Destinos - Europa
Alemanha

Todos os horários são GMT - 3 horas




 Página 1 de 1 [ 5 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Sex Abr 10, 2020 1:26 pm 
 Atualizado: Sex Abr 10, 2020 4:02 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 18809
Administrador
Imagem

Um complexo hoteleiro à beira mar construído do zero para acomodar até 20 mil soldados, oficiais e cidadãos nazistas. Este foi o projeto que Hitler idealizou na década de 1930 para um resort de férias na ilha de Rügen, no mar Báltico: o Colosso de Prora. Para o arquiteto-chefe do Reich Clemens Klotz, o Führer exigiu que todos os 10 mil quartos tivessem vista para o mar, o que resultou em um complexo de edifícios com 4,5 quilômetros de extensão a 150 metros da praia. Cada quarto contaria com duas camas, um armário e uma pia. Já os banheiros e salões seriam coletivos.

Como em todas as ações da terrível história protagonizada por ele, Hitler aspirava grandeza física e simbólica ao pensar em Prora. Além de ser um refúgio para os nazistas descansarem do peso do fascismo (alerta de ironia), Prora também escondia o objetivo do Führer de controlar o lazer dos nazistas. Além das acomodações, o complexo também contaria com uma arena assinada pelo arquiteto Erich Putlitz, que poderia sediar festivais e exibições de filmes.

'Contaria' e não 'contou' porque Prora representa perfeitamente a megalomania e incompetência do regime nazista. A construção foi interrompida com o início da Segunda Guerra Mundial em 1939 e nunca foi concluída. Nenhum nazista passou férias em Prora. Ao invés vez disso, os blocos habitacionais foram usados como 'quebra-galho' para diversas funções ao longo dos anos: refúgio da população de Hamburgo em momentos de bombardeio, abrigo para auxiliares femininas da Luftwaffe e base militar do Exército Vermelho.

Dois blocos habitacionais foram demolidos e depois reconstruídos pela Alemanha Oriental, com o objetivo de usar o edifício como base militar. Apenas no século XX, com a queda do Muro de Berlim, a Alemanha desocupou o complexo e listou oficialmente a construção como histórica. Em 2000, foi fundado um Centro de Documentação do local. O reconhecimento de Prora como um patrimônio histórico impede a demolição da estrutura.

Leia também:
- Casa de Anne Frank: uma triste face da guerra em Amsterdã
- Auschwitz-Birkenau: um triste e importante passeio pelos campos de concentração da Polônia

Imagem

Imagem

Imagem

O resort de Prora hoje

Desde 2018, parte as ruínas nazistas de Prora foi reinaugurada como um resort funcional e aberto para o público, o Prora Solitaire Apartments & SPA. A fachada renovada é eficiente em convencer alguns turistas que aquele é um hotel como qualquer outro e não um lugar construído a partir de sangue de inocentes. Prora chama atenção dos turistas desavisados do passado - ou os que simplesmente não se importam - por ser um destino de praia consideravelmente mais barato que os outros entre a alta demanda do verão europeu.

No lugar dos 12,5 metros quadrados originais dos quartos duplos com chuveiros compartilhados destinados aos turistas nazistas, os hóspedes agora encontram suítes de 28 a 120 metros quadrados, com banheiros privativos e cozinhas equipadas. Na área comum, um Spa equipado com sauna e piscina aquecida, que complementa as outras duas piscinas na parte externa. A recepção decorada com plantas e belas imagens do Mar Báltico sugere um ar sereno para um espaço historicamente marcado pela guerra.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Além do hotel, lá você também encontra salões de beleza, lojas e restaurantes. Outras partes do complexo são grandes canteiros de obras que vão se tornar um supermercado, consultórios médicos, uma clínica para idosos, entre outros projetos.

O apagamento do passado

A única referência à origem da Prora é a exposição permanente MACHTUrlaub, elaborada pelo Centro de Documentação desde 2004. Visitas guiadas ao local revelam detalhes horripilantes e emocionantes sobre a arquitetura e a história do complexo. Mas esta parte histórica fica Bloco III, distante de toda a distração de férias que ocupa o Bloco II.

Apesar do reconhecimento como patrimônio histórico, o edifício não tem sido devidamente usado para reforçar a memória de um passado que jamais deve se repetir. O que é particularmente incomum na Alemanha, já que o país tem leis rigorosas (e invejáveis, uma vez que o Brasil vive as consequências pós-ditadura militar de uma Lei da Anistia falha) contra as referências ao nazismo.

O país se destaca por usar as marcas de uma história sangrenta para educar, inclusive através do turismo, as gerações posteriores sobre os horrores do fascismo e da supremacia racial e religiosa. Este padrão reconhecido mundialmente é questionado ao saber que Prora hoje recebe hóspedes para curtir a praia e relaxar no Spa.

Leia também: 5 coisas que você precisa saber antes de viajar para a Alemanha

Texto: Manoela Caldas.
Fotos: divulgação.

E você, conhecia a história de Prora? Passaria férias relaxantes no balneário? Conte a sua opinião nos comentários!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do melhor grupo de descontos do WhatsApp. Acesse: https://fdv.im/Descontos11



 Mensagem não lidaPublicado: Sex Abr 10, 2020 2:59 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 10164
Que estranho/interessante! Nunca tinha ouvido falar desse lugar.

_________________
http://fdv.im/FlavioBaran


 Mensagem não lidaPublicado: Sáb Abr 11, 2020 2:22 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 8836Rio de Janeiro- RJ
Interessante. Nunca tinha ouvido falar. So um pequeno detalhe: o arquiteto-chefe de Hitler, na verdade, era Albert Speer. Klotz nao tinha tanto prestigio quanto o primeiro.

_________________
http://fdv.im/FabioMacedo


 Mensagem não lidaPublicado: Sáb Abr 11, 2020 1:33 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 3662
Também não conhecia e fique impressionado com o lugar.

_________________
http://fdv.im/HugoMarcio


 Mensagem não lidaPublicado: Ter Abr 14, 2020 6:09 am 
Mensagens: 2102
Já ouvi falar do lugar, O Prora Solitaire é um dos hotéis do local, existem outros mais Budget. Mas nunca tive vontade de conhecer, apesar de Rügen ser um lugar bonito.

_________________
http://fdv.im/AdrianaRuhmke


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Existe algum lugar seguro para onde eu possa viajar em meio à pandemia do coronavírus?

em Falando +D

Última mensagem Qua Abr 08, 2020 2:21 pm Ajudante Ver última mensagem

 

4

Onde comer em Buenos Aires: Elena, dentro do luxuoso Four Seasons Hotel Buenos Aires

em Alimentação em Buenos Aires

Última mensagem Seg Fev 17, 2020 12:24 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

3

Onde comer em Buenos Aires: Bistro Sur, dentro do luxuoso Faena Hotel Buenos Aires

em Alimentação em Buenos Aires

Última mensagem Qua Fev 19, 2020 11:13 am GabrielDias Ver última mensagem

 

3

Conexão no Aeroporto de Frankfurt com destino ao Brasil

em Frankfurt

Última mensagem Sáb Set 12, 2020 5:07 pm Ajudante Ver última mensagem

 

3

1 destino em cada estado do Brasil que você precisa conhecer

em Destinos - Brasil

Última mensagem Dom Jun 14, 2020 11:41 am Ajudante Ver última mensagem

 

5

 


Booking.com
Destinos - Europa
Alemanha

Todos os horários são GMT - 3 horas



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante