Alfândega: Novas informações - Vários itens liberados

Troca de informações sobre alfândega no Brasil.

Avatar do usuário
fctenorio Mensagens: 535
Qui Mar 10, 2011 10:56 am
Estou indo em abril pela décima vez para Nova Iorque e Las Vegas com minha esposa, meu filho e a namorada dele, mas sempre tive uma dúvida em relação à alfândega na chegada no Brasil: Qual a melhor maneira de passar? Eu e minha esposa, depois meu filho e a namorada com se não nos conhecêssemos, todos juntos ou um de cada vez? Será que isso fará alguma diferença?
Celso Mensagens: 163
Qui Mar 10, 2011 1:51 pm
Não sei onde será seu desembarque, mas em GRU há terminal com 100% dos passageiros tendo que passar pelo scanner , logo a revista não é mais por amostragem. Portanto, sua pergunta cai por terra se for GRU.
Se for outro aeroporto não há regra.

sds.
Avatar do usuário
fctenorio Mensagens: 535
Qui Mar 10, 2011 2:41 pm
Estou desembarcando no Galeão, Celso. Fica valendo então a amostragem e a sorte.
Nas vezes que desembarquei em Guarulhos alguns passageiros eram selecionados para a revista de bagagens e outros passavam direto, quer dizer que agora todos passam pelo scanner e se tiver algo não declarado encontrado vão para a revista?
Avatar do usuário
GabrielDias Mensagens: 41564
Qui Mar 10, 2011 3:29 pm
Celso: 100%? E como dão conta disto? O volume de passageiros é enorme!
fctenorio: No Galeão o fiscal que escolhe. Normalmente pelo número de malas. Duas malas grandes já é parado. Eu fui parado nas duas últimas vezes. Passei pelo scanner e fui liberado. Não quiserem nem saber se o notebook que estava comigo era declarado. Acredito que 80% passe direto.

Você poderá passar pelo scanner e ser liberado ou então ter que abrir a mala. Agora em fevereiro pegaram um cara com mais de 20 caixas de processadores.

O que você está pretendendo comprar acima da cota?
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
Avatar do usuário
fctenorio Mensagens: 535
Qui Mar 10, 2011 4:27 pm
Estou querendo trazer um notebook na faixa de USD 700/800. Ainda vale a cota de casal? 1.000 USD? Pois se valer está resolvido.
Avatar do usuário
GabrielDias Mensagens: 41564
Qui Mar 10, 2011 4:31 pm
Não vale. Cotas individuais.

Vamos fazer umas contas:
- Notebook de U$800.
U$300 acima da cota. 50% de imposto são U$150. O que dá R$255,00 de imposto.

Declarando o notebook você viaja sem preocupações. Caso não declare e não seja parado, terá economizado R$255,00, mas não poderá mais viajar com ele, sob o risco de ser cobrado em outra viagem.

Minha sugestão é declarar.
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
Avatar do usuário
fctenorio Mensagens: 535
Qui Mar 10, 2011 4:48 pm
Estou me lembrando do fato de um sobrinho meu que foi para Miami/Orlando ano passado com a esposa e o irmão dele, todos compraram um notebook. No desembraque a esposa e o irmão não declararam e passaram direto, ele declarou para ficar tranquilo, o fiscal ainda ironizou ele, mandou abrir as malas e mesmo sem ver tudo cobrou R$ 1.200,00 de imposto. É duro querer ser correto nesse país.
Avatar do usuário
GabrielDias Mensagens: 41564
Qui Mar 10, 2011 4:52 pm
Está estranha essa história. Ele não pode cobrar o valor de quiser. E artigos pessoais, como roupas, não entram na cota.
Agora se você declarar um notebook, e na mala tiver ainda um PS3, você pagará a multa em cima do PS3.
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
Celso Mensagens: 163
Sex Mar 11, 2011 10:15 pm
100% passam pelo scanner!

sds
EricArthurBlair Mensagens: 169
Sáb Mar 12, 2011 1:44 am
Em Brasília, excetuando os vôos da TAP, também tem ocorrido de todos passarem pelo scanner.



Booking.com

Voltar para “Alfândega”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Anúncio