Falando de Viagem
Bate-papo

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]


Ir para página «  1, 2, 3, 4, 5  »

 Página 4 de 5 [ 48 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 1:35 am 
Mensagens: 508Barão Geraldo
carlospessoajr,

Os três pontinhos representam o final da frase, omiti porque pouco acrescenta ao que estávamos discutindo.

Gasolina é cara porque mais da metade de seu preço é imposto. A Petrobrás, por incrível que pareça, tem ajudado a baixar o preço nos últimos anos. Ela vende por um preço menor que o do mercado internacional, então quando sua produção interna não dá conta da demanda ela tem que importar a um preço maior do que revenderá, por isso os prejuízos recentes e a descrença do mercado sobre o futuro da empresa. Deve ser das poucas empresas nacionais que tem lucro menor que suas equivalentes estrangeiras.

Já prestei consultoria a uma rede de postos de combustível e tive acesso à contabilidade. A folha de pagamento dos frentistas externos representava quase 10% do faturamento, então podemos estimar que sem frentista o posto seria capaz de vender combustível até 10% mais barato. Parece pouco, mas esse tipo de ineficiência devido a interferências costuma ocorrer em várias etapas da cadeia de produção dos mais variados bens, então o impacto no preço final pode não ser desprezível. Concordo com vc, o consumidor deveria ter a liberdade de escolher entre o posto com ou sem frentista, e não o estado decidir o que é melhor.

Te compreendo perfeitamente, o assunto acirra ânimos, afinal de contas estamos muitas vezes falando do ganha pão da própria pessoa. Tenho parentes industriais e comerciantes que acreditam piamente que o governo tem a obrigação de interferir para não deixá-los falir ou para manter sua lucratividade, a qualquer custo. Mas o papel do governo é defender o melhor para coletividade, na qual o consumidor também está incluso, e não o de privilegiar alguns poucos produtores/comerciantes em detrimento de todos os consumidores. Geralmente quem leva a melhor nesse conflito é o produtor/comerciante porque esse tem um forte lobby sobre o governo, mesmo quando a interferência não é economicamente eficiente e gera peso morto.



 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 2:38 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 8862Rio de Janeiro- RJ
Davilenz , então concordamos em mais um ponto : Não são os frentistas que tornam nossa gasloina absurdamente cara . Eles apenas contribuem com uma pequena mas não insignificante parcela .
Nem é a Petrobrás que , não é de hoje , tem seus preços achatados . E sim a absurda estrutura tributária que incide sobre os combustíveis .
Aliás , não é apenas sobre os combustíveis que nossa bizarra estrutura tributária causa essa nefanda influência . Sobre todo e qualquer produto feito neste país .
É isto que causa a falta de competitividade dos nossos produtos e não o câmbio , como o governo adora alegar .
Não é de hoje que compro no Brasil para mim e minha família apenas comida e combustível , e isso porque é o jeito . O resto trago de fora .

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 3:07 am 
Mensagens: 508Barão Geraldo
Concordo plenamente Fabio. Impostos absurdos são o principal vilão de nossos preços altos. Lucro e ineficiência devido a interferências indevidas vem em seguida. Nosso sistema tributário irracional impede o exportador de excluir os impostos incidentes na produção, e nenhum país são exporta imposto, a menos que não queira exportar.
Eu também compro tudo o que posso no exterior, pelo menos o que cabe nas malas. O problema são os bens que não cabem na mala, e que são absurdamente caros por aqui. Recentemente tive que trocar de carro e pagar um preço absurdo num carro de "luxo", que nos EUA é considerado carro de estudante. Comprei, mas muito a contragosto, pois já morei nos EUA e conheço bem as diferenças. Teria sido muito mais feliz na compra se não conhecesse.


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 3:18 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 8862Rio de Janeiro- RJ
Carro é outra coisa que sou forçado a comprar aqui . Mas como não ligo para ano de carro e sim para o carro não sofro tanto . Prefiro uma Porsche 99 do que um Corolla 0km

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 3:28 am 
Mensagens: 508Barão Geraldo
Já pensei assim, até pegar um "limão" usado e descobrir que o barato saiu caro. Meu medo com usado é exatamente pegar um "limão". E para ajudar a manutenção e peças de carro de "luxo" por aqui consegue ser absurdamente mais cara que os já absurdos preços dos carros 0Km.


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 3:46 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 8862Rio de Janeiro- RJ
Aí que está . As peças dos meus carros eu tambem trago dos USA . Peça de Jaguar lá custa o mesmo que peça de Citroen aqui , voce sabe disso .

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 3:51 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 8862Rio de Janeiro- RJ
Vamos lá , você é economista e sabe fazer conta . Nunca que o custo de manutenção de um importado top entre 0 3º e o 10º ano superará sua depreciação .
Um Mercedes S-klasse deprecia 40% em 3 anos . E você gastará menos de 5% do valor dele em mautenção nos primeiros 10 anos

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 3:52 am 
Mensagens: 508Barão Geraldo
Sei sim. Essa estratégia funciona para manutenção preventiva, mas e para urgência? Ficar sem carro por meses a espera da próxima viagem não dá, então vc acaba pagando milhares de reais numa pecinha qualquer.


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 4:01 am 
Mensagens: 508Barão Geraldo
A manutenção média realmente não vai superar a depreciação nos 10 primeiros anos. Mas devido à assimetria de informação típica do mercado de usados eu corro um sério risco de comprar um "limão", e se eu der esse azar a manutenção pode sim sair mais cara que a depreciação. Se eu pegar um "limão" também corro risco de perder renda por ficar alguns dias sem carro, além da renda perdida pelo tempo perdido em visitas constantes ao mecânico.
É tudo probabilidade, e como sou avesso a risco prefiro carro 0Km.


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Mar 11, 2013 4:06 am 
Mensagens: 508Barão Geraldo
Eu só compro usado sob uma condição: que seja de um parente ou amigo que eu sei que não mentiria para mim sobre a condição do carro, seus defeitos e como foi cuidado.
Comprar de desconhecido só fiz uma vez e me dei muito mal, e olha que tomei todos os cuidados possíveis para identificar se o carro era um limão.


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Empresas de brasileiros que oferecem transporte em português em Londres

em Como se locomover em Londres

Última mensagem Dom Jan 19, 2020 11:10 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

1

Empresas de brasileiros que oferecem transporte em português em Nova York

em Transporte em Nova York

Última mensagem Qua Set 04, 2019 8:20 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

3

Empresas de brasileiros que oferecem transporte em português em Buenos Aires

em Transporte em Buenos Aires

Última mensagem Sex Jan 10, 2020 9:21 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

5

ANAC distribui slots para novas empresas no Aeroporto de Congonhas

em Aeroportos

Última mensagem Dom Out 20, 2019 2:42 pm LMBJR Ver última mensagem

 

8

As 3 praias mais bonitas de Arraial do Cabo

em Arraial do Cabo

Última mensagem Seg Dez 02, 2019 1:51 pm manucaldas Ver última mensagem

 

3

 


Booking.com


Falando de Viagem
Bate-papo

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante