Página 1 de 1 [ 6 mensagens ] 
 
 Título: 10 coisas que você precisa fazer na sua primeira vez em Santiago do Chile
Mensagem não lidaEnviado: Seg Jun 18, 2018 9:34 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 17903
Administrador
10 coisas que você precisa fazer na sua primeira vez em Santiago do Chile

Imagem

O Chile é um país muito próximo de nós e que oferece uma diversidade de destinos incrível. Do deserto do Atacama até o paraíso gelado da Patagônia, há muito o que conhecer e o Falando de Viagem tem bastante conteúdo sobre essas aventuras tão incríveis e distintas. Nesse texto, vamos voltar ao básico que nunca sai de moda: Santiago do Chile. A capital chilena é muito charmosa, culturalmente rica e com belas paisagens. Para te ajudar a organizar a sua primeira vez nesse destino surpreendente, selecionamos 10 coisas que você precisa inserir em seu roteiro de iniciante.

Subir ao Cerro San Cristóbal

O Cerro San Cristóbal é um mirante natural, com 880 metros de altura e a melhor vista periférica da cidade. Há duas principais formas de chegar até lá: com aventura, ao fazer a trilha até o topo a pé ou de bicicleta; ou com conforto, de funicular. É importante dizer que esta atração lota muito. Muito mesmo. Por isso, se você escolher subir ao Cerro de funicular, se planeje para chegar à bilheteria cedo - preferencialmente, às dez da manhã. Quem chega mais tarde pode ficar até duas, três ou até quatro horas na fila do ingresso, principalmente em alta temporada.

Se você escolher utilizar o funicular, a vendedora te apresentará diferentes tipos de ingressos, pois há diversos pontos de entrada e saída abrangidos pelo Cerro. Independente de qual você escolher, recomendamos que você nunca entre a saia do Cerro San Cristóbal pela mesma via do funicular. Quando há a possibilidade de entrar de um lado da cidade e sair de outro completamente diferente, o passeio é muito mais interessante e benéfico do que percorrer o mesmo caminho duas vezes.

Uma vez no topo, aprecie uma deslumbrante vista da cidade e tire muitas fotos. Lá, também há alguns cafés, restaurantes e pequenas tendas com artesanato local. O Cerro possui alguns diferentes níveis que você pode explorar e toda a estrutura é muito limpa e organizada. O passeio é imperdível!

Uma breve observação válida: há outro mirante na cidade, o Sky Costanera, que é um prédio alto que oferece a mesma vista panorâmica da cidade. Na nossa opinião, não há sentido em fazer os dois passeios em uma só viagem. E, ao escolher entre um mirante natural, ao céu aberto, lindo e agradável; e observar a cidade por trás das janelas de uma torre. A resposta é fácil, né? Recomendamos muito o Cerro San Cristóbal. Basta se programar para chegar cedo e aproveitar a vista!

Leia também: Cerro San Cristóbal | Beleza, natureza e uma belíssima vista de Santiago do Chile

Conhecer a casa de Pablo Neruda

Outro grande marco da cidade é a casa onde morava o poeta chileno Pablo Neruda. Conhecida como La Chascona, a antiga residência é localizada bem ao lado do Cerro San Cristóbal. É uma ótima oportunidade de fazer ambos no mesmo dia. Conhecer mais sobre a interessantíssima história de Neruda é entender sobre a história do Chile. Em grande parte de sua vida, o poeta foi ativo politicamente no país - motivo pelo qual, inclusive, Neruda foi morto pela ditadura militar. Durante o regime ditatorial, os militares invadiram a La Chascona e destruíram muitos bens materiais e obras de Neruda. A casa foi aberta ao público como museu depois de uma revitalização. Hoje, ao entrar nela, você se depara com a antiga residência do poeta organizada como ele gostava de viver. A mesa é posta, a cama feita, a disposição de móveis e toda a decoração foi reproduzida como se ele de fato ainda passasse seus dias por lá. É um passeio imperdível, necessário e emocionante.

O poeta também possui uma casa em Valparaíso, a La Sebastiana. Elas são completamente diferentes e a visita vale a pena em ambas.

Leia também: La Chascona | A casa do Pablo Neruda em Santiago do Chile

Apreciar arte nativa no Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana

Esqueça tudo que você já viu sobre a arte e história dos povos nativos da América Latina. O Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana possui uma estrutura diferente de todos os outros estabelecimentos que tratam sobre esse assunto. O museu é moderno, lindo, rico em detalhes e cultura. Infelizmente, isso é algo raro de se ver, já que em outros países latinos, os museus de maior estrutura tratam sobre artistas europeus e obras contemporâneas. É lindo de ver que um assunto tão importante como as raízes latino americanas possuem um espaço tão bonito e sofisticado em Santiago. O acervo do Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana é bastante completo e cobre várias fases e vários tribos indígenas de todo o território, tanto do Chile, como também de partes de todo o continente americano. A ida a esse museu é um show de história, de representatividade e modelo de valorização dos povos nativos. Todos deveriam poder conhecer!

Leia também: Vale a pena andar de metrô em Santiago do Chile?

Fazer compras no Costanera Center e Arauco Premium Outlet Buenaventura

Você sabia que Santiago do Chile é um bom destino para compras? E não estamos falando só de vinho! Muitos não sabem, mas a capital chilena possui muitos shoppings com marcas do mundo todo e preços mais atrativos que no Brasil. Em meio de tantas opções, selecionamos os dois melhores shoppings da cidade para você aproveitar um momento de compras: o Costanera Center e o Arauco Premium Outlet Buenaventura. Estes são de estilos diferentes e ficam em duas partes completamente distintas da cidade.

O Costaneira fica no burburinho e é acessível de transporte público. Esta é uma opção de shopping mais tradicional, em um prédio vertical, com marcas populares, como Nike, Adidas, The Body Shop e as lojas de departamento chilenas Falabella e Paris.

Já o Arauco é localizado em uma área afastada da cidade, onde não há pontos turísticos ou movimento na rua. Não há estações de metrô na região, então você necessariamente precisa ir de táxi ou Uber. O shopping/outlet também disponibiliza um ônibus privado gratuito para alguns grandes hotéis. Inclusive, não se engane com o título de outlet, pois os preços não são baixos. O Arauco possui lojas populares, mas também oferece lojas de grife, como Armani Exchange, Banana Republic, Carolina Herrera, entre outras.

Vale muito a pena conferir as ofertas chilenas. Cabe a você botar na balança qual shopping é mais adequado às suas necessidades, considerando as lojas disponíveis e a localização.

Leia também: Roteiro de compras em Santiago do Chile – O que vale a pena?

Ver a troca de guardas no Palacio de La Moneda

Outro grande marco da capital chilena é o Palacio de La Moneda, que nada mais é que o palácio presidencial do Chile, localizado no centro de Santiago. É possível fazer um tour interno pelo edifício, que tem uma arquitetura muito elogiada. Nos salões do palácio, é possível apreciar pinturas e esculturas de artistas chilenos. De dois em dois dias, acontece a famosa troca de guardas. Caso você tenha interesse em ver, vale a pena reservar uma manhã no seu roteiro para o evento. A praça em si é bastante ampla e a região é bonita e agradável. Por ser bastante turística, sempre há movimento.

Leia também: Palácio de La Moneda | O belo palácio que é a sede da presidência do Chile

Jantar no Patio Bellavista

Existem dois tipos de pessoas em viagens: as que pesquisam e planejam todos os restaurantes que querem ir e aquelas que preferem sair pela cidade e entrar em um local que parece ser gostoso, sem referências. Em Santiago, viajantes que se identificam com o segundo cenário podem passar um pouco de dificuldade. Na capital chilena, não se vê muitas opções de bons restaurantes ao andar pela rua. Como a alimentação lá é cara, se vê muito uma cultura de sanduicheiras e pizzarias, por serem opções mais baratas. No horário de almoço em dias de semana, por exemplo, é comum ver redes de fast-food com filas imensas.

Também existem muitos restaurantes, principalmente em locais turísticos, como na rua do Cerro San Cristóbal, que servem os famosos pratos feitos por um preço razoável. Mas convenhamos que em viagens nós desejamos experimentar uma gastronomia superior, certo? Para isso, recomendamos muito o Patio Bellavista, que é uma espécie de shopping aberto focado em restaurantes. Lá, há variedade de estilos gastronômicos para todos os gostos. Os preços são um pouco salgados. Se o seu orçamento estiver apertado, vale a pena mesclar uma alimentação mais simples com as opções superiores. Afinal, uma boa viagem requer boa gastronomia e vale a pena gastar um pouco mais para ter melhores experiências. Ainda mais em Santiago, que a qualidade dos locais costuma ser ''8 ou 80''.

Leia também: Patio Bellavista | Um point para ver e ser visto em Santiago

Ir à Plaza de Armas

O verdadeiro centro de Santiago do Chile é a Plaza de Armas. A praça é um ponto histórico da cidade, com alguns prédios coloniais como o Correio Central, a Prefeitura e Museo Histórico Nacional. É o tipo de marco que existe nas principais grandes cidades com influências europeias no mundo. Você pode apenas conhecer a região, tirar fotos e andar pela região. Ou se preferir, também pode conhecer o interior dos estabelecimentos citados em tours pagos. De qualquer forma, vale a pena passar pela Plaza de Armas.

Leia também: Plaza de Armas | Um ponto turístico de Santiago do Chile

Bater perna por Lastarría

Em qualquer lugar do mundo, o melhor jeito de conhecer um destino é a pé. Se a sua viagem para Santiago for um pouco mais longa, escolha um dia para desacelerar o ritmo de atrações turísticas e sair andando por aí. Há ótimos bairros na cidade para se fazer isso, mas recomendamos Lastarría como o ideal. A região é mais nobre, arborizada, bonita, acessível de transporte público e é onde se encontra alguns dos melhores hotéis, restaurantes e bares de Santiago. Recomendamos Lastarría, inclusive, como uma excelente área de hospedagem.

Leia também: 7 ótimos hotéis para você se hospedar em Santiago do Chile

Fazer um bate e volta para cidades próximas

O mais incrível de Santiago é que há diversas opções do que fazer dentro da própria cidade, mas a sua localização também permite que você faça o famoso bate e volta para aproveitar atrações próximas. São muitas possibilidades: Valle Nevado para os que querem esquiar; conhecer as charmosas cidades praianas de Valparaíso e Viña del Mar; e degustar vinhos nas vinícolas de San José de Maipo são algumas delas. Você pode alugar um carro para fazer os passeios por si só, ou contratar uma empresa que faça o tour e o translado. Se preferir, também vale a pena separar a viagem ao Chile em duas partes, e ficar mais dias em Santiago, e uma ou duas noites em algum desses paraísos próximos à capital.

Leia também: Vale a pena alugar carro em Santiago do Chile?

Explorar os parques e praças

Há muitos parques e praças em Santiago. Essa característica é sempre muito agradável para descansar os olhos do cinza e o espírito da correria da cidade. São muitas opções: Cerro Santa Lucía, Parque Bicentenário, Parque Quinta Normal, Parque Araucano, Praça Baquedano. A lista é longa. A disposição arquitetônica da capital chilena é muito europeia, com praças e parques grandes separando avenidas largas. A nossa sugestão é que você aposte em ir caminhando aos lugares, se possível, ao invés de fazer corridas rápidas de táxi, Uber ou transporte público. Os cenários das ruas são lindos e passar por um parque no meio do seu caminho é refrescante e delicioso.

Leia também: Chegando a Santiago | Procedimentos desde a saída do avião

Impossível não ficar com vontade de ir para Santiago! O destino oferece opções para todos os gostos, bolsos e estilos de turistas. É uma ótima aposta para casais, famílias, amigos, jovens e qualquer grupo. Agora que você já está por dentro de todas as dicas do que fazer na cidade, ficou mais fácil planejar a sua ida à capital chilena. Explicamos tudo para você e sua única preocupação é fazer as malas!

Texto: Manoela Caldas.

E você, conhece Santiago do Chile? Quais passeios fez? Faltou algum na lista? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Confira também as matérias do FDV no Portal R7: https://fdv.im/FDVPortalR7



 Título: Re: 10 coisas que você precisa fazer na sua primeira vez em Santiago do Chile
Mensagem não lidaEnviado: Seg Jun 18, 2018 1:12 pm 
Mensagens: 461
O Chile é incrível! Da natureza à capital, tem tanta coisa a se fazer! Santiago tem ótimas opções pra todos

_________________
http://fdv.im/ManuCaldas


 Título: Re: 10 coisas que você precisa fazer na sua primeira vez em Santiago do Chile
Mensagem não lidaEnviado: Seg Jun 18, 2018 1:28 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 5053
Cada vez gosto mais do Chile! Santiago é muito preparado para o turismo. Listinha está top!

_________________
http://fdv.im/JulianaMagalhaes


 Título: Re: 10 coisas que você precisa fazer na sua primeira vez em Santiago do Chile
Mensagem não lidaEnviado: Qui Jun 21, 2018 9:41 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 34850
Cidade incrível! Bem melhor do que Buenos Aires. Adoro :D

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: 10 coisas que você precisa fazer na sua primeira vez em Santiago do Chile
Mensagem não lidaEnviado: Qui Jul 05, 2018 10:14 am 
Mensagens: 13877
3 shoppings que vale a pena conhecer em Santiago do Chile viewtopic.php?f=632&t=16197

_________________
Confira também as matérias do FDV no Portal R7: https://fdv.im/FDVPortalR7


 Título: Re: 10 coisas que você precisa fazer na sua primeira vez em Santiago do Chile
Mensagem não lidaEnviado: Seg Set 24, 2018 4:31 pm 
Mensagens: 13877
Ótimo relato que recebemos em nosso grupo do WhatsApp:

Meu breve relato sobre Santiago do Chile. Estávamos em 4 pessoas, 2 casais.

Gostamos muito de Santiago, certamente voltaremos. A cidade é muito bonita e os passeios são espetaculares. As vinícolas, para quem gosta de vinhos como nós, impecáveis.

O transfer ida e volta com a Partner Reps Receptivo (indicação do Gabriel do FDV) foi perfeito, sem atraso no horário, carros impecáveis, motoristas excelentes.

Ficamos hospedados no Hotel Novapark, muito bom o hotel em termos gerais. Ótima localização, quarto e banheiro muito bons. O café é básico, mas bom.

No dia da chegada, após instalados no Hotel, fomos até a Rua Augustinas para fazer o tradicional câmbio. Fomos caminhando e já se habituando à cidade. Passamos pela Paseo Bandera (super colorida). Realmente ficamos muito bem localizados.

Nosso primeiro dia cheio no Chile fomos ao Vale Nevado. Foi um espetáculo a parte. Para quem nunca tinha visto a neve, foi uma experiência incrível. Com um pouco de neve caindo durante o dia, foi sem dúvidas um baita investimento. Fizemos o passeio privado com a Partner Reps Receptivo com o motorista Marcelo que nos deu um atendimento impecável. O tour privado faz toda a diferença. Sem dúvida, pelo menos no inverno, impossível ir a Santiago é não ir ao Vale Nevado.

Segundo dia fizemos o City Tour no período da manhã, também fizemos com a Partner Reps Receptivo. Achei bom e básico. Fomos aos principais pontos, conseguimos pegar a troca da guarda, mas achei pouco exploratório, poucos detalhes históricos. Na verdade faltou a presença do guia nas paradas e descidas.

No período da tarde, iríamos ao Sky Costanera, mas o tempo nublado nos fez mudar. Arrumamos um transfer privado e fomos a Undurraga. Iríamos de metrô/ônibus/uber, mas analisando os custos, juntando com o desconto na degustação conseguida pelo guia privado e a praticidade em voltar com os vinhos comprados no porta malas e não na mão dentro de um metrô/onibus/uber valeu muito a pena. Recomendo um transfer privado.

A Undurraga é uma vinícola linda, clássica. Atendimento primoroso e com ótimo bom humor, vinhos excelentes. Certeza de ótimas fotos. Recomendo muito a visita.

Terceiro dia estava reservado novamente para vinícolas. Continuamos com nosso guia privado. Começamos na Santa Rita, de uma história fantástica, tour absurdamente bom (tour premium), o tour conta e mostra todos os pontos da vinícola, casa que virou hotel, capela, vários jardins... E a degustação de vinhos tops feita nos porões que abrigaram os 120 soldados na clássica história da vinícola. Foi sem dúvidas a melhor das 3 que visitamos.

Saindo da Santa Rita, paramos em um casebre muito simples (tem vários) para comer as clássicas empanadas e o pastel de choclo. O lugar é muito, muito simples, mas a comida é ótima e o valor é ridiculamente barato.

Depois fomos a Concha y Toro, iríamos fazer o tour, mas tinha tanta gente que não empolgava. Fomos apenas à loja. Uma bela e grande loja. Mas como já tinha lido e ouvido, a Concha y Toro é estritamente comercial e foca nisso, na quantidade. Não posso falar sobre o tour.

Encerramos aqui as visitas às vinícolas. Os preços dos vinhos ícones e/ou os mais tops/premium são muito bons nas vinícolas. Os vinhos mais básicos se encontra com menos valor nos supermercados.

Quarto dia estava livre para aproveitar a cidade. Começamos pelo Mercado Municipal. Sujo, bagunçado, mais restaurantes que mercado, garçons chatos demais. Não gostei. O lugar é bonito por fora, mas decepciona por dentro. Não lembra nem em sonho os Mercados Municipais de Curitiba e São Paulo, por exemplo.

Depois fomos ao Sky Costanera. Um ótimo shopping. O Jumbo (hipermercado) é muito bom, com promoções de vinhos espetaculares (óbvio no dia que estávamos lá). O mirante é um espetáculo a parte. Visual lindo. Fotos tops. Vale muito o valor cobrado.

No quinto e último dia fomos ao Cajon Del Maipo. La é talvez, a paisagem mais bonita que já vi. Desconheço um lugar em que as fotos sejam tão bonitas. Uma explosão de azuis, impressionante. Adoramos. Porém, a grande decepção de toda a viajem também ficou em Cajon. Fizemos novamente o tour privado com a Partner Reps Receptivo e até lá tudo correu bem. Porém, ficamos num estacionamento muito longe do local, e, se todos estivessem ali e todas as pessoas caminhando, não seria um problema. O problema foi mais de 30 vans passarem levantando poeira e indo até o final do passeio. A caminhada dura em torno de 1 hora para ir até metade do caminho. Era impossível ir até o final caminhando. Extremamente cansativo, e comendo poeira piora muito. As imagens que vendem esse passeio, vendem um pic nic a beira do lago, mas eles entregam um pic nic no estacionamento. A justificativa, depois, é de que não podem mais subir carro até lá, mas, repito, passaram mais de 30 vans, ou seja, se não pode, não pode para ninguém.
Ficou a decepção por isso, apesar de a paisagem ser fantástica. Então quando fechar este passeio certifique-se se a empresa leva você até o final! Eles não vão somente quando tem neve na estrada, aí não tem jeito, você terá que caminhar. Mas com certeza a paisagem vale cada passo!!

Fomos em alguns restaurantes:
- Zocca, uma cantina no Pátio Bella Vista. Bonito lugar, atendimento muito bom, boa carta de vinhos, comida muito boa e preço alto, mas justo.
- Quitral Fuego e Cava, na Lastarria. Lindo ambiente, atendimento muito bom, ótima comida, boa carta de vinhos e preço muito justo. (dos que fui, foi o melhor)
- Ocean Pacific's, um ambiente diferente, bonito, cheio de itens curiosos, comida muito boa, atendimento médio, preço justo. O ambiente passa uma sensação de sujeira e é estranho as pessoas passando entre as mesas para conhecer os ambientes. Mas vale a visita.
- Peumayen Ancestral Food, no Bairro Bella Vista. O lugar e a decoração são espetaculares, o atendimento é primoroso. A comida é horrorosa, pequenas porções de várias coisas típicas do Chile que desagradam muito o paladar. A ideia é ótima, mas a comida definitivamente não é legal. O preço pelo que oferece é abusivamente caro. Não vale, não volto e não recomendo.

Em geral, como já se fala, a alimentação é cara, mas em comparação com bons restaurantes no Brasil, se equivalem.
Aqui no Brasil, para mim, comemos melhor que lá. Em Buenos Aires se come ainda melhor, se paga menos e se bebe os melhores vinhos nos restaurantes com preços baixos. Em Santiago os vinhos não são baratos nos restaurantes.

Com exceção dos passeios privados, todas as saídas em que foram necessário, usamos Uber. Funciona perfeitamente e não tivemos qualquer problema ou dificuldade.

_________________
Confira também as matérias do FDV no Portal R7: https://fdv.im/FDVPortalR7


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
10 coisas que você precisa fazer na sua primeira vez em Buenos Aires

em Buenos Aires

Última mensagem Ter Jun 12, 2018 8:15 pm baran Ver última mensagem

 

7

10 coisas que você precisa saber sobre Las Vegas

em Las Vegas

Última mensagem Seg Out 08, 2018 2:52 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

3

10 coisas que você precisa saber sobre Jeri

em Jericoacoara

Última mensagem Qua Jul 11, 2018 10:16 am GabrielDias Ver última mensagem

 

3

5 coisas que você precisa saber antes de viajar para a Alemanha

em Alemanha

Última mensagem Qua Set 19, 2018 5:19 pm manucaldas Ver última mensagem

 

5

23 coisas que você precisa saber antes de planejar sua viagem para o Vietnã

em Vietnã

Última mensagem Seg Jul 09, 2018 4:39 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

2

 



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes