Destinos - América do Norte
Canadá
Toronto

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]




 Página 1 de 1 [ 3 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Ter Abr 02, 2019 11:35 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 18792
Administrador
Imagem

Toronto é uma cidade surpreendente. A maior cidade do Canadá é vibrante, ao mesmo tempo que acolhe o visitante de forma que só os canadenses conseguem fazer. Com muita arte, cultura, compras, gastronomia e natureza, este é um destino que oferece mais do que se espera. Visitar Toronto é ter a certeza de voltar para casa já pensando em voltar.

Quanto tempo ficar na cidade?

Toronto é uma metrópole repleta de atrações, mas é compacta ao mesmo tempo. Consideramos quatro ou cinco noites o tempo ideal para curtir a cidade sem correr, e sem sobras. Porém, se você está com pouco tempo, é sim possível fazer vários passeios em duas ou três noites. Em cinco dias, você conseguirá aproveitar muito alguns dos melhores passeios que a cidade tem para oferecer, mas como o tempo ainda sim é seleto, será preciso se manter nas atrações mais óbvias. Em uma próxima visita, você poderá sair mais do meio hiperturístico para ter uma vivência mais local e conhecer outros aspectos de Toronto. Neste roteiro, vamos te ajudar a otimizar seu tempo para curtir o máximo possível.

Leia também: Quantos dias passar em Toronto?

Quando ir para Toronto?

Este é um destino para o ano todo, mas como as estações no Canadá são muito bem definidas, é preciso alinhar o período da viagem com as suas expectativas. A alta temporada na cidade é o verão. Nos poucos meses de calor, a cidade fica ainda mais movimentada e os preços sobem consideravelmente. Esta é uma excelente notícia para os viajantes que querem aproveitar o frio e neve. O tão temido inverno canadense é totalmente suportável, uma vez que o viajante esteja protegido com a peças certas. E por ser baixa temporada, a viagem ainda sairá mais econômica e as atrações estarão mais vazias - só benefícios! Se você deseja um meio termo entre calor e frio extremos, a primavera e outono são boas opções também.

Leia também: Quando é a alta temporada em Toronto?

Como chegar a Toronto?

Você pode voar com a Air Canada direto do Brasil para Toronto. Se deseja fazer uma viagem combinando múltiplos destinos canadenses, também pode voar Air Canada para Montreal e de lá ir para Toronto de avião, carro ou trem - sendo o trem, na nossa opinião, a forma mais prática.

Também é possível viajar com outras companhias aéreas, sempre com uma conexão, como American Airlines, Delta Air Lines, United Airlines e Copa Airlines.

Roteiro de 5 dias em Toronto

Primeiro dia:

Separe o roteiro por área para facilitar. No primeiro dia, explore a região de Waterfront - perto do lago de Ontário. A primeira parada é a CN Tower, a principal atração de Toronto, uma torre de 553 metros que oferece uma incrível vista da cidade. O passeio pode ser feito de três formas: LookOut, SkyPod e EdgeWalk. O primeiro é o ticket básico, que te dá direito a subir até o andar de janelas de vidro, aos 346 metros de altura. Se você quer explorar alturas mais extremas, a segunda opção é o ideal, que permite a visita a 100 metros acima, por uma taxa extra. E se você busca mesmo aventura, você pode fazer o EdgeWalk, que é a visita no nível mais alto da torre, mas do lado de fora! Se você tem coragem de fazer a última opção, é necessário verificar disponibilidade on-line antes (no inverno não é oferecida).

Tempo necessário: uma a duas horas.
Valor: entrada paga. Confira os diferentes preços clicando aqui.

Imagem

A CN Tower fica na Nathan Phillips Square, que é a praça central de Toronto e combina várias atrações turísticas. Além da torre, lá também está o letreiro colorido de Toronto e o Ripley’s Aquarium. Após subir na torre, tire uma foto com o letreiro e se você tiver interesse, adicione mais uma a duas horas para conhecer o aquário, que é uma boa atração principalmente para quem viaja com crianças.

Tempo necessário: uma a duas horas.
Valor: o letreiro é gratuito e o aquário tem entrada paga. Confira os preços clicando aqui.

Se você estiver viajando no inverno, aproveite para patinar no gelo no ringue que sempre é montado na praça durante os meses frios. A patinação é, com certeza, uma das atividades imperdíveis do inverno canadense, em que turistas de todas as idades se divertem. No fim do ano, também é lá que é montada a árvore de Natal oficial da cidade.

Após finalizar a visita na Nathan Phillips Square, pegue um táxi ou Uber até o Distillery District. A ideia de ir ao Distillery District por último é para assistir o pôr do sol e também curtir a noite na região. Se você viaja no inverno, fique atento ao horário, porque o sol se põe cedo nesta época.

Ao chegar ao distrito, passeie pela região, se perca pelas ruelas, visite lojas e aprecie as obras de arte sem pressa. Quando a fome bater, escolha um dos restaurantes para finalizar o dia com chave de ouro. Os restaurantes do bairro são descolados e vários são regionais - com cozinha mexicana, italiana, espanhola e mais. Nós conhecemos o restaurante mexicano El Catrin e amamos.

Leia também: The Distillery District | A fusão do antigo com o moderno em Toronto

Tempo necessário: duas horas ou o tempo que você julgar necessário.
Valor: gratuito.

Uma das áreas mais interessantes e únicas de Toronto.

Volte para o hotel e descanse para o dia seguinte.

Segundo dia

Este dia será dedicado a região do centro de Toronto, onde estão os principais museus. Neste dia, as distâncias entre as atrações são maiores, então será preciso pegar táxi ou Uber. Vale lembrar que no Canadá você usa o mesmo app que usa no Brasil para chamar o Uber, mas o pagamento não pode ser realizado em dinheiro, então o custo no cartão de crédito fica 6,38% mais alto por causa do IOF.

Leia também: Uber no Canadá | Montreal, Ottawa e Toronto

Comece indo para a Casa Loma, um castelo de impressionantes 98 cômodos que é a segunda atração mais visitada da cidade, mas está um pouco isolada. O tour permite que você conheça toda o interior do castelo, que é decorado com um impressionante acervo de obras de arte e objetos de design do mundo todo.

Tempo necessário: duas horas.
Valor: o tour é pago e você pode conferir o valor clicando aqui.

Seguindo a visitação de museus, vá para o Royal Ontario Museum, o principal da cidade. A distância é de em média meia hora andando, então pegue um táxi ou Uber se preferir. O museu tem um enorme acervo que ocupa os cinco andares do prédio e conta a história das civilizações e também de evolução de espécies, com foco na área dos dinossauros. O ROM é bem clássico e democrático, o tipo de museu que agrada toda a família, independentemente da idade. A entrada é gratuita, mas há algumas exposições temporárias pagas.

Tempo necessário: duas horas.
Valor: gratuito.

Leia também: 5 museus que você precisa visitar em Toronto

O imponente Royal Ontario Museum.

Bem ao lado do ROM, há dois outros museus interessantíssimos, porém de nicho, o Bata Shoe Museum, que conta a história da humanidade através dos sapatos, e o Gardiner, que tem o acervo composto apenas por cerâmicas. Se não tiver interesse em ambos, vale a pena visitar ao menos um deles. Recomendamos o Bata, principalmente para quem gosta de moda, cultura pop, e também para quem viaja com crianças, por ser mais lúdico. Lá, você encontrará sapatos icônicos, como o de Marilyn Monroe, Michael Jordan e até o sapatinho de cristal da Cinderela.

Imagem

Após a visita aos museus, aproveite que você está em uma das áreas mais privilegiadas da cidade para bater perna. Nos arredores do museu, você encontra: o agradável Queens Park, o bonito campus da Universidade de Toronto e o sofisticado bairro de Yorkville, que tem muitas lojas de grifes, caso você queira fazer compras especiais. Se você já quiser almoçar, esta é uma bela região, com muitos bons restaurantes. Perca-se pelas ruas sem pressa e aproveite a cidade.

Leia também: Yorkville | O bairro da moda e sofisticação em Toronto

Imagem

Ao terminar o passeio, siga para a Art Gallery of Ontario a pé ou de táxi/Uber, dependendo de onde a sua caminhada pela região tenha te levado. A mais antiga galeria de arte do Canadá e uma das maiores da América do Norte possui mais de 90 mil obras de arte e 40 mil fotografias em exposição de nomes como Monet, Picasso, Andy Warhol e muitos outros gênios.

Tempo necessário: uma hora e meia.
Valor: entrada paga. Confira os diferentes preços clicando aqui.

Escolha um restaurante legal para finalizar o dia e volte para o hotel.

Terceiro dia

Dia de compras! Inicie o dia na Queen Street, uma das ruas mais descoladas de Toronto. Ela é muito extensa, então cabe a você medir o quanto você deseja andar e o quão longe quer explorar. A rua tem muitas lojas legais, galerias de arte e paredes grafitadas, então aproveite para fazer compras, passear e tirar fotos sem pressa. Lá, você encontra fast fashions, como Zara, H&M e Urban Outfitters, assim como marcas locais e brechós. Para chegar até lá, use o Graffiti Alley como referência e vá seguindo a rua em direção ao St. Lawrence Market, que será o próximo destino. Leve o tempo que quiser na Queen Street, sem pressa.

Ao finalizar as compras, vá para o St. Lawrence Market almoçar. O mercado público de Toronto é o lugar perfeito para degustar a gastronomia local, vale muito a pena explorar o mercado. Se você gosta de levar geleias, molhos e bebidas alcoólicas locais para casa ou deixar queijos e aperitivos no frigobar do hotel, lá é o lugar perfeito para fazer estas compras. Para o almoço, você pode tanto sentar em um lugar para uma refeição mais tradicional, ou também ir de balcão em balcão experimentando coisas diversas até ficar satisfeito.

Tempo necessário: de uma a duas horas para fazer tudo com calma.
Valor: entrada gratuita.

Siga para Yonge-Dundas Square em uma caminhada de aproximadamente 15 minutos. Este é o burburinho turístico da cidade para quem quer fazer compras. A praça é conhecida como a Times Square de Toronto e abriga todas as lojas que você possa imaginar: Nike, Adidas, Forever 21, H&M e muitas outras. Vale deixar claro que a praça é apenas o foco e maior concentração comercial, mas há muitas lojas e estabelecimentos em geral ao longo das ruas Yonge e Dundas, ambas enormes - a Yonge, inclusive, é considerada a rua mais extensa do mundo. Na praça, também há uma entrada para o shopping Eaton Center a cidade subterrânea The Path. Mesmo que você visite Toronto no verão, vale a pena conhecer a parte subterrânea do destino, que também é uma atração única. Leve o tempo que quiser para passear e divirta-se.

Imagem

Leia também: Yonge-Dundas Square | A Times Square de Toronto

Ainda sobre compras, vale a pena conhecer a Dollarama, a loja que vende tudo por até 4 dólares canadenses. São várias unidades na cidade e sempre vale dar uma espiadinha, pois os produtos podem ser diferentes. O ideal, inclusive, é tentar passar nela antes de ir para o hotel, para evitar carregar peso. Acredite: você vai querer comprar muitas coisas!

Leia também: Dollarama: a loja que vende tudo por até 4 dólares no Canadá

Escolha um lugar legal para jantar e volte para o hotel.

Quarto dia

Apesar de não estar exatamente em Toronto, as Niagara Falls estão bem perto da cidade e são uma atração muito procurada por turistas. Em uma viagem de quatro dias, é possível separar um dos dias para fazer este bate e volta. Este é um passeio que pode ser feito em qualquer época do ano, inclusive no dia mais gelado de inverno. A diferença é que, dependendo da temperatura, o visual que você encontrará é diferente. Nos meses quentes, as cataratas estarão fluindo normalmente. Já no frio, elas podem estar congeladas, o que não é negativo, muito pelo contrário, é um impacto muito interessante e diferente.

Os 130 quilômetros de distância podem ser percorridos de diferentes formas - alugando um carro, ônibus, trem, tour particular, excursão, transfer e outros. Em nossa opinião, a melhor forma e o melhor custo-benefício (principalmente se você estiver em grupo) é de carro. O aluguel por um dia não sai caro e você tem a total liberdade de horários e também de passear pela cidade após conhecer as cataratas.

Independentemente de qual método você escolher, é preciso sair cedo para fazer o bate e volta valer a pena. De carro, são aproximadamente 1h30 de estrada. O percurso em si não é muito interessante e nem tem vistas surpreendentes, mas é rápido. Ao chegar na cidade de Niagara Falls, vá direto para as cataratas. Nós, brasileiros, temos mania de comparar este passeio com Foz do Iguaçu, mas orientamos fortemente que você não faça isso. Cada destino é um destino, com suas particularidades e belezas singulares que não precisam competir uma com a outra. Ao invés de criticar, aproveite. Além de observar as surpreendentes cataratas, também são oferecidos passeios ao redor dela, como de barco e tirolesa. Fique à vontade para fazer o que preferir.

Imagem

Após de deslumbrar com as quedas d'água, a charmosa cidade de Niagara Falls te espera. Bata perna pela rua Clifton Hill, se encante no Oakes Garden Theatre e aposte no Casino Niagara. A Clifton Hill é lotada de lojas e restaurantes, a muvuca da cidade. Já os dois outros passeios são mais tranquilos para quem quer fugir da multidão. Escolha um restaurante legal para almoçar e quanto o passeio se esgotar, pegue o carro e volte para Toronto. Você provavelmente estará cansado, então sugerimos que você aproveita a piscina do hotel, jante em um lugar legal e se prepare para o próximo dia.

Imagem

Tempo necessário: um dia inteiro.
Valor: depende das suas escolhas, mas basicamente: transporte + lazer e refeições em Niagara.

Quinto dia

Apesar de ser uma metrópole, Toronto também tem natureza presente, e o quarto dia é a vez de explorar este aspecto da cidade. Vale destacar que estes passeios são sim mais animados durante os meses quentes, a alta temporada. Porém, também é possível fazê-los no inverno sem problemas.

Comece o dia indo direto no Jack Layton Ferry Terminal para embarcar para uma navegação pelo Lago Ontário, em uma visita às Toronto Islands. Este é um passeio divertido para toda a família, que possibilita um contato com a natureza e também apreciar uma vista diferenciada da silhueta da cidade, que nenhum outro ângulo de dentro da cidade consegue igual, nem mesmo a CN Tower.

Imagem

Para chegar até as ilhas, o meio de transporte mais usado é o ferry, mas também é possível fazer o passeio de táxi aquático. É possível comprar os tickets presencialmente na bilheteria do terminal, mas filas costumam ser grandes, principalmente nos finais de semana. Recomendamos que você se organize com antecedência e garanta a sua entrada online para não encarar filas. Os horários de saída do ferry mudam de acordo com a temporada. Você pode conferir mais detalhes, preços e informações clicando aqui.

O trajeto de ferry dura aproximadamente 20 minutos. São três ilhas: a Centre, Hanlan’s e Ward’s Island. O barco para na ilha principal, Centre, e de lá, é possível andar para as outras duas ilhas em um agradável passeio. O roteiro do terceiro não será tão corrido e cheio de atrações como os dois dias anteriores exatamente porque os passeios sugeridos requerem tempo. Não há uma estimativa exata de quanto tempo você deve passar no arquipélago. Deixe-se perder pela ilha, ande de bicicleta, faça um piquenique, almoce por lá e esqueça do horário. O passeio é muito agradável e familiar. O ticket do ferry é válido para ida e volta.

Imagem

Tempo necessário: três horas ou o tempo que você julgar necessário.
Valor: Confira os preços do ferry clicando aqui.

Após explorar as ilhas, é hora de bater mais perna em outro famoso passeio próximo à natureza, o High Park. Ao saltar do ferry, será necessário pegar um táxi/Uber até o parque para uma corrida de aproximadamente 15 minutos. O High Park é o maior parque de Toronto e irá preencher a sua agenda na parte da tarde. Vale a pena se planejar para assistir o pôr do sol de lá.

Assim como o passeio das ilhas, não tenha pressa e caminhe pelos bosques e lagoa. Este é um parque que une locais e turistas, então é muito comum ver moradores jogando baseball, fazendo piqueniques, praticando yoga, andando de skate e outros esportes - até mesmo no inverno! Se você der sorte, também encontrará algum evento acontecendo no parque.

Imagem

Além de bater perna sem rumo, dentro do High Park também há um zoológico, boa visita para quem está com crianças. E se você está cansado de andar, há um simpático trenzinho que percorre o parque em 30 minutos e custa $4.50 para adultos e $3.50 para crianças, porém, ele só costuma operar de abril a setembro ou outubro, fugindo do inverno.

Tempo necessário: duas horas ou o tempo que você julgar necessário.
Valor: gratuito. Apenas o Toronto Zoo é pago e você pode conferir os preços clicando aqui.

Após estes longos passeios, escolha um restaurante legal para finalizar a sua estadia em Toronto e vá para o hotel.

Leia também: Onde comer em Toronto | 5 restaurantes imperdíveis

Vale lembrar que nesse roteiro não consideramos o dia da chegada e da saída, que dependem dos horários dos seus voos, mas certamente você terá mais algum tempo para passear mais, fazer compras ou simplesmente relaxar na piscina do seu hotel.

Conclusão

Como foi dito anteriormente, em cinco dias, é possível checar os principais itens "turistões" da sua lista, mas para quem quer ter aquela experiência mais 'off road', mais local, será preciso mais tempo, ou uma próxima visita. Neste roteiro, separamos as principais atrações por área como uma forma de otimização de tempo. Ao seguir estas dicas, você fará alguns dos passeios mais famosos da metrópole, mas saiba que de qualquer forma você precisará voltar para conhecer para explorar tudo que essa cidade incrível tem para oferecer.

Sempre que possível, recomendamos fazer os deslocamentos andando, afinal, é ótimo caminhar pelas agradáveis ruas da cidade, principalmente no verão, outono e primavera. No inverno, o frio é forte e fica mais difícil caminhar por muito tempo, sendo necessário usar um meio de transporte.

Boa viagem!

Texto: Manoela Caldas.

O Falando de Viagem viajou para Toronto a convite do Turismo de Toronto.

E você, conhece a cidade de Toronto? Como foi o seu roteiro? Tem outras dicas? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do nosso grupo no Telegram. Entre agora mesmo, pois estamos Falando de Viagem: https://t.me/falandodeviagem



 Mensagem não lidaPublicado: Qua Abr 03, 2019 12:40 pm 
Mensagens: 488
Excelentes informações! parabéns pela matéria.


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Jun 25, 2019 11:05 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 1719
Cinco dias julgo ser o tempo ideal mesmo...

_________________
http://fdv.im/BeatrizSoares


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Guia de Toronto | Dicas e roteiro de viagem de 2 dias

em Toronto

Última mensagem Sex Mar 08, 2019 11:40 am JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

2

Guia de Toronto | Dicas e roteiro de viagem de 3 dias

em Toronto

Última mensagem Ter Jun 25, 2019 11:00 am Beatriz Ver última mensagem

 

3

Guia de Toronto | Dicas e roteiro de viagem de 4 dias

em Toronto

Última mensagem Qui Mar 28, 2019 12:12 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

3

Guia de Ronda | Informações, dicas e roteiro de viagem de 1 dia

em Espanha

Última mensagem Dom Jun 30, 2019 11:38 am Ajudante Ver última mensagem

 

3

Guia de Barcelona | Dicas e roteiro de viagem de 3 dias

em Barcelona

Última mensagem Seg Jun 24, 2019 3:40 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

2

 


Booking.com


Destinos - América do Norte
Canadá
Toronto

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 4 visitantes