Destinos - Oriente Médio
Israel

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]




 Página 1 de 1 [ 6 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Sáb Out 27, 2018 10:05 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 18711
Administrador
Entrada do City of David National Park.

Visão geral

Jerusalém atrai turistas de todo o mundo em busca de seus muitos locais com importância religiosa para as três maiores religiões monoteístas. A maioria deles fica situado dentro das muralhas da Cidade Velha. Muita gente não sabe, mas a Jerusalém bíblica, a cidade conquistada pelo Rei David 3.000 anos atrás, não ficava onde hoje está a Cidade Velha, mas sim um pouco mais ao sul e fora das muralhas. Só posteriormente o Rei Salomão, seu filho, ampliou a cidade para incluir o Monte Moriá, onde construiu o templo no local que hoje abriga a Esplanada das Mesquitas e o Muro das Lamentações. No período do 2º Templo (350 a.C. até 70 d.C.) a cidade se expandiu para a área onde hoje fica a Cidade Velha. Com a eclosão da Grande Revolta contra Roma (66 a 70 d.C.) a Cidade de David, como é chamada a Jerusalém "original", foi totalmente destruída e com o passar dos séculos sua localização foi esquecida. No final do século 19, quando se iniciaram as pesquisas arqueológicas em Jerusalém, descobertas feitas naquele local levaram à identificação da localização original de Jerusalém.

Leia também: Roteiro de viagem de carro por Israel | Tel Aviv, Jerusalém, Mar Morto, Eilat, Haifa e Tiberias

O City of David National Park, também conhecido como Jerusalem Walls National Park, consiste de várias escavações arqueológicas que mostram como era essa Jerusalém de 3.000 anos atrás.

O quarto queimado (the burnt room) - ruínas do cômodo de uma casa destruída pelo fogo durante a destruição de Jerusalém pelo rei babilônio Nabucodonosor.

O quarto queimado (the burnt room) - ruínas do cômodo de uma casa destruída pelo fogo durante a destruição de Jerusalém pelo rei babilônio Nabucodonosor.

Ruínas de casas pertencentes à aristocracia no período do 1º Templo.

Ruínas da Cidade de David.

Demonstração de como rochas grandes eram transportadas.

Demonstração de como rochas grandes eram transportadas.

Ruínas da Cidade de David.

A piscina de Siloam.

Canal que alimenta a Piscina de Siloam.

Local onde é projetado o show de luzes Hallelujah.

Os visitantes podem conhecer o Túnel de Ezequias (Ezekiah’s Tunnel), também chamado de Túnel de Siloam (Siloam Tunnel), um túnel escavado na rocha a mando do Rei Ezequias (século 8 a.C.) para desviar a água de uma nascente (Gihon Spring) para abastecer a Piscina de Siloam, dentro da cidade, impedindo assim que um exército invasor utilizasse essa água e garantindo o fornecimento de água durante um cerco à cidade. O túnel, que tem 533 metros de extensão, é percorrido no escuro e com água até os joelhos. Para a visita guiada é necessário usar calçados que possam molhar e levar uma lanterna.

O parque também é palco do show Hallelujah, um show de luzes projetadas nas ruínas da Cidade de David, que conta a história do renascimento de Jerusalém após o fim do exílio na Babilônia, mais de 2.000 anos atrás. São três apresentações por noite, com duração de 1 hora e 15 minutos, e acontecem de domingo a quinta-feira. Os ingressos são pagos à parte e custam 65 shekels (adultos) e 54 shekels (crianças de 5 a 18 anos e idosos). Os ingressos devem ser adquiridos antecipadamente e podem ser comprados pela internet.

Como chegar

O parque está localizado bem próximo à Cidade Velha e chega-se facilmente de táxi ou de ônibus. Da Cidade Velha é possível ir a pé saindo pelo Dung Gate e caminhando 160 metros. Não há estacionamento no local.

No interior do parque os caminhos são todos pavimentados, de modo que não é necessário nenhum calçado especial nem passar por nenhuma trilha. Quem pretende visitar o Túnel de Ezequias (Ezekiah’s Tunnel) deve levar sandálias que se prendam aos pés, bermudas que possam molhar e lanterna. O parque oferece guarda-volumes.

Quanto custa

A entrada no parque custa 28 shekels para adultos, 24 shekels para estudantes e 14 shekels para crianças e idosos. O shekel tem equivalência com o real.

O parque funciona o ano todo, de domingo a sexta-feira.

Conclusão

O City of David National Park é um lugar com uma história incrível e com certeza merece ser visitado. Para quem gosta de história antiga ou arqueologia é visita obrigatória. O acesso é fácil e tudo é bem sinalizado. O centro de visitantes é muito bem estruturado, com loja de conveniências e guarda-volumes. O ideal é fazer uma visita guiada para melhor aproveitar toda a riqueza histórica do local. Caminhar pelo Túnel de Ezequias é uma experiência única, divertida e vale muito a pena, principalmente no verão, pois caminhar na água fria ajuda a amenizar o forte calor.

Recomendamos!

Texto e fotos: Flavio Baran.

O Falando de Viagem visitou City of David National Park a convite do Israel Nature and Parks Authority.

E você, já visitou City of David National Park? Gostou? Assistiu ao show de luzes? Recomenda? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do nosso grupo no Telegram. Entre agora mesmo, pois estamos Falando de Viagem: https://t.me/falandodeviagem



 Mensagem não lidaPublicado: Sáb Out 27, 2018 4:01 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 10036
Para aproveitar bem o que esse parque tem a oferecer, uma visita guiada é fundamental.

_________________
http://fdv.im/FlavioBaran


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Out 29, 2018 12:11 am 
Mensagens: 488
Muito interessante!
O Baran agora resolveu "desengavetar" de vez, suas experiências recentes em Israel. kkkk
Parabéns!


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Out 29, 2018 7:21 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 10036
@soares,

Não cheguei nem na metade. Aguarde.

_________________
http://fdv.im/FlavioBaran


 Mensagem não lidaPublicado: Seg Out 29, 2018 8:16 am 
Mensagens: 1836
Realmente muito interessante.

_________________
http://fdv.im/AdrianaRuhmke


 Mensagem não lidaPublicado: Qua Out 31, 2018 8:08 am 
Mensagens: 277
Lugar fantástico.

O túnel de Ezequias é impressionante, demora quase 30 minutos para atravessá-lo. O começo tem realmente muita água, mas depois fica tranquilo.

Como estava sozinho, entrei no meio de um grupo de chineses e acabou sendo muito divertido.


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Como é o Aeroporto Hoedspruit/Eastgate, nos arredores do Kruger National Park

em Kruger National Park

Última mensagem Qua Mar 13, 2019 11:38 pm Ayos0 Ver última mensagem

 

2

6 hotéis de 5 estrelas na África do Sul: Cidade do Cabo, Joanesburgo e Kruger National Park

em África do Sul

Última mensagem Qui Dez 06, 2018 2:44 pm Ajudante Ver última mensagem

 

4

Vale a pena viajar sozinho para fazer safáris no Kruger National Park?

em Kruger National Park

Última mensagem Seg Fev 25, 2019 11:13 am Beatriz Ver última mensagem

 

2

Machane Yehuda Market: o principal mercado da parte nova de Jerusalém

em Israel

Última mensagem Seg Abr 15, 2019 10:12 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

5

Vale a pena ir ao Alpen Park com crianças?

em Gramado

Última mensagem Qua Jun 12, 2019 4:51 pm Ajudante Ver última mensagem

 

3

 


Booking.com


Destinos - Oriente Médio
Israel

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes