito mais.

 








Ir para página 1, 2, 3, 4, 5 ... 29  »

 Página 1 de 29 [ 289 mensagens ] 
 
 Título: Como abrir uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Dom Dez 11, 2011 6:08 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 105Canoas, RS
Como abrir uma conta no exterior para escapar do IOF

1. Introdução
Foi uma polêmica grande na mídia [1,2] a decisão recente do nosso governo de aumentar o IOF nas compras com cartão de crédito para tentar frear o consumo do brasileiro no exterior. Enquanto antigamente cada compra em moeda estrangeira era taxada em 2,38% de IOF, com a impopular mudança este imposto subiu para impressionantes 6,38%.

O Ricardo Freire do cobriu muito bem esse tema [3], e a conclusão foi que apesar do uso de cartão de débito não estar sujeito ao IOF de 6,38% e sim ao de 0,38% comum à maioria das operações financeiras, a taxa de dólar obtida para carga dos cartões de débito costuma ser em média 4% a 6% pior que a taxa obtida nos cartões de crédito, que costuma ficar muito próxima do dólar comercial, principalmente para alguns bancos [4]. Soma-se a isto o fato de que no cartão de crédito você acumula milhas, e o veredito continua pendendo para os cartões de crédito.

Ainda assim, é revoltante ter que pagar 6,38% de IOF, quando 2,38% já era uma taxa incômoda encarecendo suas compras no exterior. Foi desta necessidade que surgiu inicialmente a série de posts sobre abertura de conta nos EUA pelo HSBC Premier no Bankreview. Entretanto desde que escrevi o post muita coisa mudou, e tem ficado cada vez mais difícil abrir uma conta nos EUA, em grande parte pelas restrições do governo americano com contas de estrangeiros. Cada vez mais está sendo necessário provar vinculos ou justificar bem a abertura lá, e muita gente tem sido barrada de abrir a conta.

Investigando mais a fundo as opções, descobri que há outras opções de abertura de conta no exterior, bem mais fáceis e que tem os mesmos benefícios ou mais que uma conta nos EUA. Assim, passo a recomendar a abertura de conta nos EUA se você tiver mais vinculos com o país e/ou viaja com frequência para lá, mas em todos os outros casos, sugiro como primeira opção agora verificar as opções aqui listadas.

2. Opções de off-shore banking com o HSBC

Acessando o site internacional do HSBC Premier, temos uma seção específica sobre Off-shore banking:

Imagem
Fonte: http://www.hsbcpremier.com/1/2/hsbcpremier/en/compare

Assim vemos 5 opções:

  1. Ilha de Jersey: localizada no canal da mancha [5], perto da costa da França, tem área de apenas pouco mais de 100km^2 e pouco menos de 98 mil habitantes. Tem administração autônoma do governo Inglês, apesar de ser uma ex-colônia. Oferece atendimento em Português, Inglês, Francês, Espanhol e Africaner. As contas correntes podem ser em libras, euros ou dólares americanos, e você pode ter cartões de crédito nas mesmas moedas. Também tem sido uma das opções mais simples e menos burocráticas para abertura de conta por estrangeiros, justamente pelo caráter de serviços financeiros off-shore do país.
  2. Hong Kong: oferece atendimento em cantones, mandarim e inglês. Cartões e contas em moeda local, chinesa ou dólar americano. Devido às restrições do governo chinês, recomendado somente se vocẽ mora lá ou em algum país no norte da ásia. Como o objetivo aqui são basicamente brasileiros que viajam para o exterior, não consideraria como opção viável.
  3. Singapura: atendimento em indonésio, inglês, mandarim e cantonês. Contas em SGD e dólares americanos. Primariamente recomendada para expatriados vivendo na região.
  4. Miami: atendimento em Português, Espanhol e Inglês, contas em dólares e cartões em libras, euros ou dólares americanos. Principalmente interessante para clientes que moram na América Latina e tem uma boa quantia para investir com o banco. Apesar do anúncio de atendimento em Português, o que temos visto é que devido às restrições do governo americano e provavelmente alguma restrição comercial do HSBC também, eles não estão incentivando muito o uso deste serviço por qualquer um, principalmente por quem quer abrir a conta somente para escapar do IOF. Recomendo a abertura por este centro somente se você tiver um bom volume de dinheiro para deixar investido com o banco (pelo menos uns 50mil dólares) nos EUA.
  5. Dubai: atendimento em árabe, hindi, urdu e inglês. Recomendado principalmente para clientes do oriente médio. É o único dos centros off-shore que não oferece cartão de crédito em dólar americano, somente na moeda dos Emirados Árabes (AED).

Uma sexta opção, não divulgada nesta listagem, é a abertura de uma conta nos EUA via central Premier em Buffalo, NY. Mas também não tem um caráter tão de off-shore banking, e eles têm sido bem exigentes nos requisitos para abertura de conta, então novamente só consideraria essa opção se você puder comprovar muitos vínculos com os EUA.

3. Procedendo com a abertura da conta

Vamos ver agora como abrir a conta em cada uma das opções recomendadas acima.

3.1 - Jersey

O ponto de partida é o seguinte site: http://www.expat.hsbc.com/1/2/hsbc-expa ... re-banking . Lá há mais informações sobre os serviços e um botão "Apply now": http://www.expat.hsbc.com/1/2/hsbc-expa ... ount/apply. O processo começa com o prenchimento dos formulários online, ou você pode requisitar uma ligação de um representante.

Notem que os critérios são, no momento da escrita deste post [6]:

  1. Para HSBC Advance: pelo menos 25 mil libras para qualificar. Caso você mantenha menos que esse saldo, será cobrada uma tarifa de manutenção de 15 libras mensais.
  2. Para HSBC Premier: pelo menos 60 mil libras para qualificar. Caso você mantenha menos que esse saldo, será cobrada uma tarifa de manutenção de 35 libras mensais.

Uma alternativa ao depósito inicial, é se você se qualificar para o segmento HSBC Premier no Brasil, que hoje pede uma renda de R$ 7.000,00 mensais ou R$ 50 mil investidos [7]. Nesse caso, você abriria a conta no Brasil primeiro, manteria pelo menos uns 3 meses de relacionamento (utilizando os serviços bancários, não adianta abrir a conta e deixar parada!), de preferência se possível levando algum investimento para o banco, para melhorar seu nível de relacionamento com o HSBC Premier no Brasil primeiro.

Depois disso, sendo HSBC Premier no Brasil, você teria direito ao status Premier em qualquer lugar onde o banco atua, inclusive em Jersey, sem a necessidade de manter o balanço de 60 mil libras mensais. Não fica muito claro pra mim se a tarifa de 35 libras mensais seria isenta, porém pelos benefícios todos que você teria, ainda parece compensar pra mim pagar essa tarifa.

3.2 - Miami

Como já mencionei anteriormente, o critério para abertura nos EUA está cada vez mais apertado. Tanto por política comercial do banco quanto pelo próprio governo americano, que desde o Patriot Act está muito mais restritivo com abertura e manutenção de contas por estrangeiros.

Caso você tenha um bom volume de dinheiro a investir (atendendo à parte comercial), e ao mesmo tempo possa provar bons vínculos com os EUA (atendendo às restrições do governo americano), a página de entrada é a seguinte: http://www.us.hsbc.com/1/2/3/internatio ... m-services .

Há também um número direto da central Miami: +1.305.774.5400 .

Os mesmos conselhos dados sobre Jersey se aplicam aqui também em relação ao relacionamento com o HSBC Premier no Brasil, mas de maneira mais estrita. Enquanto em Jersey é recomendável ter esse relacionamento no Brasil por algum tempo primeiro, nos EUA é condição inegociável. Eles exigem no mínimo 3 meses de conta no Brasil, mas em minha experiência o melhor é ter pelo menos de 6 meses a 1 ano, e um bom relacionamento em termos de investimentos e movimentação bancária com o banco em terra brasilis.

Já vi comentários de leitores do BkR com dificuldades no processo de abertura nos EUA, mas ao saber mais detalhes, as razões ficaram mais aparentes. Um dos leitores tinha um bom volume de investimentos no Brasil (cerca de R$ 300 mil), mas no Santander. Abriu a conta no HSBC Premier Brasil mas não levou investimento nenhum para lá e mal movimentou a conta. Não dá pra querer milagres. Recomendei ao leitor levar seus investimentos ou uma parte dele para o HSBC Premier no Brasil, para melhorar seu relacionamento com o banco primeiro, para depois tentar a abertura nos EUA novamente mais tarde.

Mesmo com tudo isso coberto ainda não é garantido que a conta será aberta, e me parece mais uma questão restritiva do governo americano do que do próprio HSBC.

3.3 - Buffalo, NY

Por fim a última opção é a abertura de conta nos EUA pela central Premier em Nova York. Esse foi o processo que eu segui originalmente no BankReview, e a página de acesso é a: http://www.us.hsbc.com/1/2/3/internatio ... bank/howto , e o telefone de acesso: + 1- 877.850.4722 .

A lista de documentos é bem extensa mas o processo de abertura, se for bem justificado, corre razoavelmente rápido. Para esta central não se faz necessário ter um volume de investimentos vultoso como no caso de Miami, já que não se caracteriza como Off-shore banking, porém o atendimento é somente em inglês. Eles até divulgam algumas outras opções, como espanhol e chinês, mas só cogite usá-las se você for investir muito dinheiro com o banco lá.

Como não é uma central off-shore, se requer comprovar vinculos relevantes com o país. No meu caso eu trabalhava para a subsidiária brasileira de uma empresa americana aqui no Brasil, e mandei carta da empresa e comprovantes de vinculos empregatícios para comprovar isso.

Os posts [8] do BankReview originalmente abordavam a abertura nesta central. Veja os links em [8] para ver mais detalhes desta alternativa, porém como já disse acima, não está sendo uma alternativa muito recomendada a não ser que você preencha os requisitos citados.

4. Conclusão

Como vimos acima o processo de abertura de conta no exterior é mais simples do que muitos pensam. Com a conta aberta, basta solicitar um cartão de crédito internacional (mais sobre isso em outros tópicos aqui no FalandodeViagem) e usufruir de somente 0,38% de IOF para enviar seu dinheiro para o exterior, e só! O HSBC oferece um serviço muito bom, chamado de Global Transfers ( http://www.expat.hsbc.com/1/2/hsbc-expa ... -transfers ) que permite visualizar suas contas do HSBC em todos os países onde você tem conta e transferir facilmente dinheiro entre estas contas, online, com tarifas zero, se você for Premier, ou tarifas bem em conta (muito menos que você pagaria em QUALQUER outro banco), para HSBC Advance.

Utilizem este espaço para relatar suas experiências e tirar suas dúvidas sobre o processo de abertura.


Referências
[1] IOF sobre compras com cartão de crédito no exterior (Internet inclusa) sobe de 2,38% para 6,38%… esse é o Brasil-il-il: http://www.valoresreais.com/2011/03/28/iof-sobre-compras-com-cartao-de-credito-no-exterior-internet-inclusa-sobe-de-238-para-638-esse-e-o-brasil-il-il
[2] Aumento no IOF encarece compras no cartão de crédito feitas no exterior: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2011/03/aumento-no-iof-encarece-compras-no-cartao-de-credito-feitas-no-exterior.html
[4] Jersey - Wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/Jersey
[5] HSBC Off-Shore Banking Jersey, Application Criteria: http://www.expat.hsbc.com/1/2/hsbc-expat/products/current-accounts/bank-account/apply#criteria





 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Dom Dez 11, 2011 7:33 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 4832Rio de Janeiro- RJ
Fernando , eu diria que abrir uma conta corrente nos USA eh algo extremamente simples. Mais dificil eh conseguir um cartao de credito ou qualquer outra operacao de credito devido a necessidade de confirmacao do social security




 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Dom Dez 11, 2011 7:47 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 105Canoas, RS
Então, abrir uma conta por si só é relativamente simples. O problema é como mandar dinheiro para essa conta, movimentá-la, e obter alguns produtos de crédito, como cartão de crédito. Eu poderia abrir uma conta nos EUA em qualquer banco em uma viagem por lá, porém mesmo que emitisse um cartão com garantia em dinheiro, para contornar o problema de não ter um SSN e portanto não ter histórico de crédito lá, para mandar dinheiro do Brasil para essa conta seria um parto.

As tarifas de transferência internacional podem chegar fácil a mais de 150 dólares por transferência. Se torna financeiramente inviável a não ser que você movimente MUITO dinheiro no cartão de crédito, para compensar os 0,38% contra 6,38% de IOF.

A grande vantagem do HSBC é que você transfere dinheiro entre suas contas mais fácil do que você faz DOCs para contas de outros bancos aqui no Brasil. Eu faço um pedido de transferência pelo Global Transfer no Meu HSBC Internet Banking, e em alguns minutos depois o dinheiro aparece na minha conta americana. Isso tudo sem pagar tarifa alguma, somente 0,38% de IOF e dólar comercial +/- 0,01 ou 0,02 USDs.

Eles também emitem um cartão de crédito (de verdade, sem necessidade de garantia ou colateral em dinheiro) sem você ter SSN ou histórico de crédito. Em Jersey na verdade isso nem se faz necessário...




 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Seg Dez 12, 2011 12:08 am 
Mensagens: 278
Abri uma conta no HSBC PREMIER e enviei toda a documentação para abrir a conta no exterior, fazendo tudo pela central de Buffalo... quando recebo o seguinte e-mail

"Vitor

Foi recusada indicação, por motivo abaixo.
Para abertura de conta no HSBC USA é necessário que o cliente seja correntista no HSBC Brasil há pelo menos 3 meses com movimentação

Atenciosamente"

Ou seja, não basta só abrir a conta, tem de haver movimentação na mesma, coisa que não consigo devido ao meu perfil (só consigo movimentar SANTANDER, ITAÚ, BRADESCO e BB)...




 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Seg Dez 12, 2011 9:02 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 1589
Pelo que entendi, vc precisa ter movimentação na conta do Brasil há pelo menos 3 meses...Pelo menos é o que está escrito na mensagem...




 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Seg Dez 12, 2011 9:17 am 
Mensagens: 278
Exato. Eu sou cliente faz 5meses, mas sem nada lá.




 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Seg Dez 12, 2011 9:31 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 105Canoas, RS
Pois é. A regra de movimentação não me foi dita em nenhum momento, mas foi o que eu inferi pelos comentários no BkR. Como te disse já aconteceu com outro leitor do BkR, que tinha uma conta no Santander muito bem recheada de investimentos, e abriu a conta no HSBC Premier e deixou ela parada lá por 3 meses sem movimentação. Depois disso tentou abrir a conta nos EUA e também foi negada.

O benefício da abertura no exterior é uma liberalidade comercial do HSBC, que ele oferece aos clientes Premier e agora Advance, mas como este tipo de abertura e manutenção de conta tem um custo, eles vão considerar seu relacionamento Premier atual primeiro antes de conceder o benefício. Se você não movimenta a conta aqui nem tem investimentos etc, não está gerando rentabilidade nenhuma para o banco e nesse caso não teriam interesse em bancar a abertura de uma conta no exterior.

Por conta disso que revi os posts no BkR sobre a abertura e também escrevi este post aqui no FdV, revendo minhas recomendações. Mesmo para Jersey, acho interessante construir um relacionamento com o HSBC no Brasil primeiro para depois tentar a abertura. No meu caso por exemplo, não tinha nenhum volume vultuoso de investimentos, mas já tinha 5 anos de conta, financiamento de veículos, imobiliário, empréstimos, etc, todas operações que geram uma gorda margem de lucro para o banco.




 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Seg Dez 12, 2011 2:21 pm 
Mensagens: 5
Olá fernando,

Pra começar quero te parabenizar pelo post, sempre acompanho por aqui e pelo bkr!!

Sou cliente do HSBC ha mais de 3 anos, no começo no segmento gold e logo após a criação do segmento advance fui migrado para o mesmo, há 1 mês fui para o premier.

Para cumprir o requisito dos 3 meses, tenho q ser cliente premier há 3 meses ou cliente de outro segmento conta também??

Abraço




 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Seg Dez 12, 2011 2:26 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 105Canoas, RS
Obrigado Thiago! Boa pergunta. Tenho a impressão que teria que ser 3 meses como Premier, mas pode ser um pouco discrecionário também. Se você tiver um bom relacionamento com o banco aqui no Brasil, investimentos/financiamentos/etc, talvez eles abram uma exceção.




 Título: Re: Abrindo uma conta no exterior para escapar do IOF
Mensagem não lidaEnviado: Seg Dez 12, 2011 7:52 pm 
Mensagens: 7
Caro Fernando,

Achei este seu espaço muito util e penso que talvez possa me ajudar.
Apos abertura de conta Premier aqui no HSBC, em agosto/10 a agencia daqui abriu a conta em Bufalo nas mesmas condicoes e tudo parecia perfeito. Como vamos sempre aos EUA, faziamos transferencia normalmente, mantinhamos investimentos aqui e la, mas na semana passada a conta de la simplesmente foi encerrada. Recebemos uma correspondencia dizendo que seria enviado um cheque com o saldo para o endereço cadastrado. Ligamos para o numero de telefone indicado para o atendimento a AM, e a gerente nao sabe explicar o que aconteceu, disse apenas que estavam com auditoria interna e que varias contas de estrangeiros tinham sido encerradas. Estamos buscando informacoes sobre o ocorrido e tambem se poderemos reabrir a conta. Agradeço informar se sabe algo a respeito.



Ir para página 1, 2, 3, 4, 5 ... 29  »

 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Como abrir uma conta corrente nos Estados Unidos?

[ Ir para página: 1, 2 ]

em Serviços financeiros internacionais

Última mensagem Qua Jun 18, 2014 4:29 pm Ajudante Ver última mensagem

 

16

Renda mínima para abrir uma conta corrente nos segmentos do Santander

[ Ir para página: 1, 2 ]

em Santander

Última mensagem Seg Jul 14, 2014 4:18 pm gabicsarti Ver última mensagem

 

14

Como abrir uma mala de viagem com a caneta Bic

[ Ir para página: 1, 2 ]

em Malas de viagem

Última mensagem Ter Mai 27, 2014 10:57 am NecyCorsino Ver última mensagem

 

14

Conta corrente no Paraguai - BBVA

[ Ir para página: 1, 2 ]

em Serviços financeiros internacionais

Última mensagem Qua Jul 23, 2014 9:46 pm flaviojunior Ver última mensagem

 

11

Conta corrente e cartão de crédito Universitário

[ Ir para página: 1, 2, 3, 4 ]

em Cartões de crédito e serviços financeiros

Última mensagem Sex Jul 11, 2014 2:09 pm joaofmoura Ver última mensagem

 

38

 



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes

 

Twitter


Siga o FDV

Facebook


Curtir o FDV

YouTube


Siga o FDV

Google +


Siga o FDV

Instagram


Siga o FDV

| Fale conosco | Divulgue sua empresa | 2010 - 2014 © Falando de Viagem - Tudo para você viajar mais e melhor!
O Falando de Viagem não é agente de reservas, não cobra taxa de serviços para os usuários do site e não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.
Proibida qualquer reprodução (total ou parcial) de conteúdo sem expressa autorização, mesmo citando fonte.