Regras para remarcação, cancelamento e reembolso de passagens aéreas para as companhias nacionais

Troca de informações sobre as dúvidas gerais dos viajantes.
Avatar do usuário
falandodeviagem Mensagens: 19677 Administrador
Sáb Mar 21, 2020 12:46 pm
Imagem

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), o Ministério Público Federal (MPF) e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, assinaram, na sexta-feira (20), um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para garantir os direitos do consumidor durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O documento estabelece regras para remarcação, cancelamento e reembolso de passagens aéreas entre todas as companhias nacionais.

Leia também: Devo cancelar a minha viagem por causa do coronavírus?

Remarcação sem custos

O TAC estabelece que que o passageiro poderá remarcar, sem custo, sua viagem nacional ou internacional, uma única vez, se tiver adquirido a passagem aérea até a data de assinatura do documento (20/03), para voos entre 1º de março e 30 de junho de 2020, respeitada a mesma origem e destino.

Codeshare

Para as viagens realizadas por meio de acordos de compartilhamento de voos, operados por companhias que tenham parcerias de planos de milhagem e voo “charter”, os passageiros poderão remarcar a sua viagem para qualquer data, dentro do tempo de validade da passagem aérea, sem taxas de remarcação ou diferença tarifária.

Viagens na baixa temporada

As passagens aéreas compradas para voos durante a baixa temporada poderão ser remarcadas, sem custo, para viagens durante a mesma época, mas se a escolha for por viagens para a alta temporada (julho, dezembro, janeiro e feriados), haverá cobrança de diferença tarifária. Os passageiros que adquiriram bilhetes para a alta temporada poderão remarcá-los, sem ônus, em qualquer época, respeitada a validade do contrato. A troca de destinos é possível, com eventual cobrança de adicional tarifário.

Cancelamentos

Os passageiros que compraram passagens aéreas com data até a assinatura do TAC (20/03) poderão cancelar sua viagem nacional ou internacional entre 1º de março e 30 de junho de 2020, sem custos adicionais. Neste caso, o valor pago será mantido como crédito pelo período de um ano, a partir da data do voo. A remarcação do bilhete poderá resultar na cobrança de eventuais valores ou tarifas, mas sem incidência de multas ou taxas contratuais. Se a opção for pelo reembolso, o prazo será de até 12 meses, sem correção monetária ou multas, a partir do dia da solicitação.

Atrasos ou cancelamentos

O acordo assinado entre a ABEAR, o MPF e a Senacon também estabelece que atrasos ou cancelamentos de voos decorrentes do fechamento de fronteiras não resultarão, por parte da companhia aérea, no fornecimento de assistência material como alimentação, hospedagem e traslado, conforme prevê a Resolução 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Neste caso, as empresas auxiliarão o Ministério das Relações Exteriores a localizar e trazer brasileiros que estejam no exterior.

Compromisso

Todas as alterações de voos realizadas de forma programada pelas companhias aéreas nacionais, como horários e itinerários, serão informadas aos passageiros dentro do prazo de 24 horas. As empresas também se comprometeram a oferecer, gratuitamente, canais de atendimento por telefone ou on-line para esclarecer dúvidas e colher reclamações, que deverão ser respondidas em até 45 dias. Além disso, todas as empresas nacionais estão integradas ao Consumidor.gov.br, canal de mediação da administração pública federal.

Leia também: 10 hábitos de higiene que você deve ter em qualquer viagem, independente de pandemias

Planeje a sua próxima viagem

Para você não ter trabalho, nós fizemos selecionamos as melhores empresas, com os melhores preços e totalmente confiáveis, para você reservar on-line e com opção de parcelamento.

- Quer pegar a estrada? Alugue um carro clicando aqui.
- Prefere ir de avião? Compre sua passagem aérea clicando aqui.
- Hotel de luxo ou custo-benefício? Escolha a melhor hospedagem clicando aqui.
- Quer curtir sem preocupações? Garanta o seguro de viagem clicando aqui.
- Quer ficar 24 horas on-line? Compre seu chip de internet clicando aqui.
- Quer comprar moeda estrangeira? Receba em casa ou escritório clicando aqui.
- Ingressos para as principais atrações? Compre on-line e parcele clicando aqui.

Boa viagem!
Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

Avatar do usuário
LMBJR Mensagens: 11168
Sáb Mar 21, 2020 3:10 pm
Excelente para as aéreas que manterão em caixa o que já foi captado e co adicionaram demais a reutilização além de ganhar um prazo sem igual para o desembolso da devolução de valores, 12 meses...

Avatar do usuário
GabrielDias Mensagens: 41738
Sáb Mar 21, 2020 4:46 pm
O cenário é muito complicado para as aéreas do mundo inteiro. Várias vão quebrar. Várias rotas nunca irão ser retomadas.





Booking.com

Voltar para “Dúvidas gerais”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Anúncio