Destinos - Brasil
Região Norte
Alter do Chão

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]




 Página 1 de 1 [ 4 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Sex Out 18, 2019 10:29 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 18809
Administrador
Imagem

Na terceira semana de setembro, a vila de Alter do Chão ganha ainda mais vida. O motivo é o Festival do Çairé, uma das manifestações culturais mais importantes do estado do Pará. O festival, que tem mais de 300 anos, mistura elementos folclóricos e religiosos e ao longo de 5 dias promove vários eventos tradicionais e cheios de simbolismos. Ele retrata o encontro da cultura indígena amazônica - principalmente dos índios Borari - com a cultura católica, introduzida com a chegada dos jesuítas, através de rituais religiosos e profanos. Ao longo do tempo novas tradições foram agregadas ao festival, como o Ritual dos Botos, que traz a rivalidade entre os botos Cor de Rosa e Tucuxi em um show de danças e encenação de contos folclóricos paraenses.

O período do Çairé é considerado altíssima temporada em Alter do Chão, pois ele acontece na época seca, considerada o Verão Amazônico, onde se formam várias "praias" em meio aos rios Tapajós e Arapiuns. Com isso, muitos turistas aproveitam essa semana especial para conhecer Alter do Chão e apreciar o melhor da natureza e das tradições culturais dessa parte tão especial do Pará.

Leia também: Como ir para Alter do Chão

Planejar a viagem com antecedência se torna essencial para aproveitar o melhor de Alter do Chão e do Çairé.

Programação

O Çairé sempre acontece na terceira semana de setembro, de quinta a segunda. Oficialmente, o Çairé só começa na quinta-feira, mas no sábado anterior (segundo sábado de setembro) acontece a Procissão Fluvial e a Busca dos Mastros. Na quinta-feira acontece a Benção Inicial e o Hasteamento dos Mastros, onde mulheres e homens disputam quem hasteia primeiro mastros enfeitados com frutas regionais.

Imagem

O símbolo da festa, o "Arco do Çairé", um arco em semicírculo produzido de cipó e enfeitado com fitas e flores regionais é apresentado e sai em procissão, carregado pela Saraipora, a mulher responsável por conduzir o arco. O arco representa a Santíssima Trindade e fica exposto durante todo o período do festival em um barracão no meio do Çairódromo (como é chamada a praça onde acontece a maioria dos eventos).

Imagem

À noite, o Çairódromo fica mais animado e moradores e turistas aproveitam as apresentações de carimbó, as barracas de comida típica, outros eventos da programação da festa e shows de bandas locais. Na sexta-feira há outros ritos durante o dia, e a noite acontecem mais apresentações de Carimbó, as cerimônias da Procissão ao Redor do Mastro e da Beija-Fita.

Já o sábado, é o dia mais importante do festival, pois é quando acontece o Ritual dos Botos. A partir das 22:00 começa o "esquenta" das agremiações, que tem 2 horas cada uma para se apresentarem. O enredo de cada apresentação deve girar em torno da sedução, morte e ressurreição do boto, o golfinho amazônico. Cada agremiação acrescenta seus elementos e alegorias para contar essa história dentro do tema de cada ano do evento. Em 2019, no vigésimo ano que o ritual acontece no Çairé, o tema foi "Fé que emociona, magia que encanta".

A história principal do Ritual dos Botos retrata a lenda do boto. Ele seduz a jovem cabocla Cunhantã-iborari e a engravida. Tuxaua, o pai da cabocla, mata o boto após ele abandonar sua filha. Mas com a morte, a fúria dos espíritos ruins recai sobre a região, que só é salva quando o Pajé ressuscita o boto. Fazem parte do enredo ainda a Princesa do Lago Verde e a Rainha do Çairé. Toda a apresentação é acompanhada de muito carimbó, músicas regionais, carros alegóricos e um narrador que vai guiando a história e animando a torcida.

A torcida, inclusive, é outro elemento marcante, pois as duas agremiações rivalizam muito. Durante a apresentação da sua agremiação a plateia pula, canta e faz coreografias coordenadas por animadores. Quando é a vez do opositor, eles ficam bem quietos. O respeito é aparente apesar da rivalidade.

O Ritual dos Botos é parecido com outros eventos mais famosos, como Parintins, mas ainda assim é muito original e peculiar. É um grande show que movimenta a cidade. Para esse evento é preciso adquirir ingresso localmente. Para a experiência ser completa, escolha o seu boto favorito e se una a torcida durante o show. Em 2019, o Boto Cor de Cosa foi o vencedor.

Veja algumas fotos das apresentações do Ritual dos Botos em 2019:

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

No domingo do festival, acontecem mais alguns eventos, mas que não são tão famosos, principalmente pois a festa de sábado vai até tarde. O ponto de encontro de turistas e moradores no domingo são as praias da região, para descansar do Ritual dos Botos.

A segunda-feira é o último dia de festa, quando acontece a derrubada dos mastros, a Cecuiara (um almoço de confraternização) e a apuração dos votos do Ritual dos Botos.

Çairé ou Sairé?

Há quem defenda que o nome correto da festa é Sairé, com "s" e não "ç". A corrente que afirma que começa com "ç" alega que o nome do festival vem do dialeto amazônico nheengatu. Já a corrente que defende o nome com "s" afirma que na língua portuguesa não existem nomes que comecem com "ç" e que não há registros contundentes de que os ancestrais indígenas realmente escreviam Sairé com "ç".

Estudos antropológicos mais recentes encontraram registros do nome com as duas formas e chegou-se à conclusão que apesar de não haver palavras com "ç" na língua portuguesa, nesse caso é aceitável, pois trata-se de uma manifestação cultural que retrata a ancestralidade dos povos indígenas da Amazônia. Pelas entidades oficiais, o festival continuou a ser de chamado de Çairé e a grande maioria dos moradores adotam essa forma de escrita.

Dicas para aproveitar melhor Alter do Chão na época do Çairé

Como o Festival do Çairé é considerado uma das datas mais importantes para Alter do Chão e Santarém, é muito importante se organizar com antecedência, comprar passagens aéreas e reservar o hotel. Os voos e hospedagens atingem 100% de ocupação nessa época.

Com a alta ocupação da cidade, muitas praias mais próximas do centro da vila, como a famosa Ilha do Amor, ficam bem cheias, principalmente de sexta a domingo. Vale a pena esticar a viagem para alguns dias depois do evento, para aproveitar as praias mais vazias.

Ficando uma semana com chegada na quarta-feira, dá para mesclar os eventos do Çairé com passeios de barco e para outras praias mais afastadas, como Carapanari e Pindobal na sexta, sábado e domingo, deixando para aproveitar as praias mais centrais como a Ponta do Cururu e a Ilha do Amor a partir de segunda. Vá preparado para ouvir muita música regional, do carimbó a brega paraense, que toca em vários lugares da cidade em festa.

Imagem

Uma alternativa, caso não consiga mais hospedagens em Alter do Chão, é se hospedar em Santarém, que está a 35km, mas se programe para o trânsito que se forma na entrada da vila com o alto fluxo de carros.

Vale a pena ir para Alter do Chão durante o Çairé?

Sem dúvidas! O Festival do Çairé é muito especial e encantador para quem gosta de contos folclóricos e deseja ter experiências dentro da rica cultua amazônica. Como a festa acontece em um mês excelente para quem quer curtir as praias fluviais da região, é ótimo programar a viagem para o período do Çairé. Se puder esticar a viagem alguns dias após o festival, é o período perfeito para aproveitar o melhor de Alter do Chão e Santarém.

Boa viagem!

Texto e fotos: Sara Meirinho.

E você, conhece Alter do Chão? Foi na época do Festival do Çairé? Gostou? Recomenda? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do nosso grupo no Telegram. Entre agora mesmo, pois estamos Falando de Viagem: https://t.me/falandodeviagem



 Mensagem não lidaPublicado: Sex Out 18, 2019 11:28 am 
Mensagens: 12
Fui esse ano pra Alter do Chão e cheguei mais pro fim do festival (já não estava tão lotado)... saí de lá impressionada com tudo... com a dança, a beleza do lugar e com as pessoas!

Alter do Chão ganhou um espaço no meu coração, e ter ido na época do festival contribuiu pra isso!


 Mensagem não lidaPublicado: Sex Out 18, 2019 2:44 pm 
Mensagens: 780
Que lindeza! Nosso Brasil é lindo e rico demais.

_________________
http://fdv.im/ManuCaldas


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Out 28, 2019 1:47 pm 
Mensagens: 1882
Não conhecia. Incrível. Realmente uma festa linda.

_________________
http://fdv.im/AdrianaRuhmke


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
O que fazer em Alter do Chão

em Alter do Chão

Última mensagem Ter Nov 19, 2019 1:58 pm manucaldas Ver última mensagem

 

1

Onde se hospedar em Alter do Chão

em Alter do Chão

Última mensagem Seg Nov 18, 2019 2:30 pm manucaldas Ver última mensagem

 

1

Como ir para Alter do Chão

em Alter do Chão

Última mensagem Qui Out 17, 2019 1:00 pm ludodiniz Ver última mensagem

 

3

Festa do Pijama no Hilton Barra Rio de Janeiro

em Onde se hospedar no Rio de Janeiro

Última mensagem Sex Mar 29, 2019 2:36 pm Beatriz Ver última mensagem

 

4

Halloween Horror Nights: 20 coisas que você precisa saber sobre a aterrorizante festa de Halloween

em Universal Orlando Resort

Última mensagem Seg Set 30, 2019 12:12 pm sarameirinho1 Ver última mensagem

 

6

 


Booking.com


Destinos - Brasil
Região Norte
Alter do Chão

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes