Destinos - Europa
Espanha
Sevilha

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]




 Página 1 de 1 [ 5 mensagens ] 
 
 Título: Guia de Sevilha, na Espanha | Dicas e roteiro de viagem de 2 dias
Mensagem não lidaEnviado: Qui Jun 20, 2019 9:21 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 18543
Administrador
Imagem

Quem está planejando conhecer a Espanha já pensa de imediato em visitar Madrid e Barcelona, que são realmente incríveis. No entanto, a cidade de Sevilha, na Andaluzia, localizada a apenas 3 horas de trem de Madrid, é um local que deve também ser considerado, pois oferece um conjunto de atrações, gastronomia e belezas únicos.

Leia também: 7 atrações imperdíveis na Andaluzia

Considerando o fator UAU, ou seja, aqueles locais que nos encantam e surpreendem desde o primeiro momento, Sevilha não fica devendo em nada para Madrid e Barcelona, com a grande vantagem de ter praticamente todas as principais atrações reunidas a uma pequena caminhada de distância. Separamos algumas dicas importantes para que você programe sua viagem, bem como um roteiro de viagem sobre o que fazer em Sevilha em 2 dias.

Quanto tempo ficar na cidade

O mínimo que se deve programar em Sevilha são 2 dias inteiros, que é tempo suficiente para percorrer suas principais atrações com calma e ainda passear pelo centro histórico. Com apenas 1 dia será necessário planejar com calma o roteiro e abrir mão de alguns locais. Com mais de 2 dias, é possível fazer tudo com calma e incluir no roteiro locais um pouco mais alternativos, como o Conjunto Arqueológico de Itálica.

Imagem

Imagem

Imagem

Quando visitar Sevilha

O inverno em Sevilha não é muito rigoroso, mas é uma das épocas com maior pluviosidade do ano, com vários dias de chuva. O verão, principalmente nos meses de julho e agosto, é o período menos indicado, pois o calor é intenso e a cidade fica repleta de turistas. Conversando com moradores locais, eles disseram que as temperaturas podem chegar aos 50 graus e em alguns casos é implementado um toque de recolher, para que as pessoas não saiam às ruas.

O outono e a primavera, como em praticamente todos os locais do mundo, são as melhores épocas, pois o clima é agradável e o fluxo de turistas menor. Uma data especialmente complicada é a Semana Santa, pois neste período a cidade alcança sua lotação máxima, fazendo com que um simples deslocamento de alguns metros se transforme em uma longa e exaustiva peregrinação.

Independentemente da época, recomendamos fortemente que você tente programar ficar uma noite de sexta-feira ou de sábado na cidade, pois é incrível ver como Sevilha se agita nestes dias, se tornando um lugar ainda mais vibrante e animado do que de costume.

Onde ficar em Sevilha?

As atrações de Sevilha encontram-se espalhadas, mas não são muito distantes entre si. Para quem gosta de caminhar, o ideal é procurar um hotel que fique no centro histórico, próximo à Catedral de Sevilha, que está em uma posição central. Nós ficamos hospedados no Hotel Inglaterra, localizado na Plaza Nueva, no coração de Sevilha, e ficamos muito satisfeitos com a localização, conforto e preços.

Lembre-se que alguns hotéis do centro histórico estão em ruas com acesso restrito ou fechada para veículos, o que exige um certo esforço para se chegar lá carregando as malas. Outros bairros da cidade são o Arenal, que demanda uma pequena caminhada até o centro histórico, e Triana, do outro lado do Rio Guadalquivir, uma área boêmia, mas pouco conveniente para turistar.

Como se locomover na cidade?

Sem dúvida, a melhor forma de se locomover em Sevilha é a pé, pois as atrações não são muito distantes entre si e o percurso entre elas é sempre muito agradável. Caso você não possa ou não goste de longas caminhadas, sugerimos utilizar o táxi/Uber, pois apesar do custo um pouco maior oferece mobilidade, conforto e agilidade. Especificamente no Centro Histórico a melhor opção, e única em alguns casos, continua sendo caminhar. O ponto positivo é que os passeios são largos e as vias planas, o que facilita o deslocamento.

Caso opte por se hospedar em um bairro mais distante, lembre-se de que precisará gastar tempo caminhando ou dinheiro com táxi/Uber/ônibus até a região central, que é onde tudo acontece.

Vale a pena ficar com carro alugado em Sevilha?

Definitivamente não. Se estiver vindo de Madrid, e pretende prosseguir pela Andaluzia, deixe para alugar o carro no dia de ir embora. Caso esteja fazendo o roteiro no sentido contrário, chegando desde a Andaluzia, devolva o carro na chegada e prossiga de trem para Madri.

Muitas ruas do centro histórico são estreitas e algumas com trânsito restrito a carros autorizados. Além disso, os estacionamentos são raros e caríssimos. Ou seja, o carro irá trazer mais dor de cabeça do que praticidade.

Onde comer em Sevilha?

Existem inúmeras opções de bares e restaurantes em Sevilha e durante a nossa estadia tivemos duas ótimas experiências. Uma delas foi no Bar Pátio San Eloy, localizado ao lado da Catedral de Sevilha, e que serve tapas deliciosas por preços ótimos. Trata-se de um lugar simples, e que se destaca mesmo pela qualidade das comidas e atendimento atencioso.

Outro lugar marcante foi a Antigua Abacería San Lorenzo, um restaurante situado a 2 km da Catedral, mas que vale a pena ser conhecido, pois possui uma culinária tradicional de altíssima qualidade, além de um ambiente clássico. É daqueles locais que estão sempre lotados, com mesas disputadas tanto por moradores locais como por turistas.

Imagem

Imagem

Imagem

Roteiro de 2 dias em Sevilha

Dia 1

Como dissemos, em 1 dia é possível ver as principais atrações da cidade de forma bem rápida, mas o ideal é ficar pelo menos 2 noites em Sevilha, pois assim os passeios podem ser feitos com calma. Inicie o dia visitando o Real Alcàzar de Sevilha, cujas entradas devem ser adquiridas antecipadamente ao custo de 12.50 euros, e possuem horário certo para entrar.

O Real Alcàzar de Sevilha é um conjunto de palácios belíssimos, cuja história se inicia no século XI, e ao longo dos anos passou por inúmeras transformações. Um dos pontos de destaque é a mescla de estilos, sendo possível encontrar construções góticas, renascentistas e islâmicas convivendo em perfeita harmonia.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Ele foi declarado Patrimônio da Humanidade em 1987 e hoje constitui um dos locais mais visitados de Sevilha. Mesmo não tendo a mesma imponência de Alhambra, em Granada, é um local de rara beleza.

A visita dura normalmente entre 2 e 3 horas e, se você chegou cedo, provavelmente sairá próximo ao horário do almoço.

O passeio seguinte será na Catedral de Sevilha, cujos ingressos custam 9 euros, e a visita deve ser agendada para o começo da tarde. Trata-se da terceira maior catedral do mundo, com um estilo gótico que impressiona tanto do lado de fora, como por dentro, e que impressiona a todos.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Lá dentro estão enterrados os restos mortais de Cristóvão Colombo, bem como de outras personalidades importantes da Espanha. No século XII, foi construído no local uma mesquita, que se converteu em Catedral no século XIV. Da estrutura original remanesce a torre, chamada La Giralda e o Pátio de los Naranjos. O tamanho realmente impressiona, pois são 126 metros de comprimento, 83 metros de largura e uma altura que pode chegar a 37 metros, e todo este espaço finamente ornado e decorado.

Espere dedicar entre 2 e 3 horas para visitar a Catedral e subir na torre La Giralda.

Quem tiver um pouco mais de tempo, pode programar um passeio pelas Cubiertas, que consiste em um tour que percorre a o terraço da Catedral, com lindas vistas da cidade e na companhia de um guia, que explica detalhes de da construção do edifício.

Na sequência passeie pelo centro histórico e vá andando em direção ao o Metropol Parasol, também conhecido como Las Setas, que significa Os Cogumelos, uma referência clara ao design das estruturas de madeira idealizadas pelo arquiteto alemão Jürgen Mayer-Hermann.

Imagem

Imagem

Imagem

Em cima do Metropol Mirasol existem várias passarelas e um mirante de onde se tem uma linda vista da cidade. A entrada custa 3 euros, e o seu custo é convertido em consumação no restaurante.

Este é o local ideal para encerrar o dia e sugerimos chegar uma 1 hora antes do pôr do sol, pois este horário é muito concorrido e as filas para comprar o ingresso e subir no elevador podem ser grandes.

Dia 2

As touradas são uma tradição na Espanha e mesmo que você seja contra esta prática, vale a pena pelo menos conhecer o Real Maestranza de Sevilha, a arena de touros da cidade. As visitas são sempre guiadas e se iniciam às 9:50, ao custo de 8 euros por adulto. Neste valor está incluído um passeio pelas áreas internas, pelo museu e a entrada na própria arena, que é a parte mais interessante.

Imagem

Imagem

Imagem

De maneira geral, o passeio foi surpreendente e apreciamos muito mais do que pensávamos inicialmente. Só o fato de podermos entrar no campo onde são realizadas as touradas já valeu a pena, pois é impressionante imaginar a emoção que se passa naquele local.

Saindo de lá, você pode escolher entre andar por um trajeto de menos de 2 km ou pegar um táxi ou Uber até a Plaza de España. Particularmente decidimos ir de carro e guardar energias para explorar o centro histórico.

Localizada no Parque Maria Luísa a praça foi construída em 1928 para a Exposição Ibero-Americana de 1929 e ainda hoje é um dos lugares mais bonitos do país.

Imagem

Imagem

Imagem

A praça é muito charmosa e acolhedora, e nossa proposta é andar sem compromisso e fazer um delicioso passeio de barco, que pode ser alugado no local. Os fãs de Star Wars irão se lembrar que algumas cenas de Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones foi filmada na praça, em referência à cidade de Theed, no planeta Naboo. Também vale mencionar que o parque está às margens do Rio Guadalquivir, local de onde partiram as caravelas que descobriram a América.

Durante o restante do dia, dedique-se a passear e explorar o centro histórico, suas praças, jardins, lojas e bares, com especial atenção para a Av. Constituicion, que é onde está o burburinho dos turistas com inúmeros bares, restaurantes, lojinhas, etc.

Imagem

Quem decidir ficar mais tempo em Sevilha deve considerar fazer uma visita no Conjunto Arqueológico de Itálica, onde estão as ruínas da primeira cidade romana na Espanha e também a primeira localizada fora do território italiano, e que já foi palco de cenas de Game of Thrones.

Leia também: Conjunto Arqueológico de Itálica | Um pedacinho da Itália antiga a poucos quilômetros de Sevilha

Durante à noite, compensa investir em um show de flamenco, pois Sevilha é conhecida como a Capital do Flamenco na Espanha. Os espetáculos não costumam ser baratos, e os mais tradicionais estão em Triana, mas o Museu do Flamenco é uma opção interessante para quem quer ter uma experiência legítima, por um preço mais acessível.

Leia também: 10 atrações imperdíveis em Sevilha

Conclusão

Sevilha é realmente uma cidade incrível e apaixonante. Um daqueles locais que conhecemos e temos vontade de morar. Não bastassem as atrações, que por si só já colocariam Sevilha dentre as mais importantes da Espanha, temos também o ambiente animado e contagiante, que desperta o desejo de cada dia explorar um novo bairro.

Boa viagem!

Texto e fotos: Hugo Medeiros.

O Falando de Viagem viajou para Espanha com apoio do Turismo da Espanha.

E você, conhece a cidade de Sevilha? Gostou? Como foi o seu roteiro? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Confira também as últimas matérias publicadas no FDV: https://fdv.im/novidades



 Título: Re: Guia de Sevilha, na Espanha | Dicas e roteiro de viagem de 2 dias
Mensagem não lidaEnviado: Seg Jun 24, 2019 9:38 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 3225
Sevilha é simplesmente imperdível. A cidade que mais me surpreendeu na Espanha.

_________________
http://fdv.im/HugoMarcio


 Título: Re: Guia de Sevilha, na Espanha | Dicas e roteiro de viagem de 2 dias
Mensagem não lidaEnviado: Seg Jun 24, 2019 3:29 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 5362
Excelente roteiro! Sevilha ta no meu radar faz tempo!

_________________
http://fdv.im/JulianaMagalhaes


 Título: Re: Guia de Sevilha, na Espanha | Dicas e roteiro de viagem de 2 dias
Mensagem não lidaEnviado: Dom Jun 30, 2019 2:37 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 36762
Eu gostei bastante de Sevilha. Fiquei duas noites e tive um dia completo na cidade. Fiz quase tudo andando, pois é a melhor maneira de percorrer a cidade, mas usei táxi para alguns deslocamentos que são necessários.

_________________
https://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Guia de Sevilha, na Espanha | Dicas e roteiro de viagem de 2 dias
Mensagem não lidaEnviado: Ter Jul 02, 2019 7:13 am 
Mensagens: 1795
Sevilha é linda mesmo!

_________________
http://fdv.im/AdrianaRuhmke


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Guia de Granada, na Espanha | Dicas e roteiro de viagem de 2 dias

em Espanha

Última mensagem Seg Jun 24, 2019 3:32 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

2

Pueblos Blancos em Andaluzia, Espanha | Roteiro de viagem e dicas essenciais

em Espanha

Última mensagem Ter Jun 25, 2019 1:52 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

3

Guia de Toronto | Dicas e roteiro de viagem de 3 dias

em Toronto

Última mensagem Ter Jun 25, 2019 11:00 am Beatriz Ver última mensagem

 

3

Guia de Toronto | Dicas e roteiro de viagem de 5 dias

em Toronto

Última mensagem Ter Jun 25, 2019 11:05 am Beatriz Ver última mensagem

 

2

Guia de Ronda | Informações, dicas e roteiro de viagem de 1 dia

em Espanha

Última mensagem Dom Jun 30, 2019 11:38 am Ajudante Ver última mensagem

 

3

 


Booking.com


Destinos - Europa
Espanha
Sevilha

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante