Dicas de viagem

Todos os horários são GMT - 3 horas


Ir para página 1, 2  »

 Página 1 de 2 [ 12 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 10:17 am 
 Atualizado: Qui Dez 10, 2020 2:37 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 19172
Administrador
Imagem

É inegável que os cursos estão na moda, tanto os de milhas aéreas, quanto os de outros assuntos. Entretanto, é preciso pontuar que não existe fórmula mágica e não é comprando um curso que você se tornará um profissional no mundo das milhas - muito pelo contrário. Não somos contra os cursos, mas o Falando de Viagem sempre foi a favor da livre informação, de forma gratuita, e sabemos que vários cursos de baseiam em informações trocadas em nosso fórum e nos grupos de WhatsApp e Telegram.

Antes de comprar um curso você precisa saber:

1) Você precisa ter um bom cartão de crédito

Não adianta querer ter sucesso com um Nubank ou outros cartões simples na carteira, nas variantes Internacional ou Gold (salvo raríssimas exceções). Se a pontuação for baixa, você vai demorar muito para conseguir ganhos consideráveis, e vai acabar desistindo no meio do caminho. Por isso, ter um Mastercard Black, Visa Infinite, Elo Nanquim Diners Club e alguns Platinum (também raríssimas exceções) é preciso.

Na verdade, o ideal é ter pelo menos 2 ou 3 cartões de crédito bons, para aproveitar as diferentes oportunidades. Só tome cuidado com a anuidade, pois se você tiver que pagar precisará calcular o "prejuízo" ao calcular os lucros com o acúmulo de milhas aéreas.

Geralmente, a renda para esses cartões começa em R$ 10.000,00, mas tem cartões que exigem renda de até R$ 50.000,00 e não tem como dar um jeitinho. Alguns cartões não aceitam fatura de outros cartões ou movimentação na conta corrente para forma de comprovar renda.

Cartão de crédito não é status. Trata-se de um instrumento que só tem valor na medida em que te proporciona benefícios reais. Falar que tem dezenas de cartões e milhares de reais em limite, por si só, não é vantagem alguma e só compromete o seu score de crédito.

2) Você precisa ter um limite de crédito alto

O limite de crédito é fundamental para ter sucesso no mundo das milhas aéreas. Você vai precisar usar muito o seu cartão - muito mesmo - para ter ganhos altos. Não estamos falando de R$ 5.000,00 ou R$ 10.000,00 de limite. É preciso ter R$ 30.000,00 para cima, pelo menos. Ou então ter um cartão com limite flexível, que permita que você extrapole o valor sem negar as compras.

Nem sempre é mais vantajoso pagar com o cartão de crédito. Às vezes, se o desconto à vista for bom, vale mais a pena. Às vezes, também há diferenciação entre pagamento em 1 vez e em 12 vezes sem juros.

Com um cartão de crédito Gold e limite de R$ 2.000,00 você nunca conseguirá viajar de Classe Executiva.

3) O mercado muda constantemente

Se tem um mercado instável é esse de milhas aéreas e cartões de crédito. É tudo muito instável, então é um risco que você sempre estará correndo ao usar as táticas mais elaboradas para se tornar um milheiro profissional. Acumulando normalmente, não tem riscos, mas a maioria das práticas que os cursos ensinam envolvem riscos. Você está disposto a assumir esse risco? Seu perfil é conservador ou agressivo? Pergunte e responda para si mesmo.

As empresas que compram milhas são:
- Compro Milhas.
- MaxMilhas.
- Hot Milhas.
- Credimilhas.
- Cash Milhas.
- BankMilhas.

4) Os lucros do passado não podem ser referência para os lucros do futuro

Para chamar compradores, são usadas táticas de lucros passados. Muitos desses lucros podem ter acontecido em bugs de sistema ou no início do lançamento de um app, quando as condições eram ótimas e não havia restrições. Os bancos e os apps de pagamento de contas estão sempre mudando as regras, para tornar o acúmulo mais restritivo.

5) Acumular milhas para vender pode dar muita dor de cabeça

Várias empresas compram milhas aéreas de pessoas físicas, para emitir passagens aéreas. Acontece que nos cursos, os exemplos de venda de milhas são inflacionados, e talvez a conta não fecha. Se você quer retorno rápido, poderá ter um prejuízo rápido. As cotações para compras de milhas Smiles, TudoAzul, LATAM Pass e TAP Miles&Go mudam a toda hora, então se você achar que vai vender o milheiro a R$ 25,00, mas acabou vendendo a R$ 20,00, poderá ter que amargar um prejuízo. Tem que fazer as contas pensando em valores mais baixos, acompanhar a cotação e não ficar ansioso para vender logo.

Tem ainda o problema do CPF, que as empresas limitaram para coibir a venda de milhas. Às vezes, você pode vender 100 mil milhas para a empresa, que vai emitir 10 passagens aéreas para pessoas diferentes, usando 10 CPFs. Pode ser que você acumule mais milhas do que conseguirá vender por causa dessas restrições.

Se houver cancelamento da passagem aérea, você terá que devolver o dinheiro para a empresa caso não seja viável novas emissões. Você perde CPFs para usar e ainda tem um contratempo. Os cursos ensinam a "tática" de usar CPFs de outras pessoas da sua família, mas convenhamos que pode haver efeitos colaterais. Os programas de milhagem estão sempre criando regras que objetivam restringir o comércio das milhas. Esteja ciente disso e não assuma riscos desnecessários.

Os limites estão assim atualmente:
- Smiles: emissão de no máximo 25 CPFs por ano diferentes do titular;
- LATAM Pass: emissão de no máximo 24 CPFs por ano diferentes do titular;
- TudoAzul: emissão de no máximo 5 CPFs.

Você, provavelmente, vai ter que assinar um clube de milhas dos programas de fidelidade para aumentar o acúmulo. Esse valor precisa entrar nos seus cálculos. Você precisa saber vender as milhas corretamente para ter os lucros prometidos e isso não é tarefa fácil e, geralmente, são anos de aprendizado.

Você não se tornará um expert em 1, 2 ou 3 meses. Tem que pensar a longo prazo.

6) É preciso ter dinheiro e controle financeiro

Se você está apertado, querendo dinheiro rápido, pode se dar mal. Você vai precisar "girar", ou seja, usar os cartões de crédito para pagar as contas e maximizar o acúmulo. É preciso ter uma reserva financeira para suportar eventuais atrasos e demais problemas. Você precisa ter dinheiro também para pagar as faturas. Agora se você já tem as milhas, e não vai precisar fazer nada, pode vendê-las para ter um retorno rápido, mas é preciso lembrar que dependendo do valor o prazo para receber esse dinheiro pode ser de até 45 dias. Quanto maior o valor, maior vai ser o prazo de pagamento da empresa que compra as suas milhas.

É correto afirmar que você vai movimentar mais dinheiro do que a sua renda. Organização é algo essencial para quem passa a se dedicar ao mundo das milhas, com vários cartões, limites elevados, pagamentos cruzados e etc. Sem isso, corre-se o risco de gerar um enorme passivo, o que terminará em dívidas e pagamento de juros. E você sempre corre o risco de ser chamado pela Receita Federal para dar explicações de movimentações bem acima da sua renda declarada no Imposto de Renda.

7) É preciso ter foco e definir uma meta

Não adianta ter 1.000 milhas em 6 programas diferentes. É preciso traçar as suas metas e perfis. Você vai acumular milhas para viajar ou vender? Esse é a principal pergunta.

Uma estratégia que funciona para uma pessoa, pode ser uma péssima escolha para outra. Não existe fórmula mágica e tudo vai depender da realidade de cada um.

8) Saiba fazer operações matemáticas básicas

Você sabe fazer as contas corretamente? Se não souber, pois achar que tem um lucro X, quando na verdade tem um lucro Y. É preciso fazer sempre cálculos para entender se está ou não valendo a pena a oportunidade. É preciso também levar em consideração a cotação do dólar, pois o dólar a US$6 é diferente do dólar a US$4, e a realidade do mercado financeiro reflete em tudo.

Os cartões de crédito que usam o real como base para conversão dos pontos estão se destacando mais do que os que usam o dólar americano como base.

9) É viável vender as milhas apenas do Smiles e LATAM Pass

Smiles e LATAM Pass, mesmo com as limitações, ainda são as melhores opções para vender. TudoAzul, pela restrição de 5 CPFs, acaba se tornando quase inviável, e não vale investir. O TAP Miles&Go vale investir se você vai vender para outras pessoas, pois apenas uma empresa confiável compra as milhas e impõe várias complicações.

Milhas aéreas de outros programas de fidelidade, como o AAdvantage da American Airlines, não tem mercado.

10) Você precisa declarar a comercialização das milhas no Imposto de Renda

Entre os especialistas prevalece o entendimento de que utilizando-se das estratégias de compra e venda de milhas, e obtendo lucro nesta operação, você ficara enquadrado nas hipóteses previstas pelas normas da Receita Federal de obrigatoriedade da entrega da declaração anual de imposto de renda com a devida discriminação da venda das milhas,

Sobre o ganho de capital incide imposto de 15% a ser pago no mês subsequente a venda, contudo, o imposto somente será devido se o valor total das vendas ultrapassar R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) dentro do mês.

11) Você precisa estar atualizado diariamente

Por último, mas não menos importante. Você precisa ter tempo e disciplina para se atualizar diariamente. Tudo muda rapidamente e algumas oportunidades aparecem da noite para o dia, e duram pouco tempo. Se você estiver off-line, vai perder. Tem um meme nos grupos do FDV que diz: "Quem dorme perde bug". É exagero, claro, mas tem um fundo de verdade. Se você não for muito antenado vai perder as melhores oportunidades.

As informações envolvendo milhas são dinâmicas, sendo que o que vale a pena hoje, pode já não ser amanhã. Por isso, mais importante do que fazer um curso é acompanhar sites confiáveis como o Falando de Viagem.

Conclusão: não existe maneira fácil de ser milheiro

Pode ser que no passado tenha existido uma era mágica onde o primo do cunhado da tia tenha viajado com a família toda em Classe Executiva ou Primeira Classe, mas essa não é a realidade atual. Para ser milheiro você deve estar disposto a estudar, saber qual o seu perfil de viagens e ter tempo para se dedicar. Saber de antemão que às vezes viajar de milhas não é a melhor opção também é um aprendizado. Que é importante planejar e ter flexibilidade para pegar boas oportunidades. É ter orelhas de aço para passar muito tempo nos tele atendimento a para fazer as melhores emissões.

Antes de começar, tenha em mente que não será uma tarefa fácil, principalmente se o seu intuito é comercializar as milhas aéreas. O mercado está saturado e está mais fácil ganhar dinheiro vendendo curso do que vendendo milhas.

Boa sorte!

Texto: esse texto foi produzido em conjunto pelos integrantes do grupo FDV - Cartões G1.

E você, se considera um milheiro profissional? Já utilizou um curso de milhas ou aprendeu tudo no FDV? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do melhor grupo de descontos do WhatsApp. Acesse: https://fdv.im/DescontosG19



 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 10:34 am 
Mensagens: 580
Excelente matéria e texto. Grupo G1 tá de parabéns. E Gabriel pela curadoria e rápida produção textual.

Tapa na cara dos vendedores de cursos que prometem milagres.


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 10:36 am 
Mensagens: 2491Rio de Janeiro
Excelente artigo! Nunca assinei qualquer curso, graças ao FdV!!


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 10:59 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 3685
Matéria incrível. Vale a pena divulgar, para que as pessoas não caiam em golpes que são anunciados por aí, prometendo benefícios e vantagens que não existem.

_________________
http://fdv.im/HugoMarcio


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 11:03 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 1750Novo Gama/GO
Parabéns pela matéria!

Desde 2014, Bem antes desses ditos cursos, aprendi muitas informações preciosas lendo aqui no FDV e trocando ideias com os foristas.


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 11:07 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 5987
EXCELENTE matéria. Melhor lugar para aprender sobre milhas é aqui. E olha que entendo nada perto desse time brabo que temos por aqui.

Obrigada pessoal por tantos ensinamentos relevantes.

_________________
http://fdv.im/JulianaMagalhaes


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 11:49 am 
Mensagens: 1
Matéria excelente e bastante esclarecedora pra todos aqueles que são aliciados por propagandas enganadoras dos vendedores de cursos, na qual procuram passar uma realidade que não é bem o que eles falam. Todo o aprendizado que tive, foram de anos seguindo os fóruns e participando dos grupos do FDV no whats e telegram, sendo todas as informações passadas com muita responsabilidade. Parabéns pela matéria e realmente o Grupo G1 de cartões é o melhor.


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 1:08 pm 
Mensagens: 219
Isso deixa evidente que milhas ainda não é pra todo mundo e esses cursos tem se aproveitado disso escondendo essas informações.

Tenho vários familiares que perdem dezenas de milhares de pontos todos os anos. Tento explicar, falo pra minha sogra informar o CPF na hora de abastecer que o resto eu faço. Falo pra verificar os pontos no app do banco. Mas ainda assim, acham muito trabalhoso.

Esses cursos tem pegado muitos curiosos desavisados, por isso tem dando lucro.


 Mensagem não lidaPublicado: Qui Dez 10, 2020 5:05 pm 
Mensagens: 50
Parabens pela matéria!!!!
Concordo com o que foi dito, até pq toda a informação vendida nos cursos estão de forma gratuita para quem se interessar e pesquisar.

Eu acho um absurdo e de certa forma apelativa a maneira com que um dos cursos se apresenta:

"Aprenda um investimento que rende 20% e seu banco esconde de você."

Isso não faz o menor sentido, banco não "investe" em milhas, eles apenas compram dos programas de fidelidade para distribuir de acordo com os gastos nos cartões.


 Mensagem não lidaPublicado: Dom Dez 13, 2020 3:39 pm 
Mensagens: 731
Ótima matéria, parabéns!


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
As milhas aéreas têm validade?

em Programas de Fidelidade

Última mensagem Seg Jan 04, 2021 2:21 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

1

Grupo de WhatsApp sobre milhas aéreas

em Programas de Fidelidade

Última mensagem Sex Jan 22, 2021 8:27 am falandodeviagem Ver última mensagem

 

0

Grupo de Telegram sobre milhas aéreas

em Programas de Fidelidade

Última mensagem Sex Nov 06, 2020 2:22 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

1

Qual é a diferença entre pontos e milhas aéreas?

em Programas de Fidelidade

Última mensagem Dom Dez 27, 2020 9:55 am GabrielDias Ver última mensagem

 

3

Acúmulo de milhas Smiles voando com a GOL Linhas Aéreas

em Smiles

Última mensagem Sáb Jan 02, 2021 6:28 am emmanuelkalispera Ver última mensagem

 

3

 


Booking.com
Dicas de viagem

Todos os horários são GMT - 3 horas



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes