Página 1 de 1 [ 3 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Qui Jun 18, 2020 6:46 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 18800
Administrador
Imagem

O desejo de viajar, todos temos. Para realmente fazer acontecer, é preciso planejamento e muita pesquisa. Quanto mais informações você tem, melhor você viaja. E é aí que nós do Falando de Viagem entramos, com conteúdos práticos e relevantes para te inspirar e ajudar a conhecer o mundo. Para sermos ainda mais didáticos, reunimos aqui o passo a passo que você precisa seguir para realizar o seu sonho de conhecer Nova York.

Leia também: 50 coisas que você precisa saber antes da sua primeira viagem para Nova York

Qual a documentação necessária?

O primeiro passo é tirar o seu passaporte e o visto americano, caso você ainda não tenha. Todos os brasileiros precisam solicitar um visto e a entrada nos Estados Unidos só é possível com estes documentos. Então, se você ainda não os solicitou, comece o processo agora mesmo e leia as duas matérias sugeridas para te auxiliar.

Leia também:
- Passo a passo para tirar o passaporte
- Quanto custa a solicitação do visto para os EUA?

Assim, o seu custo inicial será de:
- R$ 257,25, para solicitar o passaporte;
- US$160 por pessoa para solicitar o visto, baseado na cotação do dólar - algo em torno de R$ 800,00.

Com isso, tenha em mente que você vai gastar, por pessoa, R$ 1.000,00 nesse processo, e o pagamento é à vista. Não é possível parcelar a taxa do passaporte ou visto americano. Caso você more em uma cidade que não tenha atendimento, terá que viajar até uma que tenha - São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte e Brasília -, e a conta ficará mais cara.

Em qual mês viajar para Nova York?

Antes de começar a pesquisar a sua passagem aérea ou pacote de viagem você precisa definir o mês que irá viajar. Essa escolha tem total influência no valor total da viagem, pois existe a baixa temporada, média temporada, alta temporada e altíssima temporada. Em janeiro, julho e dezembro você encontrará passagens aéreas mais caras, pois são meses de férias no Brasil. Junho, julho e agosto são meses de verão, e os americanos estão de férias, então os preços sobem para hospedagem. Novembro é mês de Thanksgiving Day - Dia de Ação de Graças -, o principal feriado nos EUA, seguido da também popular Black Friday. Janeiro tem o problema das passagens mais caras, mas as escolas americanas estão em aulas, e depois da primeira semana do mês pode ser uma boa ideia. Abril, maio, setembro e outubro podem ser bons meses para visitar.

O clima de Nova York também deve pesar na sua escolha. A cidade oferece estações bem definidas, ou seja, o inverno é bem frio e pode nevar bastante, e o calor beira os 40 graus, com sensação térmica ainda mais elevada. As estações de transição, outono e primavera, oferecem um clima mais ameno e se aplicam ao calendário como baixa temporada, o que torna tais meses ainda mais atraentes.

Leia também: 12 mitos sobre Nova York

Faço tudo sozinho ou compro tudo em uma agência de viagem?

Não tem certo ou errado. Se você está inseguro, vale consultar um agente de viagem de confiança (a gente pode te indicar um - envie e-mail para [email protected]). Quando você está pesquisando, o ideal é abrir o leque, e realizar as pesquisas sozinho, usando a internet, como também visitar uma agência, que às vezes têm promoções exclusivas. Não tem como lhe dizer onde será mais barato, por isso a nossa dica é pesquisar em vários locais.

Um bom agente de viagem se torna, na verdade, um consultor. Os melhores fazem viagens com frequência e conhecem os destinos, passando informações confiáveis. Fora isso, é alguém que você pode bater um papo para obter mais informações sobre os mais variados assuntos.

Isso vale para a compra de passagens aéreas e reserva de hospedagem. Quando o assunto é pacotes de atrações e comprar um roteiro pronto em uma agência, sugerimos que você repense e opte pela sua autonomia. É preciso considerar que Nova York é um destino com uma semelhante quantidade de atrações pagas e gratuitas. É diferente de Orlando, por exemplo, onde você paga uma média de 100 dólares por dia para aproveitar os parques temáticos.

O que queremos dizer é: ao comprar um roteiro fechado, você não terá a autonomia de mesclar passeios mais baratos ou gratuitos - como a ida aos museus e passeios nos parques - com os mais caros - como a subida ao Empire State e visita à ilha da Estátua da Liberdade. A melhor forma de conhecer NY é deixando-se levar por ela e aproveitando da liberdade de fazer o que bem entender na cidade que nunca dorme. Até porque NY é tão fascinante que apenas andar pelos bairros é um prato cheio.

A conclusão é: vale consultar agentes para pacotes de passagens aéreas + hospedagens e também para pegar dicas do que fazer. Entretanto, sugerimos que você não se associe a excursões fechadas ou compre roteiros prontos.

Leia também: 10 museus incríveis para você visitar em Nova York

Quantos dias ficar em Nova York?

Antes de comprar a passagem, você já pensou na quantidade de dias da sua viagem? Sempre queremos ficar o máximo possível, mas quanto mais tempo você ficar, mais cara a viagem irá se tornar. Deixa e emoção de lado e pense na quantidade de dias que cabe no seu orçamento.

Opção 1: 3 noites em uma viagem multi-destinos, priorizando só as principais atrações.
Opção 2: 5 noites explorando mais, mas ainda assim deixando bons passeios de fora.
Opção 3: 10 noites para uma experiência mais imersiva na cidade que nunca dorme.

A grande verdade é que você nunca verá tudo, então tire da sua cabeça isso. Você terá outras oportunidades na sua vida para retornar a Nova York, então curta priorizando a qualidade ao invés da quantidade.

Leia também: 10 passeios que você precisa fazer na sua primeira vez em Nova York

A passagem aérea

A primeira compra da sua viagem deve ser a passagem aérea. Inclusive, vale uma informação importante: não compre a sua passagem antes de ter o visto americano aprovado. Em caso de visto negado, a companhia aérea vai lhe cobrar caro para cancelar a passagem, e algumas vezes o bilhete pode não ser reembolsável.

Você pode comprar:
- Passagem aérea em voo direto, chegando diretamente a Nova York;
- Passagem aérea em voo com escala, precisando fazer conexão em outra(s) cidade(s) antes de chegar a Nova York.

O voo direto, claro, é o mais aconselhável - principalmente se você viaja com crianças. Entretanto, pode ser que o voo com conexão seja mais interessante no quesito preço. Você também precisa checar as opções de parcelamento; a quantidade de parcelas depende da companhia aérea, podendo ser entre 4 vezes e 12 vezes sem juros. Algumas empresas também oferecem opção de parcelamento com juros.

As companhias aéreas que voam para Nova York direto do Brasil são:
- American Airlines;
- Delta Air Lines;
- United Airlines;
- LATAM Airlines Brasil;
- Azul Linhas Aéreas.

As companhias aéreas que voam para Nova York apenas mediante conexão ou desde outros destinos internacionais são:
- GOL Linhas Aéreas;
- British Airways;
- Aeromexico;
- TAP Air Portugal;
- Copa Airlines;
- Air Canada;
- Air France;
- Emirates;
- Alitalia;
- KLM;
- Iberia;
- Lufthansa;
- Avianca;
- Aerolineas Argentinas;
- SWISS;
- Turkish Airlines;
- Air Europa;
- Singapore Airlines;
- Qatar Airways;
- South African Airways;
- Ethiopian Airlines.

Você pode pesquisar em todas essas empresas de uma vez clicando aqui. Você só precisa:
- Selecionar o aeroporto da cidade onde mora;
- Selecionar o aeroporto de NY;
- Colocar a data de ida;
- Colocar a data de volta.

Além do preço, você precisa se atentar para a duração total da viagem, no caso de voos com conexões. Às vezes, os voos mais baratos lhe obrigam a longas conexões, então o tempo total em trânsito aumenta muito. Já vimos casos em que o tempo total era de 24 horas. O voo direto para Nova York demora em torno de 10 horas.

A hospedagem

Comprou a sua passagem aérea? Maravilha! Agora vamos reservar a hospedagem. A má notícia é que Nova York é um dos destinos mais caros nos EUA para se hospedar. Isso se dá porque a grande maçã tem um metro quadrado caríssimo. Ou seja, o alto preço não é um sofrimento exclusivo de turistas, é algo que os próprios moradores precisam enfrentar.

Atualmente, os viajantes se dividem entre aqueles que não abrem mão do conforto de um hotel e quem prefere alugar um apartamento em plataformas como Airbnb. Se você se encaixa no segundo perfil, muito cuidado. O estado de Nova York tem leis rigorosas quando a este tipo de aluguel.

A principal restrição sobre o uso de Airbnb em Nova York é que a proibição do aluguel de um espaço inteiro por um período inferior a 30 dias; é permitido apenas o aluguel de quartos por um período inferior a 30 dias. Ainda assim, existem anúncios na plataforma que permitem o aluguel por uma duração menor do que a lei prevê, mas o próprio Airbnb aconselha que os usuários denunciem tais inquilinos. Ou seja, não tente dar uma de espertinho em relação a isso.

Se você não está apto a ficar em um quarto de Airbnb - uma vez que você provavelmente ficará menos de 30 dias e espaços inteiros são proibidos -, procure um hotel. Basicamente, você pode optar por um hotel de 2, 3, 4 ou 5 estrelas.

O grande problema é que os hotéis muito baratos de NY costumam ser ruins. Péssimos. Jamais pesquise apenas pelo preço, pois a chance de problemas é grande. Você também precisa saber que é muito comum que os hotéis de NY não ofereçam café da manhã incluso, e quando é, costuma ser algo simples, com poucas opções.

Você pode pesquisar em todos os hotéis de uma vez clicando aqui. Você só precisa:
- Escrever o nome da cidade;
- Colocar a data de check-in (chegada);
- Colocar a data de check-out (saída);
- Colocar a quantidade de pessoas que ocuparão o quarto.

A dica é não se basear apenas no preço, pois os mais baratos são sempre os piores hotéis. Você pode perguntar para gente a nossa opinião e também olhar as avaliações e fotos no TripAdvisor (dica: filtre pelos comentários negativos).

Caso você tenha comprado um voo noturno, quando o avião decola em um dia e chega no outro, se atente a esse detalhe para colocar a data correta e não pagar uma diária à toa. Se você chegar cedo, talvez seu quarto não esteja pronto, mas o hotel guarda as malas sem nenhum custo. Na saída, a mesma coisa: deixe as malas no hotel caso seu voo seja noturno e vá curtir as últimas horas na cidade.

O transporte

É preciso alugar carro em Nova York? Não, não e não, absolutamente não. Nova York e sua dinâmica cosmopolita dispensam totalmente o uso de carro tanto para moradores como para turistas.

Para se locomover, você deve optar por metrô e/ou táxi. Mas a verdade é que locais e turistas, ricos e pobres, e todos que de fato conhecem NY usam o metrô, já que há muito trânsito na cidade, o que faz uma breve corrida de táxi sair cara. O metrô não é o mais moderno ou limpo, mas é muito funcional. Há estações em praticamente toda esquina, o que faz de Nova York uma cidade mais democrática para se hospedar - no quesito localização, não preço -, já que você estará sempre bem conectado. Compre o ticket semanal do MetroCard e use e abuse do transporte subterrâneo.

Leia também: 10 coisas para você NUNCA fazer em Nova York

Os ingressos para atrações

Como te explicamos anteriormente, NY oferece uma ampla gama de atrações pagas e gratuitas. Os incríveis museus, por exemplo, sempre oferecem visita gratuita em um dia da semana. Caso o seu orçamento esteja apertado, vale se programar ao redor desta data. Outras opções de atrações gratuitas em Nova York são: Times Square, Central Park, Brooklyn Bridge e HighLine.

Entretanto, há algumas atrações além dos museus que, apesar de pagas, são imperdíveis. Os musicais da Broadway merecem destaque absoluto. Não venha com essa de "Mas eu detesto filmes do gênero musical!". É preciso entender que os musicais da Broadway vão além de gênero. É impossível não se impressionar com a megaprodução oferecida. Os atores/cantores são treinados e afinados como ninguém e a estrutura do cenário e do teatro em si são de outro mundo. Por isso, se você tem birra com peças de teatro ou filmes com o gênero musical, saiba que a Broadway é superior a tudo que você já viu ou verá na vida. Há peças de diferentes assuntos, histórias e níveis de complexidade, para todos os gostos. Como este é um passeio caro, escolha pelo menos uma noite para se presentear com essa experiência.

Outras opções são: Empire State, Estátua da Liberdade, Madame Tussauds, passeio de barco, bike tour e muito mais.

Você pode pesquisar todos os ingressos de uma vez, inclusive os para garantir o disputado lugar nos musicais da Broadway, clicando aqui. O pagamento pode ser à vista, com desconto no boleto bancário, ou em 10 vezes sem juros no cartão de crédito.

Leia também: 12 mitos sobre Nova York

A alimentação

Uma das principais características responsáveis por fazer Nova York uma das melhores metrópoles do mundo é a gastronomia. Há uma infinidade de excelentes restaurantes na cidade para conhecer, o que significa que a alimentação jamais pode ser um gasto secundário. Em um destino que oferece tantos lugares originais e incríveis para comer, jamais desperdice uma refeição em um lugar que não é especial da grande maçã, como restaurantes de rede que você encontra em qualquer lugar. E isso não significa gastar muito! Um excelente exemplo são as clássicas pizzas de balcão e barraquinhas de hot dogs, que são econômicas e a cara da cidade.

Mas caso você seja um apreciador de boa gastronomia, separe uma boa parte do seu orçamento para os badalados restaurantes de NY. Assim como existe a possibilidade de comprar uma fatia de pizza por um dólar, você também consegue gastar dezenas e até centenas de dólares em refeições luxuosas. Há estilos e preços para todos os gostos e bolsos.

Leia também: 10 restaurantes incríveis em Nova York

O seguro viagem

Com saúde não se brinca, né? E se não brincamos em reais, não vamos brincar em dólares americanos. A falta de estrutura na saúde pública norte-americana faz com que custo de qualquer procedimento médico nos EUA seja altíssimo e isso pode literalmente te quebrar. Por isso, o seguro viagem é fundamental, e é um investimento pequeno diante da tranquilidade e segurança da sua família.

O valor do seguro viagem é calculado dependendo do número de dias da sua viagem e da cobertura que você deseja. Quanto maior a cobertura, mais caro fica o seguro. Mesmo que a sua saúde esteja 100%, lembre-se que acidentes podem acontecer, então é preciso estar coberto.

Você pode pesquisar em todas as empresas de uma vez clicando aqui. Você só precisa:
- Selecionar o destino;
- Colocar o dia do embarque no Brasil (pelo menos 1 horas depois do horário de pouso);
- Colocar o dia de desembarque no Brasil (se for voo noturno, será no dia seguinte).

O pagamento pode ser feito em 1 vez no boleto ou até 12 vezes sem juros no cartão de crédito.

Chip de celular

Como você vai passar o dia todo na rua, o chip de celular vai se tornar o seu melhor amigo. Assim, você fica conectado 24 horas por dia e não precisa depender do Wi-Fi do entra-e-sai das lojas, restaurantes e atrações. Clique aqui para garantir o seu.

Tudo reservado?

Vamos ao resumo:
- Você tirou o passaporte e teve o visto americano aprovado;
- Pensou bastante e definiu o número de dias que a viagem terá;
- Comprou a passagem aérea;
- Reservou o hotel;
- Comprou os ingressos;
- Contratou o ]seguro viagem;
- Garantiu o chip de celular.

Com tudo isso resolvido, parabéns! A parte burocrática da sua viagem está resolvida. Ao cumprir essas etapas, você terá 90% da sua viagem pronta e já poderá pensar nos pormenores, como o roteiro de viagem, os restaurantes onde irá comer, as lojas que quer fazer compras e por aí vai.

Bom planejamento!

E você, está planejando viajar para Nova York? Como estão os custos da sua viagem? Quer compartilhar conosco? Conte os seus planos nos comentários!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do melhor grupo de descontos do WhatsApp. Acesse: https://fdv.im/Descontos11



 Mensagem não lidaPublicado: Seg Jun 22, 2020 1:34 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 5877
Ao contrário do que muitos pensam, viajar para NY não é tão fácil. Existe muitos pega-turista! Muitos mesmo!

_________________
http://fdv.im/JulianaMagalhaes


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jun 23, 2020 4:37 pm 
Mensagens: 1340
Realmente, acho que a decisão mais difícil para quem tá com o orçamento limitado é a escolha da hospedagem.

_________________
http://fdv.im/ManuCaldas


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Quero viajar para Orlando: passo a passo para tirar a viagem do papel e ir conhecer o Mickey

em Orlando

Última mensagem Dom Jul 05, 2020 7:50 pm Ajudante Ver última mensagem

 

5

Nova York ou Miami?

em Estados Unidos

Última mensagem Seg Jul 06, 2020 9:13 am Beatriz Ver última mensagem

 

8

Nova York ou Toronto?

em Destinos - América do Norte

Última mensagem Ter Jun 09, 2020 3:58 pm soares Ver última mensagem

 

7

11 séries de TV filmadas em Nova York, nos EUA

em New York City

Última mensagem Qua Jul 22, 2020 6:51 pm manucaldas Ver última mensagem

 

5

12 mitos sobre Nova York

em New York City

Última mensagem Sáb Mai 09, 2020 6:59 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

4

 


Booking.com


Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante