Página 1 de 1 [ 4 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Seg Abr 22, 2019 9:33 am 
 Atualizado: Seg Abr 29, 2019 8:44 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 18672
Administrador
Imagem

Um destino rústico como Visconde de Mauá tem seus charmes e suas dificuldades, e uma das preocupações mais frequentes é a acessibilidade. Até poucos anos, o único meio de entrada em Mauá era uma estrada de terra que tornava a viagem mais demorada e complicada. Felizmente, este trecho foi completamente asfaltado e não gera mais dor de cabeça para os viajantes. Por outro lado, as vias dentro da região de Visconde de Mauá continuam apresentando uma estrutura muito simples.

Os principais acessos aos povoados de Visconde de Mauá, Maringá e Maromba são perfeitamente asfaltados. Porém, quando o viajante deseja explorar as cachoeiras e trilhas da região, o acesso para a maioria desses passeios é feito por estradas de terra, com pedregulhos, buracos e muitas vezes íngremes. Como muitas das hospedagens de Mauá têm diárias caras, cria-se a ideia de que para viajar para a região também é preciso ter um carro potente, alto e 4x4. Entre esta expectativa e a realidade, a missão do Falando de Viagem é abrir o jogo sobre os possíveis perrengues que viajantes com carros mais simples podem ou não passar em Visconde de Mauá.

Leia também: Visconde de Mauá, Maringá e Maromba | Entenda a região

Vamos direto ao ponto: você absolutamente não precisa ter um carrão para se aventurar por Visconde de Mauá. Ao raciocinar um pouco sobre a realidade da região, conclui-se facilmente que esta é uma expectativa totalmente irreal, porque os moradores dos povoados são pessoas muitos simples, que têm carros populares e mesmo assim, se locomovem sem problemas. Ao mesmo tempo, como descrevemos anteriormente, o acesso à maioria das atrações naturais é sim complicado, então há alguns fatores não tão agradáveis a se considerar.

Combustível e paciência é tudo que você precisa para evitar perrengues ao viajar para Visconde de Mauá com um carro não tão potente. Ao encarar estas estradas difíceis com veículos simples, o truque é ir devagar e ficar muito atento ao chão. Com isso, o percurso pode durar o dobro de tempo do que está previsto no mapa, exigindo muita paciência do visitante. Fazer esta viagem com o tanque cheio é essencial exatamente porque você andará nessas estradas lameadas de primeira ou segunda marcha, as que mais gastam combustível. Há apenas um posto de gasolina em Visconde de Mauá, o que pela lei da oferta e da procura significa preços altíssimos.

Visconde de Mauá não é um destino elitista como muitos pensam. Há pousadas e restaurantes de diferentes preços e o acesso está longe de ser exclusivo só para aqueles que portam o 4x4 mais tecnológico do mercado. Se os moradores da região vivem naquelas estradas esburacadas com carros antigos, manuais e 1.0, é claro que você consegue fazer o mesmo, desde que entenda que será preciso os dois pilares apontados previamente: tanque cheio e calma. Não deixe que estes detalhes te impeçam de conhecer este destino tão incrível!

Leia também: Vale a pena viajar para Visconde de Mauá no verão?

Boa viagem!

Texto e foto: Manoela Caldas.

E você, conhece Visconde de Mauá? Teve dificuldade com as estradas? Conte para nós a sua experiência!

Contrate aqui o seguro viagem bom, barato e com a maior e melhor cobertura do mundo (2 milhões de dólares).
Busque aqui: https://travelinsurance.falandodeviagem.com.br


Buscando Voos mais baratos? Aqui você os encontrará!
Busque aqui: https://VoosMaisBaratos.falandodeviagem.com.br


Aluguel de carro - alugue conosco e economize!
Acesse: https://carro.falandodeviagem.com.br


Buscando hospedagem mais barata? Aqui você a encontrará!
Acesse: https://HospedagemMaisBarata.falandodeviagem.com.br


Economize e reserve seus passeios com antecedência
Acesse: https://fdv.im/PasseiosMaisBaratos


Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do nosso grupo no Telegram. Entre agora mesmo, pois estamos Falando de Viagem: https://t.me/falandodeviagem



 Mensagem não lidaPublicado: Seg Abr 22, 2019 10:01 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 10013
A primeira vez que fui para Visconde de Mauá foi nos anos 90, quando a estrada era de terra, e fui num Uno Mille.

_________________
http://fdv.im/FlavioBaran


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Abr 22, 2019 11:32 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 3315
Em 2009 fui para Visconde, e optamos por voltar passando por dentro (Bocaina de Minas e Mirantão) com carro comum, e deu certo.

No entanto, se estivesse chovendo não teria dado certo, pois algumas subidas ficariam inviáveis para um carro comum.

_________________
http://fdv.im/HugoMarcio


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Abr 22, 2019 3:09 pm 
Mensagens: 725
Andar nas estradas esburacadas de terra de Mauá é a definição daquele clássico ditado: não é força, é jeito.

_________________
http://fdv.im/ManuCaldas


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Vale a pena viajar para Visconde de Mauá com crianças?

em Visconde de Mauá

Última mensagem Sex Abr 19, 2019 9:54 am GabrielDias Ver última mensagem

 

2

Vale a pena viajar para Visconde de Mauá no verão?

em Visconde de Mauá

Última mensagem Seg Abr 15, 2019 10:14 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

2

As cachoeiras de Visconde de Mauá são gratuitas ou pagas?

em Visconde de Mauá

Última mensagem Sex Mai 03, 2019 3:16 pm manucaldas Ver última mensagem

 

1

Visconde de Mauá, Maringá e Maromba: entenda a região

em Visconde de Mauá

Última mensagem Ter Jun 25, 2019 11:12 am GabrielDias Ver última mensagem

 

2

Pousada Fazenda do Mel: o melhor do rústico chique em Visconde de Mauá

em Visconde de Mauá

Última mensagem Seg Abr 22, 2019 8:07 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

3

 


Booking.com




Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante