Falando +D
Família

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]




 Página 1 de 1 [ 2 mensagens ] 
 
 Mensagem não lidaPublicado: Sex Ago 09, 2019 9:10 am 
 Atualizado: Dom Ago 18, 2019 11:04 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 18877
Administrador
Imagem

Crianças e bebês podem viajar para neve? SIM! Ao contrário do que alguns podem pensar, viajar para neve não faz mal para a saúde dos bebês e crianças. Afinal de contas, como sobrevivem as crianças que moram nesses destinos? Sem dúvidas, são necessários muitos cuidados para que tudo ocorra bem e não estrague a viagem.

Se você está planejando uma viagem para um destino de neve, e está com receios, vamos lhe dar algumas dicas para que a sua viagem seja perfeita.

Leia também: Como fazer uma mala de inverno

1- Farmácia

Esse item é essencial em qualquer viagem com bebês e crianças, mas quando se trata de uma viagem para neve, os receios de gripes, resfriados e doenças respiratórias ficam ainda maiores. Converse com o pediatra e leve uma farmacinha reforçada com tudo que seu filho possa precisar. Lavar o nariz com soro o tempo todo é muito importante para o bem-estar. Nebulizador portátil também poderá ser muito útil nessas viagens.

Leia também: 10 remédios que toda mãe precisa ter na bagagem ao viajar com crianças

2- Cuidado com o sol

O sol é ainda mais perigoso em altas atitudes: os raios UV são mais fortes e intensos quando refletidos pela neve. Por isso é importante passa bastante protetor para proteger a pele. Óculos de sol também são indicados para proteger os olhos do sol. Antes de viajar, não se esqueça de conferir a previsão do tempo.

Fique atualizado: receba diariamente as nossas atualizações por e-mail

3- Roupas apropriadas

Você não precisa de muitas roupas e sim de boas roupas. Na maioria das vezes, roupas de inverno de alta qualidade não custam barato, mas é preciso enxergar isso como um investimento. Para bebês e crianças pequenas o ideal são macacões - snowsuit one piece - que são mais fáceis de colocar, protegem bem e alguns modelos inclusive protegem as mãos e pés, dispensando o uso de luvas e calçados. A segunda pele, ou underwear, como é chamada, é uma das peças mais importantes, por ser térmica e proteger durante todo o tempo que estiver em ambiente externo.

Quem está procurando uma loja, recomendamos a Benevento, que é especializada em roupas e acessórios para inverno intenso e oferece produtos tecnológicos que garantem proteção e conforto para toda família: feminino, masculino e bebês/crianças. Além de ter tudo necessário para quem vai praticar esporte na neve, tem também roupas para quem vai apenas passear em destinos frios. Você pode uma comprar em uma das 3 lojas físicas em São Paulo e Campinas ou, se preferir, você poderá comprar tudo do conforto da sua casa, pela loja on-line, com entrega em todo país. Assim você poderá comprar tudo aqui e já sair do Brasil preparado para o frio.

4- Umidificador no quarto

O inverno tem como característica a baixa umidade e consequências causadas pelo tempo seco. Ao viajar, procure saber se seu hotel disponibiliza umidificadores de ar para os hóspedes. O aparelho devolve a umidade ao ar através da evaporação da água, melhorando a qualidade do ambiente interno e evitando o ressecamento de pele e mucosas, lábios rachados, garganta seca pela manhã ao acordar e irritação dos olhos. Existem modelos pequenos e talvez levar um na mala possa ser uma opção. Uma outra alternativa é dormir com um balde de água ao lado ou toalha encharcada.

5- Evite aglomerações

O frio por si só também não deixa as crianças mais propensas a gripes e resfriados. O ar nesses locais costuma inclusive ser mais puro. Uma consequência comum de temperaturas baixas é a aglomeração de pessoas, o que é propício para contaminação por vírus. Se possível, evite aglomerações com seu filho e não descuide nunca da higiene, lavando sempre as mãos e usando álcool em gel sempre que possível.

6- Vista-se em camadas

Vestir-se em camadas é uma maneira inteligente de enfrentar baixas temperaturas e isso vale para todo mundo. Isso facilitará em caso de a temperatura externa variar ou ao entrar e sair de ambientes internos com calefação. Procure sempre vestir crianças e bebês com pelos menos 3 camadas: segunda pele (roupa térmica) + camada intermediária + casaco ou macacão. Não se esqueça de levar roupas de intensidade diferentes, pois poderão ter dias mais quentes e mais frios.

7- Saco de dormir para carrinho

Trata-se de um saco de dormir para prender no carrinho, superprático para passear com o bebê nos dias frios. Ele pode ser preso com os cintos do próprio carrinho que você já tem. Um zíper abre o saco inteiro, o que facilita tirar e colocar o bebê, mesmo dormindo. Alguns modelos são bem acolchoados e tem fleece dentro, mantendo o bebê bem quentinho durante o passeio.

8- Cuidado com a altitude

Se o seu destino possui altitude elevada converse antes com o pediatra para entender os riscos, cuidados e se certificar que não há restrições para os pequenos. A altitude pode causar, em alguns, dor de cabeça, náuseas, vertigens, dificuldade de respirar, taquicardia e dificuldade para dormir. Normalmente os sintomas desaparecem em 2-3 dias, mas é preciso estar atento.

9- Cuidados com ressecamento da pele

Todos nós sabemos que o frio resseca bastante a pele, certo? Com os bebês isso não é diferente. Nos meses de tempo frio, a cútis dos pequenos tende a ressecar e a desidratar, abrindo portas para complicações como dermatite atópica e coceira. Use e abuse de hidrantes próprios para essas situações. Prefira roupas de algodão (peças de lã podem causar irritações), evite banhos quentes e demorado e cuidado para não agasalhar demais os bebês.

10- Cuidados com jacuzzi/piscina aquecida

Piscinas muito quentes podem alterar a pressão e não é recomendado que bebês e crianças muito pequenas passem muito tempo nesse ambiente. Se você optar por levar, fique bem atento ao seu filho e se certifique que ele está bem e sem mudanças repentinas de comportamento. Se o ambiente for externo não deixe de agasalhá-lo bem antes de entrar e logo ao sair, para que não sinta de maneira brusca a mudança de temperatura.

Leia também: 10 destinos no Brasil para viajar com crianças

Boa viagem!

Texto e fotos: Juliana Magalhães.

E você, já viajou para o frio com bebê ou criança? Como os protegeu? Tem dicas? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Participe do nosso grupo no Telegram. Entre agora mesmo, pois estamos Falando de Viagem: https://t.me/falandodeviagem



 Mensagem não lidaPublicado: Seg Ago 12, 2019 9:17 am 
Mensagens: 1906
Ótimas dicas.

_________________
http://fdv.im/AdrianaRuhmke


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Como é viajar para Maldivas com bebês e crianças

em Maldivas

Última mensagem Qua Mai 29, 2019 1:06 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

3

Vale a pena viajar para Portillo com crianças?

em Chile

Última mensagem Qui Out 24, 2019 1:16 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

4

Vale a pena viajar para o Transamerica Comandatuba com crianças?

em Ilha de Comandatuba

Última mensagem Qua Mar 13, 2019 3:42 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

2

Vale a pena viajar para Visconde de Mauá com crianças?

em Visconde de Mauá

Última mensagem Sex Abr 19, 2019 9:54 am GabrielDias Ver última mensagem

 

2

Vale a pena viajar para o Rio Quente Resorts com crianças?

em Rio Quente Resorts

Última mensagem Qua Mar 13, 2019 3:40 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

3

 


Booking.com


Falando +D
Família

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes