Destinos - América do Sul
Argentina
Buenos Aires

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Ir para página «  1, 2

 Página 2 de 2 [ 20 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Seg Jan 16, 2012 9:32 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 18693
Administrador
Luciano,

Acho que 17 pesos é o padrão. Em diversos caixas que usei a taxa era sempre essa.

_________________
Participe do nosso grupo no Telegram. Entre agora mesmo, pois estamos Falando de Viagem: https://t.me/falandodeviagem



 Mensagem não lidaPublicado: Seg Jan 16, 2012 9:43 pm 
Mensagens: 1655Rio de Janeiro
Luciano escreveu:
Estive em B. Aires este fim de semana e saquei da minha conta corrente BB através do caixa eletrônico do banco la nacion Argentina,foi cobrado a taxa de serviço de 17 pesos(informado durante a transação) e limite de 1000 pesos por dia.

Não cobraram na conta R$12,00 pelo saque e o IOF (0,38%) de toda a operação.


Nos hotéis como é a cotação ?? Eles podem trocar dinheiro na recepção ?


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Jan 16, 2012 9:51 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 18693
Administrador
No Pestana Buenos Aires não fazem câmbio. Mas usei muito a recepção para trocar as notas de 100 pesos, que os caixas eletrônicos geralmente dão.

_________________
Participe do nosso grupo no Telegram. Entre agora mesmo, pois estamos Falando de Viagem: https://t.me/falandodeviagem


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Jan 16, 2012 10:06 pm 
Mensagens: 514Brasil
Nishan escreveu:
Cotação HORRÍVEL essa.

As agências do Banco de La Nación na rua fazem câmbio também ?


Nishan,

O La Nación só troca reales por pesos na unidade do aeroporto e com uma boa cotação... O problema é quando tem fila, aí procuro as casas ao lado... paga-se um pouco menos pelo seu suado real, mas, você ganha no tempo.

Nas agências de rua eles trocam apenas dólares.

¡hasta luego!


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Jan 16, 2012 10:09 pm 
Mensagens: 514Brasil
falandodeviagem escreveu:
Nishan,

Andar com passaporte é arriscado. Andar com o documento de imigração também. Se você o perder ou roubarem terá problemas e precisará até pagar multa.

Há diversos tipos de perfis, se você não quer usar, ok. Mas chamar de ladrões e dizer que estão extorquindo é exagero.


O melhor câmbio que fiz foi no aeroporto de Asúncion... "Joga" as doletas na casa de câmbio e dão os guaranys para você, simples, prática e rápido.

Aqui em nossas terra querem RG, CPF, endereço, telefone, e-mail, onde trabalho, para onde vai, quando vai, que vôo, blah, blah e blah... Irritante! :x


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jan 17, 2012 1:29 am 
Mensagens: 1655Rio de Janeiro
No guichê do Safra o processo para se fazer câmbio é bem simples.


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jan 17, 2012 7:37 am 
Mensagens: 514Brasil
Já fiz câmbio por lá e é a mesma coisa praticamente. O Banco Central exige documento com foto e CPF (para brasileiros e residentes), então isso você só não irá ver no câmbio paralelo. E o Safra compensa em grandes quantidades pela sua taxa fixo de US$ 5,00 + IOF.

Certa vez uma casa que já tinha meu cadastro não aceitou vender dólares pra mim sem que eu informasse um número de telefone fixo, já que eles tinham apenas o celular cadastrado. Recusei-me a informar de primeira, pois não tinha o menor motivo de solicitarem esta informação do nada se troquei durante vários meses por lá (eu faço as compras picadas de moeda).

Nessas bandas aqui, as melhores casas pra trocar estão no centro de SP. Depois que você vai umas três vezes, o cara já conhece você e algumas vezes o sistema do sujeito ficou fora e mesmo assim ele trocou e depois pediu pra um funcionário ir no meu escritório pra eu dar um autográfo.

¡hasta luego!


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jan 17, 2012 9:43 pm 
Mensagens: 1655Rio de Janeiro
E qual a razão da revolta por ter que apresentar documento de identidade com foto e CPF (brasileiros e residentes) ? As operações financeiras (feitas dentro da lei) funcionam desta forma. Não é porque no Paraguai, Argentina ou Uruguai é feito na base do toma lá da cá, que devemos seguir o mesmo caminho. Sinceramente não consigo compreender qual o "crime" em se solicitar identidade com foto e CPF para efetuar uma operação financeira, no caso de câmbio. Que eu saiba, o documento de identidade e o CPF tem essa função também.
Caso você se sinta incomodado ou ofendido por ter que mostrar sua identidade e CPF a uma empresa que opere câmbio vai ter que se contentar com os preços dos câmbio paralelo mesmo. Aí vai do gosto do freguês.

Você diz que se recusou a informar um telefone fixo ao comprar dólares em uma casa de câmbio sob a alegação de que trocou dinheiro durante vários meses por lá. Porém, você parou para pensar o do por quê eles estarem exigindo isso ? Dizer que trocou dinheiro durante vários meses no passado não significa absolutamente nada para empresa se a legislação (ou o regulamento interno da empresa) diz que ela deve solicitar tal informação ao cliente para efetuar uma operação de câmbio a partir de tal data. Que eu saiba, o Banco Central não exige que você informe um telefone fixo para efetuar operações de câmbio. É necessário um telefone de contato (fixo ou celular). O mais provável é que a empresa que você foi solicite essa informação agora. Só fico na dúvida no caso de quem não possui telefone fixo: eles deixam de vender dólares para as pessoas por causa disso ??


Já que você conhece o funcionário da casa de câmbio e ele quebra o seu galho de vez em quando, você tem todo o direito de achar que eles trabalham bem. Agora, pedir que um banco ou uma empresa que opere câmbio fique fazendo as coisas "nas coxas" para agradar os clientes é demais. As regras existem e elas devem ser cumpridas. Obviamente que nem todo mundo as cumpre, mas a contrapartida existe e ela se chama multa. Só que aí, é você (cliente) que vai pagar a multa ? Claro que não. Quem arca com o prejuízo é a empresa e mais precisamente o funcionário. Aquele mesmo funcionário que um dia foi no escritório pegar um autógrafo.


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jan 17, 2012 11:40 pm 
Mensagens: 514Brasil
Nishan,

A questão não é a revolta por ter que apresentar documento de identificação, as regras são regras. O que eu falei é que isso não torna o processo mais simples e nem mais rápido. Câmbio no sentido da palavra é a troca, ou seja, eu venho com uma moeda x e troco pela y.

Cada empresa tem sua maneira de tratar os clientes e essa é o diferencial delas. O exemplo é da "casa do autógrafo", onde o funcionário foi no escritório fazer algo que ele não teria a mínima obrigação, pois, ele poderia ter recusado-se a vender e eu que fosse procurar uma concorrente, afinal, o dinheiro que serve lá, serviria em qualquer outra, só que a empresa fez isso visando facilitar a vida do cliente e conquistar. Esses tipos de diferenciais são importantes para a empresa manter-se no mercado.

Que a coisa foi "na coxa" foi, mas, tem precisamos ter bom senso também. Uma carro ou ônibus estar com sua documentação e manutenção "nas coxas" leve perigo de vida e a sociedade, agora, assinar mais tarde um papel que deveria ter sido assinado mais cedo, creio que leve esse mesmo nível de perigo. E outra, nesse caso o risco seria total da empresa, pois, eu poderia sumir do mapa e aquela operação nunca ter sido autorizada por mim.


 Mensagem não lidaPublicado: Qua Jan 18, 2012 12:16 am 
Mensagens: 1655Rio de Janeiro
Sim, o sentido da palavra é troca, mas para essa troca se feita há regras a serem cumpridas. Identidade e CPF são o mínimo. Há lugares com valor máximo para troca (não importa se você tem 30 mil na mão, só poderá comprar o valor que a empresa limita), operações que só podem ser feitas em determinado horário, etc.

Há vários tipos de empresas. Existem aquelas que preferem perder um cliente a passar por cima das leis e de seus regulamentos e há outras que na busca de não descontentar o cliente, ou até mesmo fidelizá-lo, passam por cima de certas regras, conceitos e afins. É a famosa história do "jeitinho": "a gente não pode, mas conversando aqui e ali a gente pode dar um jeito.
Que tipo de empresa é essa ? Ela opera sempre assim ? Isso vai de quem a administra, pois sabe que quando a bomba estourar, não vai ter "jeitinho" que resolva.

Eu não estou pondo em discussão aquilo que é mais perigoso ou nocivo para a sociedade. Apenas digo que cada um sabe como as coisas funcionam e como deve trabalhar. Para alguns os fins justificam os meios e para outros não.
Para você (cliente) não há problema algum em assinar algo depois. Mas e para a empresa ? E para o funcionário ? O risco, como você disse, está todo com eles. Ao cliente só cabe dizer que não sabia que tal coisa era errada. E o ônus da culpa cai em cima de quem deveria zelar pelo cumprimento das regras.

O grande problema é que quem trabalha dentro da lei e das regras é taxado de inflexível, chato, irritante, etc. Mas aquele que sempre "dá um jeito" de se conseguir as coisas é o "legal", "o maneiro", "o amigo", etc. Ao menos até a corda arrebentar do lado dele.


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Onde se hospedar em Buenos Aires: Palladio Hotel Buenos Aires MGallery by Sofitel

em Hotéis em Buenos Aires

Última mensagem Ter Out 08, 2019 10:18 am Beatriz Ver última mensagem

 

3

6 passeios para curtir Buenos Aires ao ar livre

em Buenos Aires

Última mensagem Ter Out 08, 2019 9:51 am ralacerda Ver última mensagem

 

4

10 hotéis mais reservados por brasileiros em Buenos Aires

em Hotéis em Buenos Aires

Última mensagem Qui Mar 07, 2019 11:19 am GabrielDias Ver última mensagem

 

4

É mais barato voar do Rio de Janeiro até Buenos Aires com a Flybondi?

em Companhias aéreas

Última mensagem Seg Set 02, 2019 4:14 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

7

Empresas de brasileiros que oferecem transporte em português em Buenos Aires

em Transporte em Buenos Aires

Última mensagem Ter Out 08, 2019 10:27 am ralacerda Ver última mensagem

 

3

 


Booking.com


Destinos - América do Sul
Argentina
Buenos Aires

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 8 visitantes