Companhias aéreas
Notícias

Todos os horários são GMT - 3 horas




 Página 1 de 1 [ 6 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Ter Mai 26, 2020 9:41 am 
 Atualizado: Ter Mai 26, 2020 9:47 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 18826
Administrador
Imagem

A LATAM Airlines Group e suas afiliadas no Chile, Peru, Colômbia, Equador e Estados Unidos iniciaram hoje uma reorganização e reestruturação voluntária de sua dívida sob a proteção do Capítulo 11 da lei dos Estados Unidos, com o apoio das famílias Cueto e Amaro, e da Qatar Airways, dois dos maiores acionistas da LATAM. Diante dos efeitos da COVID-19 no setor mundial de aviação, esse processo de reorganização oferece à LATAM a oportunidade de trabalhar com os credores do grupo e outras partes interessadas para reduzir sua dívida, acessar novas fontes de financiamento e continuar operando, enquanto adapta seus negócios a essa nova realidade.

O processo de reorganização financeira com base no Capítulo 11 é um amparo legal comprovado por meio da qual a LATAM e as referidas afiliadas terão a oportunidade de redimensionar suas operações para o novo ambiente da demanda e reorganizar seus balanços, permitindo que emerjam mais ágeis, resilientes e sustentáveis. A LATAM e suas afiliadas continuarão a voar durante todo o processo, conforme as condições permitirem.

Leia também: Pesquisa revela as expectativas para viagens de avião após a pandemia do coronavírus

“A LATAM entrou na pandemia de COVID-19 como um grupo de companhias aéreas saudável e lucrativo, mas circunstâncias excepcionais resultaram em um colapso na demanda global que não apenas levou a aviação a praticamente uma paralisação, mas também mudou o setor para o futuro próximo”, disse Roberto Alvo, CEO da LATAM. “Implementamos uma série de medidas difíceis para mitigar o impacto dessa disrupção sem precedentes no setor, mas, no fim das contas, esse caminho é a melhor opção para estabelecemos as bases certas para o futuro do nosso grupo de companhias aéreas. Estamos olhando adiante, para um futuro pós-COVID-19, e focados em transformar nosso grupo para que ele se adapte a uma nova e evolutiva maneira de voar, com a saúde e a segurança de seus passageiros e funcionários em primeiro lugar.”

O grupo garantiu o suporte financeiro de acionistas, incluindo as famílias Cueto e Amaro, que tem um relacionamento próximo e duradouro com a LATAM, e a Qatar Airways, para a obtenção de até 900 milhões de dólares em um financiamento DIP (debtor-in-possession, em inglês). Esses parceiros tem um profundo entendimento da indústria, do grupo e de seus desafios operacionais. O apoio deles demonstra uma crença na LATAM, em suas afiliadas e na sustentabilidade do grupo a longo prazo. Na extensão permitida por lei, o grupo aceitaria outros acionistas interessados em participar desse processo para fornecer financiamento adicional. Além disso, no momento do pedido, o grupo tinha aproximadamente $1.3 bilhões de dólares em dinheiro disponível.

A LATAM e suas afiliadas também estão em discussões com seus respectivos governos no Chile, Brasil, Colômbia e Peru para apoio na obtenção de financiamento adicional, na proteção de empregos sempre que possível e na minimização de disrupções nas operações. A LATAM e suas afiliadas gostariam de agradecer aos seus acionistas, funcionários, credores e comunidades servidas pelo apoio ao processo para garantir o futuro do grupo a longo prazo. O grupo está confiante de que esse processo reunirá essas diversas partes interessadas na construção de uma nova LATAM, mais bem posicionada para ter sucesso nos próximos anos.

“Diante da maior crise da história da aviação, o conselho aprovou esse caminho após analisar todas as alternativas disponíveis para garantir a sustentabilidade do grupo. No passado, nos adaptamos a novas realidades e por isso estamos confiantes de que a LATAM será capaz de ter sucesso no contexto pós-COVID-19 e continuar a servir a América Latina, conectando a região ao mundo”, disse Ignacio Cueto, Presidente da Conselho de Administração da LATAM.

O grupo continua se adaptando e respondendo à pandemia da COVID-19 e está se preparando ativamente para receber os clientes de volta quando as proibições de viagem forem suspensas e a demanda aumentar, garantindo a passageiros e tripulação os mais altos padrões de segurança pelos quais a LATAM é altamente reconhecida.

Leia também: Os 13 melhores cartões de crédito sem anuidade para você contratar

Continuando a servir a América Latina

O grupo LATAM está comprometido em preservar a continuidade dos negócios à medida que se reorganiza - especialmente em relação a funcionários, clientes, fornecedores, parceiros comerciais e comunidades locais.

- LATAM Airlines Group S.A. e suas afiliadas continuarão operando voos de passageiros e de carga, sujeitos a restrições de demanda e de viagem.
- Todas as passagens atuais e futuras, vouchers de viagem, pontos e benefícios do programa LATAM Pass, bem como políticas de flexibilidade, serão respeitados.
- Os funcionários do grupo continuarão sendo pagos e receberão os benefícios previstos em seus contratos de trabalho.
- Os fornecedores serão pagos em tempo hábil pelos bens e serviços entregues a partir de 26 de maio de 2020 e ao longo desse processo.
- As agências de viagens e outros parceiros comerciais não sofrerão interrupções em suas interações com o grupo LATAM.

A opção certa para fortalecer o grupo

O grupo LATAM tem compartilhado sua jornada com os povos da América Latina, prosperando em tempos de crescimento e se unindo para superar períodos de adversidade. Como muitos, a LATAM e suas afiliadas iniciaram 2020 com planos de progresso que a COVID-19 levou a praticamente uma paralisação. Em 2019, o grupo lançou 26 novas rotas e transportou um recorde de 74 milhões de passageiros, 5,4 milhões a mais que em 2018. Os planos do grupo para 2020 incluíam aprimorar ainda mais a experiência dos passageiros por meio de transformações de cabine e fortalecer suas parcerias estratégicas para conectar ainda mais a América Latina ao mundo. Embora o grupo mudará ao longo do processo do Capítulo 11, sua cultura, seu compromisso com os clientes, sua história compartilhada e sua identidade latino-americana não mudarão.

Após uma análise cuidadosa, a LATAM está confiante de que o processo de reorganização com base no Capítulo 11 é o melhor caminho a seguir para alcançar os objetivos do grupo e cumprir suas obrigações, ao mesmo tempo em que administra de maneira abrangente sua frota e endereça suas dívidas – a maioria delas mantida nos Estados Unidos. É importante ressaltar que esse processo é muito diferente do conceito de quebra, falência ou liquidação. A LATAM pretende contar com um alívio específico que permitirá ao grupo pagar funcionários, cumprir obrigações em relação a benefícios, pagar fornecedores críticos e realizar outras operações comerciais diárias à medida que trabalha com o tribunal e os credores para resolver seu caso. Com a proteção do Capítulo 11, a equipe de gestão do grupo permanecerá a mesma e continuará a liderar a LATAM durante o processo de reorganização e transformação.

Leia também: Exigência de certificado de teste da COVID-19 para viagens

Essas disposições únicas do processo de reorganização pelo Capítulo 11 permitirão que o grupo minimize disrupções no negócio e proteja os interesses das partes interessadas enquanto reestrutura seu balanço patrimonial para emergir como um grupo de companhias aéreas mais ágil, resiliente e sustentável.

Embora a maioria das afiliadas da LATAM esteja incluída no processo de reorganização, várias entidades não estão, devido à natureza de sua estrutura de dívida e sua situação financeira atual. Uma lista completa das entidades incluídas no pedido está disponível no site cases.primeclerk.com/LATAM. A lista abaixo resume a inclusão dessas entidades na reorganização financeira pelo Capítulo 11 e outros procedimentos.

Entidades que fazem parte do pedido

- Chile: O Grupo LATAM Airlines SA e algumas outras entidades incorporadas no Chile estão incluídas na proteção do Capítulo 11 e também solicitarão processos de reconhecimento aos tribunais chilenos para garantir que o processo do Capítulo 11 receba crédito e efeito completos, garantindo proteção ainda maior aos negócios da LATAM.
- Colômbia: LATAM Airlines Colômbia e outras entidades incorporadas na Colômbia estão incluídas na proteção do Capítulo 11 e também solicitarão processos de reconhecimento à Superintendencia de Sociedades para garantir que o processo do Capítulo 11 receba crédito e efeito completos, garantindo proteção ainda maior aos negócios da LATAM.
- Peru: A LATAM Airlines Peru e outras entidades incorporadas no Peru estão incluídas na proteção do Capítulo 11 e também solicitarão um “Processo de Reorganização Preventiva” junto à INDECOPI, a fim de garantir proteções adicionais contra ações adversas de credores.
- Equador: A LATAM Airlines Equador está incluída na proteção do Capítulo 11.
- Estados Unidos: Todas as entidades operacionais do Grupo, exceto os veículos para fins especiais (“special purpose vehicles”), estão incluídas na proteção do Capítulo 11.

Leia também: Álcool pode danificar a câmera do celular | Como higienizar aparelhos eletrônicos corretamente

Entidades que não fazem parte do pedido

- Argentina, Brasil e Paraguai: As entidades da LATAM na Argentina, Brasil e Paraguai, não estão incluídas no processo de reorganização pelo Capítulo 11. A entidade da LATAM no Brasil está em discussão com o governo Brasileiro sobre próximos passos e suporte financeiro às operações brasileiras.

É importante ressaltar que, incluídas ou não no pedido, todas as empresas do grupo continuarão a operar conforme as restrições de viagem e a demanda permitirem.

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do melhor grupo de descontos do WhatsApp. Acesse: https://fdv.im/Descontos11



 Mensagem não lidaPublicado: Ter Mai 26, 2020 9:51 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 40469
O Brasil ficou de fora da recuperação, pois está esperando dinheiro do governo. Muitas aéreas já entraram em recuperação judicial e depois saíram, mas não em uma época como agora, com essa pandemia, onde o normal da aviação irá demorar para retornar.

_________________
Você já conferiu as últimas matérias do Falando de Viagem? Acesse: https://fdv.im/materias


 Mensagem não lidaPublicado: Qua Mai 27, 2020 2:36 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 8838Rio de Janeiro- RJ
Essa crise vai ser particularmente cruel com o setor aereo. O mercado preve um enxugamento com muitas fusoes e falencias, com o mundo emergindo desse momento com um numero bem menor de empresas

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Qua Mai 27, 2020 10:09 am 
Mensagens: 17579
LATAM Airlines suspende pagamento de dividendos a seus acionistas após iniciar processo de reorganização

LATAM Airlines Group S.A. informou à Comissão do Mercado Financeiro (CMF) no Chile que, no âmbito do processo de reorganização voluntária iniciado hoje sob o Capítulo 11 nos Estados Unidos, o Grupo não distribuirá dividendos a seus acionistas correspondentes ao exercício de 2019, que estavam previstos para pagamento em 28 de maio de 2020.

Isso é explicado pelo fato de que as regras que regem o Procedimento do Capítulo 11 impedem a companhia aérea de distribuir dividendos a seus acionistas enquanto se concentra na renegociação de seus passivos, que permite a continuidade de suas operações e viabilidade futura.

_________________
Participe do melhor grupo de descontos do WhatsApp. Acesse: https://fdv.im/Descontos11


 Mensagem não lidaPublicado: Qua Jun 17, 2020 2:18 pm 
Mensagens: 17579
LATAM Airlines Argentina encerra operações

Santiago, Chile – 17 de julho de 2020 - O Grupo LATAM Airlines informa que a LATAM Airlines Argentina anunciou hoje o encerramento de suas operações, tanto de passageiros quanto de cargas, por um período indeterminado.

O encerramento ocorre devido as condições atuais, agravadas pelos impactos da pandemia do COVID-19 e pela dificuldade de construir acordos estruturais com os atores da indústria local, não sendo possível visualizar um projeto viável e sustentável a longo prazo.

“É uma notícia lamentável mas inevitável. Hoje a LATAM deve focar na transformação do Grupo para se adaptar à aviação no pós COVID-19”, afirmou Roberto Alvo, CEO do Grupo LATAM Airlines. “A Argentina tem sido e seguirá sendo sempre um país fundamental. As outras filiais do Grupo LATAM continuarão conectando os passageiros deste país com a América Latina e com o mundo”, completou Alvo.

A LATAM Airlines Argentina deixará de voar de/para 12 destinos domésticos, enquanto os quatro destinos internacionais da subsidiária para os Estados Unidos, Brasil, Chile e Peru continuarão sendo operados pelas outras subsidiárias do Grupo, assim que as restrições impostas pelas autoridades locais em função da pandemia sejam encerradas. Da mesma forma, as rotas internacionais de cargas da subsidiária argentina serão atendidas pelas demais subsidiárias do Grupo LATAM. A empresa ressalta que a LATAM Argentina é a única subsidiária do grupo que encerrará as operações.

A LATAM Airlines Argentina em breve permitirá, por meio de seus canais oficiais, as respostas e alternativas a todos os passageiros que adquiriram passagens com a companhia, de acordo com as seguintes políticas comerciais:

ROTAS NACIONAIS
- Se a passagem foi adquirida com cartão de crédito, a companhia devolverá automaticamente o valor da compra dentro de 30 e 45 dias para o mesmo método de pagamento. Caso contrário, o passageiro deve ingressar seu pedido de reembolso pelo site latam.com/administratuviaje

ROTAS INTERNACIONAIS
- A data do voo poderá ser alterada sem cobrança de taxa ou diferença tarifária. Sujeito à disponibilidade da cabine e à validade do bilhete.
- Também será possível solicitar que o valor seja convertido em um crédito de viagem para ser utilizado até 31 de dezembro de 2021 em qualquer rota da LATAM.

PASSAGENS EMITIDAS COM PONTOS PARA QUALQUER DESTINO
- Poderá ser solicitada a devolução das passagens em pontos de sua conta LATAM PASS por meio do site latam.com; as taxas serão cobradas na mesma forma de pagamento utilizada.

Sobre a LATAM Airlines Argentina

Durante 15 anos, a LATAM Airlines Argentina trabalhou no desenvolvimento e conectividade da Argentina, transportando 3,1 milhões de passageiros no ano passado e uma média semanal de 270 toneladas de produtos de exportação no negócio de cargas - principalmente frutas, carnes frescas, produtos farmacêuticos e 290 toneladas de produtos importados - principalmente de autopeças, máquinas industriais e produtos farmacêuticos.

Além disso, assumiu um compromisso histórico durante a pandemia do COVID-19, sendo o repatriamento de passageiros sua única operação ativa desde 19 de março. Compromisso que, através do trabalho conjunto com o Ministério das Relações Exteriores da Argentina e os consulados locais, contribuiu para o retorno de 16.015 argentinos ao país, bem como a saída de maisde 6.000 estrangeiros para seus destinos de origem.

_________________
Participe do melhor grupo de descontos do WhatsApp. Acesse: https://fdv.im/Descontos11


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Jul 09, 2020 11:40 am 
Mensagens: 17579
LATAM Airlines Brasil também entra na recuperação judicial nos EUA viewtopic.php?t=19248

_________________
Participe do melhor grupo de descontos do WhatsApp. Acesse: https://fdv.im/Descontos11


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
LATAM Airlines Brasil também entra na recuperação judicial nos EUA

em Notícias

Última mensagem Sáb Jul 11, 2020 2:37 am Fabio Ver última mensagem

 

2

Emissão de passagem aérea no LATAM Pass através da LATAM Travel

em LATAM Fidelidade

Última mensagem Qua Set 16, 2020 8:13 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

1

Cliente LATAM Pass Itaucard Mastercard Black é barrado no check-in da LATAM em Miami

em Itaú

Última mensagem Qua Jan 15, 2020 11:23 am Rodrigo84 Ver última mensagem

 

5

Bradesco faz redução da pontuação de vários cartões de crédito

[ Ir para página: 1, 2 ]

em Programas de Fidelidade

Última mensagem Sex Ago 14, 2020 9:01 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

10

Guia de museus em Nova York para leigos em arte | Entenda a diferença entra o MoMA e o MET

em New York City

Última mensagem Qua Set 30, 2020 5:38 pm zardox Ver última mensagem

 

2

 


Booking.com
Companhias aéreas
Notícias

Todos os horários são GMT - 3 horas



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 9 visitantes