En Gedi Nature Reserve: o maior oásis de Israel

Troca de informações sobre Israel.

Avatar do usuário
falandodeviagem Mensagens: 19428 Administrador
Sáb Set 01, 2018 10:02 am
Imagem

Visão geral

Mais da metade da área de Israel é ocupada por desertos. O deserto localizado entre Jerusalém e o Mar Morto é chamado de Deserto da Judéia. Apesar de inóspito e seco, esse deserto esconde alguns lugares muito interessantes que valem a pena visitar, como é o caso de En Gedi Nature Reserve.

Localizado próximo à margem oeste do Mar Morto, En Gedi é o maior oásis de Israel. No meio de um deserto árido e rochoso, fontes de água doce criaram um local belíssimo e cheio de vida selvagem.

Os achados arqueológicos mais antigos mostram que o local foi inicialmente ocupado na Idade do Cobre, cerca de 5.000 anos atrás. Na época, um templo foi erguido próximo a uma das fontes e recebia peregrinos vindos de vários locais. As ruínas desse templo ainda podem ser vistas. Ao longo das eras, o oásis foi ocupado pelos diversos povos que passaram por aquela região. En Gedi é citado diversas vezes na Bíblia.

A reserva possui quatro fontes de água doce, que dão origem a quatro córregos que correm por dois vales até desaguar no Mar Morto. Os dois córregos principais são David’s Stream, que corre pelo vale de Wadi David, e Arugot Stream, que corre pelo vale de Wadi Arugot. As nascentes são abastecidas pela água da chuva que cai nas Montanhas da Judéia, é absorvida pelo solo, atinge o subsolo rochoso e escorre até o local.

Optamos por seguir a trilha chamada Lower Wadi David, que segue o leito do córrego David’s Stream. O caminho é de fácil acesso e é bem demarcado e sinalizado, porém só há sombra nos cem primeiros metros. Em 10 minutos chegamos a uma cachoeira.

Apesar de a caminhada não ter sido cansativa nem longa, foi impossível resistir ao banho de rio pois o calor sob o sol do deserto era massacrante.

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi3.jpg]Trilha de Wadi David

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi2.jpg]Primeira cachoeira da trilha de Wadi David

Em poucos minutos a cachoeira estava cheia de visitantes:

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi1.jpg]Primeira cachoeira da trilha de Wadi David

Seguindo a trilha, encontramos uma pequena cachoeira com bastante sombra ao redor. Paramos para descansar um pouco:

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi5.jpg]Pequena cachoeira da trilha de Wadi David

Diversas espécies animais vivem na reserva como íbex (espécie de cabra selvagem), leopardos, hienas, lobos, raposas e serpentes, porém só vimos pássaros e libélulas:

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi4.jpg]Libélula

Seguindo a trilha em direção à nascente, em 10 minutos chegamos a outra cachoeira, a David’s Waterfall, que forma uma piscina natural maior e com maior profundidade. Novamente foi impossível resistir a um mergulho.

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi15.jpg]Trilha de Wadi David

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi16.jpg]Chegando à cachoeira David’s Waterfall

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi7.jpg]Chegando à cachoeira David’s Waterfall

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi8.jpg]Cachoeira David’s Waterfall

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi9.jpg]Cachoeira David’s Waterfall

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi11.jpg]Cachoeira David’s Waterfall

Após a cachoeira a trilha continuava, porém a partir de um ponto a passagem era proibida para visitantes, então não prosseguimos. Do ponto mais alto onde chegamos tinha-se uma bonita vista do Mar Morto.

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi14.jpg]Trilha de Wadi David

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi6.jpg]Vista para o Mar Morto

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi10.jpg]Vista para o Mar Morto

Na entrada da reserva há uma loja de conveniências e várias mesas e bancos para os visitantes descansarem e se hidratarem após a visita.

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/israel_en_gedi17.jpg]Loja de conveniências na entrada da reserva

Como chegar

O acesso de carro é muito fácil. As estradas são boas e há estacionamento gratuito no local. De Jerusalém leva-se 1 hora e 25 minutos de carro. Tel Aviv é um pouco mais longe, levando cerca de 2 horas de carro. Pela proximidade, uma visita a En Gedi pode ser combinada com uma visita a Masada e ao Mar Morto. Quem não está de carro pode contratar uma excursão que saia dessas cidades.

O acesso às cachoeiras é feito por trilhas bem demarcadas e sinalizadas. A caminhada é agradável e em sua maior parte não oferece grandes dificuldades, porém é quase toda feita sob o sol. Portanto, chapéu, óculos de sol e filtro solar são recomendados.

Quanto custa?

A entrada no parque custa 28 shekels para adultos e 14 shekels para crianças e jovens de 5 a 18 anos. O shekel tem equivalência com o real.

O parque funciona todos os dias da semana. De sábado a quinta-feira o horário de funcionamento é das 8:00 às 16:00. Nas sextas-feiras e vésperas de feriados ele fecha uma hora mais cedo.

Conclusão

O En Gedi Nature Reserve é um lugar incrível e com certeza merece ser visitado. O acesso é fácil, possui estacionamento gratuito e as trilhas são todas muito bem demarcadas e sinalizadas. O ideal é visitar o local pela manhã e levar água, chapéu, óculos de sol e protetor solar para se proteger do sol escaldante do deserto. Depois de caminhar um pouco sob o sol, não há nada melhor do que se refrescar nas cachoeiras e piscinas naturais. Para quem se interessa por história e arqueologia, podem ser visitadas ainda as ruínas de um templo pré-histórico, de uma sinagoga do século 3 e de um moinho de farinha do período mameluco (séculos 13 a 16).

Recomendamos muito!

Texto e fotos: Flavio Baran.

O Falando de Viagem visitou En Gedi Nature Reserve a convite do Israel Nature and Parks Authority.

E você, já visitou En Gedi Nature Reserve? Gostou? Se refrescou nas cachoeiras? Visitou os sítios arqueológicos? Conte para nós a sua experiência!
Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
Avatar do usuário
baran Mensagens: 10194
Sáb Set 01, 2018 10:39 am
En Gedi é muito bonito. Queria ter feito a outra trilha, mas o calor era tanto que não agüentamos. Meu filho teve insolação nesse dia, mesmo tendo usado chapéu e mergulhado nas três cachoeiras.

Chegando no hotel, demos um antitérmico para ele, pulamos na piscina e não saímos até a hora do jantar.
soares Mensagens: 504
Dom Set 02, 2018 9:53 pm
Um oásis milenar. É uma terra santa mesmo! merece ser visitada.
Avatar do usuário
GabrielDias Mensagens: 41516
Qua Dez 26, 2018 5:49 pm
Que lugar, hein? Me surpreendeu!
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos



Booking.com

Voltar para “Israel”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Anúncio