Informações para viagens
Alfândega

Todos os horários são GMT - 3 horas




 Página 1 de 1 [ 7 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Sex Nov 30, 2018 6:43 pm 
 Atualizado: Sex Out 18, 2019 2:09 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 40059
Imagem

O Aeroporto de Brasília (BSB) é um ótimo hub nacional, mas não tinha muitas opções de voos internacionais. Isso mudou com a chegada dos voos da GOL Linhas Aéreas para Orlando e Miami, que são diários. Além disto, em 2019, a companhia aérea também terá voos para Cancún. Eu, por exemplo, nunca tinha feito um voo internacional saindo de Brasília, pois sempre uso GIG e GRU.

Leia também: Fiscal da alfândega me chamou pelo nome e me enviou para a inspeção de bagagem no GIG

Embarquei para os EUA no voo inaugural da GOL saindo de Fortaleza, mas a minha volta foi por Brasília, que é uma rota melhor e, no caso de longa conexão, tem sala VIP para o uso, ao contrário do Aeroporto de Fortaleza, que é caótico. Minha volta foi: MCO-BSB-GIG. A minha conexão em BSB era de uma hora, mas deu tudo certo.

Leia também: Como é o voo direto da GOL Linhas Aéreas de Fortaleza para Orlando

Minhas malas foram as primeiras a chegarem à esteira. Voltei sozinho, com duas malas grandes, além de duas sacolas da Disney com brinquedos, e uma mochila. Havia um oficial da Receita Federal na fila, que falava individualmente com cada passageiro. Para mim, ele perguntou se eu tinha algo a declarar, e eu respondi que não. Ele me encaminhou para o raio-x.

São dois aparelhos de raio-x, tanto para as malas, quanto para os passageiros. É preciso colocar todas as malas, bolsas, mochilas e sacolas no raio-x. Depois, você precisa tirar tudo dos bolsos e passar pelo raio-x corporal. Após isso, três coisas podem acontecer:
- Você ser liberado direto;
- Haver alguma checagem de eletrônico ali mesmo;
- Você ser direcionado para outro local, para abertura e conferência das malas.

No meu caso, a fiscal identificou um notebook na mochila, e perguntou se era novo. Eu disse que não era novo e peguei o DARF para mostrar a ela, pois quando comprei efetuei o pagamento do imposto no retorno ao Brasil. Ela verificou se a marca do notebook batia com a mesma marca descrita no DARF, mas não verificou o número de série, e me liberou.

Vi que havia pelo menos uma pessoa com a mala sendo aberta em outro local. Como foi um dos primeiros a sair, não sei quantas pessoas do voo foram paradas. Tive amigos que voltaram em outras datas e cheguei à conclusão que às vezes eles são mais rigorosos e às vezes deixam todo mundo passar. Um grupo com 7 amigos, por exemplo, passou todo direto uma semana antes. Sobre o reconhecimento facial, que sempre me identifica no GIG, não vi em funcionamento em BSB.

Minha sugestão, como sempre, é declarar eletrônicos acima da cota. Você pode até não declarar, e não ter problemas, mas poderá ser taxado em voos futuros. Vale lembrar também que um relógio, um celular e uma câmera digital, independentemente do valor, estão isentos de pagamento de imposto, desde que seja um único item e tenham sido usados na viagem.

Boa viagem!

O Falando de Viagem viajou para o Orlando a convite da GOL Linhas Aéreas Inteligentes e Walt Disney World Resort.

E você, já passou na alfândega do Aeroporto de Brasília? Foi parado ou passou direto? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Você já conferiu as últimas matérias do Falando de Viagem? Acesse: https://fdv.im/materias



 Mensagem não lidaPublicado: Sáb Dez 01, 2018 7:56 pm 
Mensagens: 0
Cheguei de Orlando quinta-feita(29) via GRU pelo terminal 3, nunca vi uma alfandega tão tranquila ! acho que não parou ninguém, eu nem vi as maquinas de raio X. impressionante como são diferente de alfandega pra alfandega, falam que a de campinas e bem rígida. pelos relatos, acho a de GRU a mais tranquila de todas !


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Dez 03, 2018 10:23 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 396
Fico de cara em como um país tenta "proteger" tanto as empresas daqui de coisas que não produz.
Tenho amigos de outros países e esse medo só acontece aqui, ao invés de você chegar tranquilo, por mais que você não tenha nada, vc acaba ficando tenso por poderem te acusar, o fiscal da receita hj em dia se acha superior até ao judiciário. Triste demais.


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Dez 03, 2018 7:22 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 3646
O aeroporto de Brasília está tão bom, que merece muito se tornar um Hub. Com boas aeronaves, eu preferiria fazer uma conexão em Brasília, do que no Rio ou São Paulo.

_________________
http://fdv.im/HugoMarcio


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 06, 2018 3:37 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 867MG
@billasdf, desculpe-me discordar de você, mas os fiscais são apenas servidores, as leis são elaboradas pelos agentes políticos. Assim eles estão apenas desempenhando as suas funções designadas em lei. Quem dera todo o serviço público brasileiro trabalhasse como o Fisco.


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Mai 28, 2019 10:24 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 40059
Já em GRU, onde passei esses dias, havia umas 300 pessoas na fila ao mesmo tempo e a imensa maioria passava direto. O reconhecimento facial não estava sendo usado também.

_________________
Você já conferiu as últimas matérias do Falando de Viagem? Acesse: https://fdv.im/materias


 Mensagem não lidaPublicado: Qua Fev 05, 2020 6:08 pm 
Mensagens: 2
Uma amiga passou em agosto de 2019 por BSB vindo de Orlando MCO e relatou o seguinte:

1. Estavam usando câmera de reconhecimento facial; pediram para tirar o boné quem vinha passando.
2. Quase todos passageiros foram pro raio-x, mesmo os que estavam só com uma mala de mão. Tem que passar todas bagagens, inclusive de mão pelo raio x, e a pessoa passa pelo detector de metais também.
3. Como ela tinha um eletrônico grande na mala, viram no raio x, foi chamada a ir na sala ao lado, teve que abrir todas as malas dela e do marido para revista;
4. O fiscal pediu a nota do eletrônico, e depois conferiu o valor na internet,
5. Ela tinha declarado e pago imposto do eletrônico pelo app "viajantes" da receita, mas como não entrou na fila de "bens a declarar" foi multada em mais 50% sobre o valor do imposto devido (que já tinha pago);
6. O fiscal emite o DARF na hora, e pode ser pago na hora pelo celular no seu banco,
4. Mel foi apreendido pelo fiscal agropecuário e feito um laudo;
5. Potes de vitaminas foram retirados da mala, e teve que aguardar o pessoal da Anvisa vir analisar, mais de 30min aguardando.
6. Por outro lado, a maioria das pessoas com várias malas passaram tranquilamente pelo raio-x, sem ir para revista.

Ou seja, a fiscalização é muito rígida. Roupas novas, sem etiquetas, eles não complicaram. Mas se vc trouxer algum eletrônico grande, a chance de se incomodar é alta.


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Aeroporto de Brasília (BSB) terá sala VIP exclusiva para clientes do Banco de Brasília

em Salas VIP

Última mensagem Qua Jul 08, 2020 9:43 am Ajudante Ver última mensagem

 

8

BRB VIP Club | Sala VIP do Banco de Brasília | Aeroporto de Brasília (BSB)

em Salas VIP

Última mensagem Qua Jul 08, 2020 5:08 pm manucaldas Ver última mensagem

 

7

Não tive direito a minha cota da alfândega!

[ Ir para página: 1, 2 ]

em Alfândega

Última mensagem Sex Abr 17, 2020 9:22 am Ajudante Ver última mensagem

 

11

Minha experiência remarcando passagem com a Copa Airlines durante a pandemia do coronavírus

em Coluna do Fabio Macedo

Última mensagem Qua Abr 01, 2020 12:58 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

1

Aeroporto de Brasília inova no design dos painéis informativos de voos

em Notícias

Última mensagem Ter Jan 28, 2020 2:16 pm JPSAL Ver última mensagem

 

4

 


Booking.com
Informações para viagens
Alfândega

Todos os horários são GMT - 3 horas



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes