Ir para página 1, 2, 3, 4  »

 Página 1 de 4 [ 35 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Sex Nov 04, 2011 9:17 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 8803Rio de Janeiro- RJ
TAM: Dramático retorno CDG-GIG. A TAM se superou!

Quando eu digo que a TAM eh uma ótima cia no ar e péssima cia quando esta em terra , eu sei do que estou falando .
Mas dessa vez ela conseguiu se superar .

Se a compra do bilhete e o vôo de ida foi perfeito , o mesmo não se pode dizer da volta.

Os 3 e-tickets ( pai , mãe e filho ) enviados pelo call center e por mim impressos , diziam claramente : CDG-FRA operado por Lufthansa e FRA-GIG operao por TAM.

Pois ao me apresentar no check in da Lufthansa em Paris descubro que todos nos iríamos voar juntos o trecho CDG-FRA na Lufthansa , conforme previsto . Mas ao chegar em FRA , meu filho viajaria separado dos pais num vôo FRA-GRU operado pela Lufthansa e em seguida GRU-GIG operado pela TAM.

O problema eh que meu filho eh um bebe de 6 meses !!!!!!

E seu e-ticket dizia claramente tratar-se de uma criança de colo .

O próprio agente de aeroporto da LH achou um absurdo a situação . Após uns 15 minutos de digitação e vários telefonemas , ele sai do seu balcão e dirige-se ao balcão da TAM .

Mais 20 minutos de angustiante espera e ele me retorna com a informcao de que todos iriam voar LH no trecho FRA-GRU e TAM no trecho GRU-GIG .

Mas se os2 adultos tinham reservas confirmadas no vôo FRA-GIG , não seria mais fácil colocar o bebe de colo nesse mesmo vôo ????????

Resposta: Foi a solução que o sistema da TAM arranjou .

Como o que eu queria era chegar em casa , não discuti .

Outro problema : devido a alteração , so seria possível emitir os cartões de embarque CDG-FRA.

Para conseguir os cartões de embarque no trecho FRA-GRU e GRU-GIG , eu deveria procurar o serviço da LH no aeroporto de Frankfurt.

Mas , tranqüilizou-me o agente , eles já estariam avisados.

Malas , despachadas , cartões de embarque emitidos , fomos esperar nosso vôo na Lounge da LH .

O vôo foi tranqüilo , num A-321 novinho em folha belos bancos de couro . Nem o sanduiche de queijo gelado estragou o vôo. O bom vinho frances compensou .

Ao chegar em Frankfurt , dirijo-me , como orientado ao serviço da Lufthansa , onde já estariam sabendo do meu problema .

A questão foi que ninguém la sabia de nada .

Comecei explicando o problema novamente . Apesar de atencioso , o agente da LH aparentemente não conseguia solucionar o problema .

Após quase 2 horas de digitacao ( ele digitava tanto que cheguei a pensar que não estava tentando resolver meu problema coisa nenhuma e sim batendo papo no MSN ) e vários telefonemas em alemão ( o que so servia para aumentar minha agonia ) , quando o vôo já havia sido anunciado e metade dos passageiros já tinham embarcado , finalmente sou chamado e recebo os cartões de embarque FRA-GRU.

Novamente , eu teria que procurar o balcão de uma cia aérea quando pousasse . No caso , a TAM.
O vôo foi num 747-400 com bastante sinal de uso , lotado e com uma configuracao diferente , pelo menos para mim : parecia haver mais assentos na executiva que na econômica . Tentei relaxar , sem sucesso , com o vinho do welcome drink . Jantei um razoável prato de carne sem miséria nas bebidas .

Assisti a alguns filmes antigos e desatualizados do sistema de vídeo individual on demand que não era touchscreen e sim hitscreen , pois era preciso socar a tela .

Dormi um pouco da maneira que deu , pois apesar de reclinar ate bem , era uma poltrona de classe econômica ....
Tomei meu café da manha meio enjoativo já pensando no stress em São Paulo .

Eu detesto fazer conexão em GRU. O aeroporto eh caótico , com uma longa fila de imigração e algumas vezes muita demora na alfândega também . O freeshop esta sempre cheio e o reembarque eh muito longe.

Isso sem contar o quanto eh desagradável recolher a bagagem para depois redespacha-la e ter que recolher de novo no Rio.
Mesmo assim , o que eu queria era chegar em casa logo .
Aviao pousado , imigração feita rapidamente ( que bom que pessoas com bebes de colo tem prioridade , porque se fosse ficar na fila.... ) , alfândega vencida , inicio minha terceira batalha em menos de 24 horas .
Chego ao balcão de redespacho da TAM e novamente não consta nada no sistema .
Preciso ir a loja da TAM , me informa a agente .
Onde fica ? Eu pergunto .
No outro terminal .
La vou eu pegar elevador com 5 malas e um bebe .

Chego na loja da TAM e começo , pela quarta vez , a contar minha historia , que já parecia uma novela mexicana .
Novamente , uns 30 minutos de digitação e muitos telefonemas ( pelo menos em portugues e não em alemão ) .
Não era possível emitir meus cartões de embarques para o Rio porque constava no sistema , pasmem , que todos nos havíamos voado direto FRA-GIG , pela TAM .

Pergunto eu ao funcionário da TAM : Se eu voei para o Rio direto , o que estou eu fazendo aqui com esse monte de malas a 500km de casa ?

Então uma supervisora encontra uma solução : envia um email para a base da TAM em Paris , pedindo que eles confirmem o equivoco para que possam emitir meus cartoes de embarque.

Sou enviado ao check in para emissão dos benditos cartões e despachar minhas malas , que a esse ponto haviam ganho um acréscimo de vários quilos , já que não poderia embarcar com as garrafas de vinho compradas no freeshop .

Nesse ponto eu estava esperando um mínimo comentário que fosse sobre excesso de peso para explodir , mas nem um ai foi dito e minhas malas com 45 quilos foram despachadas sem nenhum problema .

Conseguimos nossos cartões de embarque e chegamos ao portão quando o mesmo já tinha iniciado .

O vôo de 35 minutos num A-320 com classe executiva foi agradável , ate porque nos deram assentos nela . Achei a poltrona do A-320 mais confortavel que a do 737 da Copa , a qual estou acostumado .

Mesmo assim so foi servido um copinho de refrigerante. Foi-se o tempo do café completo ou mesmo do sanduiche quente que era servido ate o ano passado.

Aviao pousado , esperamos apenas 50 minutos pelas malas .....mas elas chegaram .
Mais 45 minutos de taxi e finalmente sãos e salvos , chegamos em casa . Entre mortos e feridos , salvaram-se todos .
Depois de passar 15 dias na Europa vendo tudo funcionar corretamente , fica difícil não sentir vergonha de uma empresa brasileira nos aprontar uma dessas !!!!!

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo



 Mensagem não lidaPublicado: Sex Nov 04, 2011 11:25 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 39727
Que confusão, hein? Parece até mentira tanta confusão. Seu filho sozinho no voo foi o auge. Eles resolveram o problema, mas foi tanta confusão que é muito desgastante.
Eu acho que você pode embarcar com as bebidas do Duty Free Dufry, sem precisar colocar na bagagem. Pelo menos na GOL eles permitem.

_________________
Você já conferiu as últimas matérias do Falando de Viagem? Acesse: https://fdv.im/materias


 Mensagem não lidaPublicado: Sex Nov 04, 2011 12:32 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 8803Rio de Janeiro- RJ
Pois é , um stress desnecessário para tão boas férias .
A informação da TAM foi de que se o embarque fosse feito pelo setor doméstico , eu poderia entrar com as bebidas . Pelo setor internacional , teria que despachar . Preferi não pagar para ver depois de tudo que aconteceu.

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Sex Nov 04, 2011 2:05 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 320São José do Rio Preto (SJP)
Que verdadeira Novela heim Fabio?
Se isso acontece com quem tem experiência no assunto, imagina se acontece com um cidadão comum acho que iria ficar igual o Tom Hanks preso no aeroporto.
Como é viajar com um bebê de 6 meses? A minha pequena está com 2 meses e não sei quando conseguiremos viajar com ela. Imagino que pra Europa seja muito mais difícil de viajar do que para os EUA, devido as estruturas de hoteis, restaurantes, estradas, passeios, ou não?
Escreva depois um guia de como viajar com bebês. :lol:

off; Mudou o destino da próxima viagem? :?:
Obrigado e parabéns pelas informações.
Abraços


 Mensagem não lidaPublicado: Sex Nov 04, 2011 2:33 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 39727
ripascutti,

É verdade, imagina para alguém inexperiente e sem domínio do inglês? E o problema é MUITO menor quando acontece na volta. Na ida você precisaria alugar a locadora do carro e hotel para evitar problemas. E se o hotel já tiver sido pago provavelmente você perderá a primeira diária.

_________________
Você já conferiu as últimas matérias do Falando de Viagem? Acesse: https://fdv.im/materias


 Mensagem não lidaPublicado: Sex Nov 04, 2011 7:22 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 8803Rio de Janeiro- RJ
ripascutti , o prazer de estar curtindo o filhao supera a pequena perda de mobilidade que ocorre.
De fato , gera algumas limitacoes , como nao poder curtir noitadas , ter que parar a cada 3 horas para a alimentacao dele ou carregar o carrinho escada acima e escada abaixo do metro de Paris . Sao pouquissimas estacoes que possuem escada rolante.
Mas no geral , ele dormiu tanto o voo de ida quanto o de volta e deu pouquissimo trabalho .
Nao acho que haja muita diferenca de viajar com bebe entre Europa e USA . Acho que no geral as dificuldades serao as mesmas.
Existem ate algumas vantagens : voce tem prioridade para tudo , todas as portas se abrem mais facilmente e ate os funcionarios guardam sua cara mais facilmente e te tratam com mais cortesia.
O que posso comentar como primeira experiencia com crianca na Europa :

- As fraldas de la aguentam muito mais xixi que as nossas . Serao necessarias menos trocas.
- A comida eh mais saborosa , especialmente da marca Hipp , que ele adorou e mais barata tambem. Cerca de 0,95 EUR um potinho maior que o nosso padrao aqui .

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Sáb Nov 05, 2011 9:08 pm 
Mensagens: 278
Se eu fosse você entrava com uma ação no pequenas causas. É ganho certo! É muto descaso com os clientes.. só vão aprender quando doer no bolso. Explica todo a situação: viagem com bebe, troca de voo etc.. as suas passagens sairão de graça.
Acabei de ganhar uma ação contra a Tam, referente a pontos que não entrararam no meu programa fidelidade ( a ipiranga mandou e a tam não computou ). Com a demora, perdi as reservas e tive que comprar uma passagem por fora para meu sobrinho de 7 anos.
Abr


 Mensagem não lidaPublicado: Sáb Nov 05, 2011 10:14 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 8803Rio de Janeiro- RJ
E como eu provaria ?
A TAM pode alegar que fui quem solicitou a mudanca dos voos e fica minha palavra contra a deles

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Nov 07, 2011 8:00 am 
Mensagens: 169
Fabio,

Inversão do ônus da prova, Código de Defesa do Consumidor. Quem deve provar que você requereu a troca das passagens é a TAM, caso eles aleguem isso. Uma vez que eles não terão qualquer gravação de telefonema ou registro assinado por você solicitando a troca dos voos, a presunção de quem está falando a verdade e da parte mais fraca, ou seja, você.

Infelizmente também ajuizei uma causa contra a TAM em agosto último, referente a uma viagem que fiz com eles nas celebrações de ano novo 2010/11. Seguindo seu 'lema' sobre a cia., é impressionante como eles são ruins de serviço de terra, uma vez que se recusaram a formular proposta de acordo unicamente em razão de eu não ter um documento emitido por eles comprovando os enormes atrasos nos voos, sendo que, na ocasião, os próprios se recusaram a emitir tal documento! Algo que eles poderiam resolver me oferecendo uma passagem nacional ida e volta certamente serão condenados em algo por volta de R$ 3.000,00, que é o valor normal em que são condenadas as cias. aéreas no juizado especial de Brasília em situações semelhantes.

Tragédias a parte, "vídeo individual on demand que não era touchscreen e sim hitscreen , pois era preciso socar a tela", morri de rir com isso!


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Nov 07, 2011 8:35 am 
Mensagens: 278
Exatamente Eric!!

A TAM que vai ter que provar que vc solicitou a troca das passagens. Vc mora no Rio? Me fala qual o seu bairro que te digo em qual juizado vc deverá ir... Nem precisa de advogado. Basta levar seus documentos, comprovante de residencia e as passagens originais e os comprovantes que eles te trocaram de voo. O procedimento é bem simples.

No processo em 2010 que entrei contra a tam, alem de ganhar o valor de que gastei com a compra da passagem (2k) o juiz ainda me deu mais 2k por danos morais.
Esse ano tive que entrar novamente contra a TAM. Comprei uma passagem para meu afilhado para miami por abusivos 3k. Dois dia depois quando entrei no site da tam a passagem estava r$1.600. Fiquei revoltado e liguei par a TAM para que me devolvessem a diferença. Eles se recusaram. Pedi então que cancelassem a passagem pois o codigo de defesa do consumidor preve a devolução total do dinheiro se o cancelamento for em 7 dias. Me negaram novamente e me cobraram uma multa de u$100. Mandei um e-mail para o reclame aqui e fale com presidente e tambem se recusaram. Esgotadas todas as opções fui para o juizado especial e entrei com uma ação. Ganhei na 1 instancia, mas agora tem que esperar para ver se eles vão recorrer...


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Data de retorno dos voos da American Airlines no Brasil

em Notícias

Última mensagem Sáb Mai 16, 2020 7:54 pm Ajudante Ver última mensagem

 

7

VOEPASS Linhas Aéreas anuncia retorno de operações

em Notícias

Última mensagem Ter Jun 02, 2020 9:40 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

1

Datas de retorno dos navios de cruzeiro após a pandemia de coronavírus

[ Ir para página: 1, 2 ]

em Cruzeiros

Última mensagem Seg Jun 29, 2020 4:13 pm Ajudante Ver última mensagem

 

17

 


Booking.com


Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante