Itália deve decidir por "deixar idosos infectados para morrer", segundo jornal britânico

Troca de informações sobre destinos na Itália.

Avatar do usuário
falandodeviagem Mensagens: 19490 Administrador
Ter Mar 17, 2020 3:36 pm
Imagem
Foto: Furlan/LaPresse via AP.

Segundo informações do jornal britânico The Telegraph, a Itália não vai mais atender idosos com mais de 80 anos ou demais vítimas do coronavírus que já estejam com a saúde em estado grave. A drástica decisão está em um documento preparado por uma unidade de gerenciamento de crises na cidade de Turim, no norte do país.

Leia também: Devo cancelar a minha viagem por causa do coronavírus?

O documento diz [em tradução livre]: "O crescimento da epidemia atual torna provável que cheguemos a um ponto de desequilíbrio entre as necessidades clínicas dos pacientes com COVID-19 e a disponibilidade efetiva de recursos intensivos. Caso seja impossível fornecer a todos os pacientes os serviços de terapia intensiva, será necessário aplicar critérios de acesso ao tratamento intensivo, que depende dos recursos limitados disponíveis. Os critérios estabelecem diretrizes se a situação se tornar de natureza excepcional, a fim de tornar as escolhas terapêuticas em cada caso dependentes da disponibilidade de recursos, forçando os hospitais a se concentrarem nos casos em que a relação custo-benefício seja mais favorável para o tratamento clínico''.

Em português - ou italiano - claro, no caso de hiperlotação de leitos, que já é o cenário atual da Itália, a equipe médica deverá priorizar pacientes com mais chance de cura. A capacidade do paciente de se recuperar da reanimação também será considerada. Estes são os que não fazem parte dos grupos de risco, como jovens e pessoas sem doenças pré-existentes. O documento ainda aguarda a aprovação de um comitê técnico-científico antes de ser enviado aos hospitais de toda a Itália.

Leia também: 10 hábitos de higiene que você deve ter em qualquer viagem, independente de pandemias

O presidente do comitê técnico-científico de coronavírus do Piemonte Roberto Testi disse ao The Telegraph: "Queremos que demore o máximo possível para chegar ao ponto em que temos que decidir quem vive e quem morre. Os critérios referem-se apenas ao acesso à terapia intensiva - aqueles que precisam recorrer à terapia intensiva ainda receberão todo o tratamento possível. Na medicina, às vezes temos que fazer escolhas difíceis, mas é importante ter um sistema sobre como fazê-las".

:: Quer saber mais sobre a situação atual do coronavírus pelo mundo? Acompanhe em tempo real em nosso grupo de whatsapp, acesse: https://fdv.im/GruposWhatsApp" onclick="window.open(this.href);return false;
Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
manucaldas Mensagens: 1404
Ter Mar 17, 2020 3:46 pm
Estou sem reação. Vamos ver se o documento de fato será aprovado, mas só da possibilidade existir já é de quebrar o coração.
Avatar do usuário
GabrielDias Mensagens: 41566
Ter Mar 17, 2020 3:46 pm
É chocante ler isso.
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
JPSAL Mensagens: 760
Ter Mar 17, 2020 4:04 pm
É triste, e nós estamos umas 3 semanas atrás da Itália. Por isso o distanciamento social aqui no Brasil é necessário - se aqui a catástrofe for dessa dimensão, com nosso sistema de saúde que não é tão bom, chegaremos a esse ponto de saturação muito mais rápido.
Catolico007 Mensagens: 871
Ter Mar 17, 2020 4:18 pm
Horrível ler uma notícia dessas em 2020
Avatar do usuário
Fabio Mensagens: 8869
Qua Mar 18, 2020 2:08 am
Assim como o 11 de setembro foi pior do que a gente via nos filmes, isso aqui estah ficando pior do que a imaginacao de Hollywood foi capaz de por nas telas.



Booking.com

Voltar para “Itália”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Anúncio