Página 1 de 1 [ 6 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jan 30, 2018 9:36 am 
 Atualizado: Sáb Jun 08, 2019 10:43 pm 
Mensagens: 798
Imagem

Os aplicativos de carona mudaram completamente a minha forma de locomoção, seja na minha rotina, ou em viagens. Principalmente em viagens, onde nem sempre sei as rotas exatas de onde quero ir, poder solicitar um carro com preço fixo e com mapa do caminho disponível é o melhor dos mundos. Sempre utilizei a Uber, não porque eu acho o serviço perfeito (na verdade, tenho mil críticas), mas porque é o aplicativo com os menores preços e maior cobertura. Na minha viagem para Miami, em dezembro de 2017, baixei o Lyft, que é o principal concorrente da Uber, disponível apenas nos Estados Unidos.

Os dois serviços são praticamente idênticos: você baixa um aplicativo, se cadastra, escreve o destino e paga um preço fixo para ir até ele. A maioria dos motoristas de Miami, inclusive, trabalha para as duas plataformas. Em ambos, eu costumo usar a opção mais simples: o UberX e o Lyft (correspondente ao UberX, que leva o nome da empresa). E assim como na Uber, há opção pool, de dividir o carro com outros passageiros, e opções mais luxuosas, o Lyft também oferece 6 opções de carros: Line (igual o sistema pool); Lyft (como o UberX); Plus (6 assentos); Premier (4 assentos, carro de luxo); Lux (4 assentos, carro preto) e Lux SUV (6 assentos, carro preto).

A forma de cobrança da Uber e do Lyft também é praticamente idêntica. Eu sempre checava os dois aplicativos antes de ir para o meu próximo passeio, e a diferença era sempre de um a três dólares. Às vezes a Uber estava mais cara, e outras o Lyft estava mais caro. Não era algo consistente. Por isso, não posso afirmar que um aplicativo é mais caro que o outro.

A única diferença que notei nos dois aplicativos é no preço dinâmico. Na Uber, a tarifa dinâmica pode subir muito, seja 6X, 7X, 8X, e por aí vai. No Lyft, a tarifa só chega, no máximo, a 2X.

Minha experiência negativa com o Lyft não foi com o serviço dos motoristas. O que aconteceu foi que, reparei que havia cobranças de viagens que nunca existiram no meu cartão de crédito. Foram, mais especificamente, duas cobranças a mais que não eram minhas: uma de 15 dólares e outra de 25 dólares. O que me chamou atenção de primeira foram os valores redondos, algo raro em aplicativos de carona. Com isso, verifiquei o meu histórico de corridas no próprio aplicativo Lyft e vi que, de fato, essas duas corridas cobradas no meu cartão nunca foram feitas. Ou seja: no Lyft, mostrava que eu tinha feito 8 corridas. No cartão, havia 10 cobranças.

Até hoje não sei exatamente o que aconteceu. A origem da cobrança dos 15 e 25 dólares ainda é um mistério. Mas a forma que consegui resolver o problema, e conseguir esse dinheiro de volta foi excelente - e não por causa do Lyft, e sim do atendimento excepcional do PayPal. Na hora do meu cadastro, selecionei a opção de pagamento via PayPal ao invés de cadastrar meu cartão de crédito direto no sistema do Lyft. E, apesar da minha experiência negativa não ser regra, sugiro fortemente que você use o pagamento via PayPal no Lyft, porque se não fosse por isso, eu não sei se teria esses meus 40 dólares de volta. Claro que o que aconteceu comigo não obrigatoriamente vai acontecer com você, mas é sempre melhor se prevenir.

Todo o processo via PayPal foi muito fácil. Eu entrei na minha conta do PayPal, onde todos os gastos estão disponíveis. Cliquei nos pagamentos suspeitos de 15 e 25 dólares com o nome do Lyft e selecionei "Informar um problema". Após o clique, o site irá te levar para a central de resoluções, onde você terá que selecionar uma das três opções: "Não recebi um produto que comprei"; "Recebi um produto que é diferente da descrição' ou "Quero denunciar atividade não autorizada". O meu caso era o terceiro. Após isso, é burocracia. Eles pedem para você descrever o que aconteceu e coisa e tal. Após todo o processo, você receberá um e-mail com o protocolo, e é só esperar ver no que dá.

Exatos 8 dias depois, recebi um e-mail do PayPal com a resolução do caso: eu havia recebido meu dinheiro de volta.

A minha conclusão com essa história foi: apaguei minha conta no Lyft, por não confiar mais na plataforma, e estou ainda mais fã do PayPal. Sempre utilizei o serviço do PayPal com muita confiança, mas agora, estou ainda mais entregue ao site. Eles cuidaram de todo o processo de resolução para mim, conseguiram meu reembolso, e tudo que eu fiz foi apertar alguns cliques, sem dor de cabeça.

Boa viagem!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
http://fdv.im/ManuCaldas



 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jan 30, 2018 12:28 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 37961
Que chato isso. E preocupante. Nunca usei o Lyft, mas caso use, vou seguir sua dica do PayPal.

_________________
https://fdv.im/GabrielDias


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jan 30, 2018 4:26 pm 
Mensagens: 15608
Dois comentários que recebemos em nosso grupo do WhatsApp:

Carou:

Citação:
Eu utilizo com frequência, mas também com PayPal. Nunca tive cobranças estranhas. Só que já notei que a corrida só eh lançada de fato depois que você seleciona o tip (sim, nos eua até no uber/lyft tem campo para dar gorgetas)

Ainda mais por serem valores redondos, eu levantaria a hipótese do app ter algum bug/furo que no caso de não informar o tip (ou nenhum tip) ele gere essas cobranças estranhas. Eu nunca deixei ser marcar a gorgeta, então não tenho como “comprovar” a hipótese

Karen:

Citação:
Sempre uso o Lyft em Miami e o único problema que tive foi com o motorista ter encerrado a corrida e a cobrança ter sido, obviamente, maior do que deveria. Mandei um e-mail pra Lyft e foi prontamente resolvido. Em algumas corridas, não informei tip e a cobrança foi correta.

_________________
Participe do nosso grupo no Telegram. Entre agora mesmo, pois estamos Falando de Viagem: https://t.me/falandodeviagem


 Mensagem não lidaPublicado: Qua Jan 31, 2018 12:30 pm 
Mensagens: 489
Que chato isso!
Mas com relação à possibilidade de rever o valor cobrado indevidamente, mesmo que você tivesse cadastrado o cartão diretamente para pagamento, seria possível você fazer a contestação do débito diretamente junto ao Banco emissor do cartão, da mesma forma que você fez no paypal.
Já fiz várias contestações de débitos indevidos no cartão de crédito e fui ressarcido em todos.


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Fev 12, 2018 7:09 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 37961
Código: IG50.

Você ganha US$5 por corrida, para até 10 corridas. Boa pedida para quem está nos EUA.

_________________
https://fdv.im/GabrielDias


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Fev 13, 2018 4:27 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 8824Rio de Janeiro- RJ
Eu nunca usei o Lyft porque sempre que checo os dois acaba saindo mais caro que o Uber. E como os drivers sao os mesmos, nao vai haver diferenca alguma na qualidade do servico.

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Como ganhar créditos para usar o Bolt (concorrente do Uber) de graça em Londres

em Como se locomover em Londres

Última mensagem Seg Nov 25, 2019 11:19 am Beatriz Ver última mensagem

 

5

Uber Rewards: o que é e como funciona o programa de fidelidade da Uber e Uber Eats

em Aplicativos para celular

Última mensagem Qua Set 04, 2019 1:49 pm Beatriz Ver última mensagem

 

3

Uso do Uber e 99 em Foz do Iguaçu

em Foz do Iguaçu

Última mensagem Ter Ago 06, 2019 12:35 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

5

Posso alugar um carro usando a CNH Digital?

em Dúvidas gerais

Última mensagem Ter Out 08, 2019 11:42 am GabrielDias Ver última mensagem

 

3

Cartão de crédito bloqueado na Uber

em Tecnologia

Última mensagem Seg Dez 02, 2019 9:05 pm baran Ver última mensagem

 

3

 


Booking.com




Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante