Destinos - Brasil

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]




 Página 1 de 1 [ 4 mensagens ] 
 
 Título: Após a tragédia do Museu Nacional, conheça 19 palácios remanescentes no Rio de Janeiro
Mensagem não lidaEnviado: Qua Set 05, 2018 8:21 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 17975
Administrador
Palácio da Quinta da Boa Vista
Imagem - Divulgação

O incêndio que acabou com o Museu Nacional, que tinha sede no Palácio da Quinta da Boa Vista, entristeceu cariocas, brasileiros e amantes de arte do mundo todo. Os mais de 20 milhões de itens do acervo do museu contavam a história do Brasil. Mesmo assim, nem o palácio, nem o museu, ganhavam os devidos investimentos dos governos e nem a atenção merecida do público. Se a tragédia do Museu Nacional serviu para algo, foi para alertar os governantes e cidadãos da importância de proteger e valorizar edifícios históricos do país. É claro que o Palácio da Quinta da Boa Vista era único e não há comparações possíveis, mas o Rio de Janeiro é palco de vários outros palácios incríveis que, muitas vezes, também passam despercebidos no dia a dia. O objetivo é o de conhecermos estas preciosidades arquitetônicas no estado do Rio e valorizarmos estas construções históricas.

Leia também: 50 programas que você precisa fazer no Rio de Janeiro pelo menos uma vez na vida

Palácio do Itamaraty

Construído em 1855, no Centro do Rio de Janeiro, pelo conde de Itamarati, este palácio foi a sede do governo republicano entre os anos de 1889 a 1898 e a sede do Ministério das Relações Exteriores entre 1899 e 1970. Posteriormente, a sede foi transferida para Brasília e recebeu o mesmo nome, Palácio do Itamaraty. Hoje, o palácio carioca abriga acervos do Museu Histórico e Diplomático e o Escritório de Informações das Nações Unidas (ONU) no Brasil.

Palácio do Itamaraty
Imagem Wikipedia - autor: Fulviusbsas

Palácio Guanabara

Localizado em Laranjeiras, este palácio em estilo neoclássico, construído em 1853 para ser uma residência particular, possui uma vasta história com nossos governantes. Em 1865, foi reformado para se tornar a residência da Princesa Isabel e seu marido. Após a proclamação da República, em 1889, foi confiscado pelo governo militar e se tornou patrimônio da União. Entre os anos 1937 e 1945, esta foi a residência oficial do presidente Getúlio Vargas. Hoje em dia, é a sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Palácio Guanabara
Imagem Wikipedia - autor: Halley Pacheco de Oliveira

Palácio Laranjeiras

Também no bairro de Laranjeiras, a dois quarteirões do Palácio Guanabara, esse palácio foi construído em 1913 para ser residência da Família Guinle. Em 1947, o presidente Dutra adquiriu o palacete para destiná-lo a hospedagem de visitantes ilustres e chefes de estado em visita ao Brasil. Entre 1956 e 1961, foi a residência oficial da presidência, no governo Juscelino Kubitschek. Hoje em dia, é a residência oficial do governador do estado do Rio de Janeiro.

Palácio Laranjeiras
Imagem - Imprensa Estado do Rio de Janeiro

Palácio Universitário

No Palácio Universitário, localizado na Praia Vermelha, está a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), também chamada de Universidade do Brasil, a maior universidade federal do país. O prédio fora construído em 1842, em estilo neoclássico, para ser um hospício, que funcionou entre 1852 e 1944. Em 1949, foi reinaugurado para ser a sede da reitoria da Universidade do Brasil.

Palácio Universitário
Imagem Wikipedia - autor: Fulviusbsas

Museu de Belas Artes

Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1973, o edifício, construído em 1909, no Centro do Rio de Janeiro, teve como inspiração o Museu do Louvre, em Paris. O acervo do museu conta com mais de 22.000 itens, desde 1808, trazidos por Dom João VI, até o início do século XX.

Museu Nacional de Belas Artes
Imagem Wikipedia - autor: Ministério da Cultura

Paço Imperial

O Paço Imperial, localizado na Praça XV, centro histórico da cidade do Rio de Janeiro, foi construído em 1743 para ser a residência dos governadores do Rio de Janeiro colonial. Hoje em dia, este edifício é considerado o mais importante em estilo colonial no país e abriga um Centro Cultural.

Paço Imperial
Imagem Wikipedia - autor: Fulviusbsas

Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

A Fundação ocupa um belo palácio em estilo neomourisco em Manguinhos. Construído em 1905, com base em croquis de Oswaldo Cruz, o prédio fora feito sobre uma das colinas da região, tendo a sua fachada voltada para o mar.
A construção se assemelha aos palácios ingleses do período Elisabetano e abriga a Fundação homônima criada por Oswaldo Cruz, que é a mais importante instituição de ciência e tecnologia em saúde da América Latina.

Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
Imagem Wikipedia - autora: Karla Tauil

Palácio da Ilha Fiscal

Como diz o nome, o palácio fica na Ilha Fiscal, ocupando mil metros quadrados da Ilha de Guanabara.
Construído em 1889 em estilo neogótico, este palácio serviu de quartel da guarda de fiscalização do porto e, posteriormente, ficou famoso por abrigar o último baile do Brasil imperial.

Vista para Ilha Fiscal
Imagem Wikipedia - autor: Halley Pacheco de Oliveira

Palácio do Catete

Localizado no bairro do Catete, este palácio é um dos exemplos da arquitetura neoclássica no país. Construído no ano de 1858, abrigou a sede do poder executivo brasileiro de 1897 a 1960, até que esta fosse transferida para Brasília. Anos mais tarde, na década de 1970, o palácio passou a abrigar o Museu da República, função que mantém até hoje, abrigando biblioteca com mais de dez mil obras e publicações sobre Ciências Sociais e História do Brasil.

Palácio do Catete
Imagem Wikipedia - autor: Halley Pacheco de Oliveira

Leia também: 10 programas bem cariocas para você fazer na Cidade Maravilhosa

Palácio Tiradentes

O Palácio Tiradentes abrigou o Congresso Nacional brasileiro entre 1926 e 1960, e hoje em dia é a sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ). O palácio não apenas é aberto ao público, como oferece aos visitantes uma exposição multimídia permanente.

Palácio Tiradentes
Imagem Wikipedia - autor: Nikolof

Palácio de Brocoió

Localizado na Ilha do Brocoió, na Baía de Guanabara, este palácio é residência de praia do governador do Rio de Janeiro, podendo ser utilizado também para hospedar autoridades. Construído em 1930 pela família Guinle em estilo normando, este palácio foi projetado pelo arquiteto francês Joseph Gire, o mesmo do hotel Belmond Copacabana Palace. O governador em exercício até 2014, Sérgio Cabral, reformou o local e chegou a anunciar que a ilha seria aberta para a visitação, o que não aconteceu. Seu sucessor, Luiz Fernando Pezão, chegou a anunciar que o casarão se tornaria uma escola de hotelaria, o que também não aconteceu. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) em 1965, o palácio hoje em dia encontra-se abandonado.

Palácio de Brocoió
Imagem Wikipedia - autor: Diego Baravelli

Biblioteca Nacional

O prédio da Biblioteca, localizado no Centro, foi inaugurado em 1910, durante o governo Nilo Peçanha. O edifício da Biblioteca Nacional tem estilo eclético, com elementos neoclássicos e art nouveau, e abriga uma coleção com mais de oito milhões de itens, desde a chegada da Real Biblioteca de Portugal ao Brasil, crescendo constantemente com novas aquisições. Biblioteca Nacional é considerada pela UNESCO a sétima maior biblioteca nacional do mundo.

Biblioteca Nacional
Imagem Wikipedia - autor: Halleypo

Parque Lage

Construído pelo empresário e amante das artes Henrique Lage em 1920, o palacete com inspiração romana já foi um dos locais de maior concentração cultural e social do Rio de Janeiro na época da sua inauguração, com algumas das festas e saraus mais animados da cidade. Já no final da década de 1950, o proprietário encontrava-se endividado e o local acabou se tornando patrimônio do estado. Desde 1975, funciona no parque a Instituição de Ensino EAV, voltada ao ensino de artes.

Parque Lage
Imagem Wikipedia - autor: Caioviniciuscosta

Palácio Arariboia

Localizado em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, o Palácio Arariboia abrigou a primeira sede da prefeitura do município e até hoje é conhecido como 'prefeitura velha' pelos moradores. O palácio, inaugurado em 1910, foi tombado pela Prefeitura de Niterói em 1995 e atualmente abriga a Secretaria Municipal de Fazenda.

Palácio Arariboia
Jornal da cidade de Niterói - autor: Cidade de Niterói

Leia também: 20 passeios gratuitos e imperdíveis ao ar livre e junto à natureza no Rio de Janeiro

Câmara Municipal de Niterói

Também em Niterói, a Câmara Municipal faz parte do Centro Cívico juntamente com a Delegacia, o Fórum, o Liceu e a Biblioteca Estadual. Aqui, funcionou entre os anos de 1917 e 1975, o palácio da ALERJ, quando Niterói era a capital do estado. Atualmente, abriga diversas exposições e o arquivo público.

Câmara Municipal de Niterói
Imagem Wikipedia - autor: Emir Zar

Palácio Amarelo

Localizado no centro histórico da cidade de Petrópolis, na praça Visconde de Mauá, o Palácio Amarelo foi construído em meados do século XIX e, desde 1897, abriga a sede da Câmara Municipal de Petrópolis.

Palácio Amarelo - Petrópolis
Imagem - Divulgação

Palácio Imperial

O Palácio Imperial, no centro histórico de Petrópolis, é o antigo palácio de verão do imperador brasileiro Dom Pedro II e, hoje em dia, funciona como Museu Histórico. Uma curiosidade sobre este museu é que Dom Pedro mandou trazer mais de 100 espécies de árvores e flores de diversas regiões do mundo para o seu jardim, construído em torno do ano de 1850, e boa parte deste acervo se conserva até hoje, sendo uma atração à parte.

Palácio Imperial, em Petrópolis.

Palácio Quitandinha

Este palácio em estilo normando foi construído em 1944, na cidade de Petrópolis, para ser o maior cassino hotel da América do Sul. Sua grandiosidade impressiona: são 50 mil metros quadrados, divididos em seis andares, que dão lugar a 440 apartamentos e muitos salões. Já que a atividade de cassino foi proibida, foi transformado em hotel e hospedou diversos políticos e artistas internacionais. Hoje em dia, os apartamentos são propriedades particulares e as áreas de lazer são administradas pelo SESC Rio, que passou a promover atrações culturais no local.

Palácio Quitandinha
Imagem Wikipedia - autor: Rodrigo Soldon

Palácio de Cristal

O Palácio de Cristal, localizado na cidade de Petrópolis, inaugurado no ano de 1884, foi um presente do marido de Princesa Isabel para sua esposa, para que ela pudesse cultivar hortaliças. Em 1957, o palácio foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e, atualmente, é utilizado para festas, exposições e eventos.

Palácio de Cristal
Imagem Wikipedia - autor: The Photographer

Leia também: 5 locais para passear com as crianças no Rio de Janeiro

Não apenas na Europa que existem belos castelos. Às vezes, passamos tão apressados pelas ruas, que mal percebemos que o nosso país tem uma bela arquitetura. A maioria destes castelos, palácios e palacetes tem uma história interessante para contar e precisam ser preservados. É com muita tristeza que o Palácio da Quinta da Boa Vista, sede do antigo Museu Nacional, não está nesta lista, mas que esta tragédia sirva de exemplo para que nós valorizarmos mais nossas construções.

Bom passeio!

E você, conhece os palácios do Rio de Janeiro? Qual é o seu favorito? Conte para nós a sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Confira também as matérias do FDV no Portal R7: https://fdv.im/FDVPortalR7



 Título: Re: Após a tragédia do Museu Nacional, conheça 19 palácios remanescentes no Rio de Janeiro
Mensagem não lidaEnviado: Qui Set 06, 2018 8:10 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 662Rio de Janeiro
A beleza do Rio não fica apenas nas paisagens naturais, mas também em sua história, arquitetura e alegria.

_________________
http://fdv.im/BrunoUnger


 Título: Re: Após a tragédia do Museu Nacional, conheça 19 palácios remanescentes no Rio de Janeiro
Mensagem não lidaEnviado: Dom Set 09, 2018 7:05 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 35041
Espero que esses 19 tenham mais sorte. E que abram os olhos para os museus brasileiros.

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Após a tragédia do Museu Nacional, conheça 19 palácios remanescentes no Rio de Janeiro
Mensagem não lidaEnviado: Seg Set 10, 2018 1:14 am 
Mensagens: 1101
Gabriel, ótima seleção. Parabéns!

Fiz uma viagem no tempo agora e recomendo muito os de Petrópolis, que já visitei muitas vezes. Os do Rio ainda preciso de mais alguns passeios para conhecer todos, dada a quantidade e minha disponibilidade de tempo.

Realmente lamentável o ocorrido com o museu nacional. Espero que tenha servido pelo menos de alerta para o restante do país.


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Denúncia: aluguel de carro com a Lukdan na Chapada Diamantina pode acabar em tragédia

em Aluguel de carros

Última mensagem Qua Fev 07, 2018 10:13 am GabrielDias Ver última mensagem

 

2

Vídeos do GOL Premium Lounge: GRU (nacional e internacional) e GIG (nacional e internacional)

em GOL Premium Lounge

Última mensagem Ter Jun 12, 2018 3:03 pm JulianaMagalhaes Ver última mensagem

 

2

Posso entrar em países árabes ou muçulmanos após visitar Israel?

em Israel

Última mensagem Seg Set 17, 2018 6:45 pm baran Ver última mensagem

 

6

Como solicitar alteração de nome após casamento no Programa Smiles

em Smiles

Última mensagem Qua Jun 20, 2018 9:04 pm trialanderror Ver última mensagem

 

3

Vídeo do GOL Premium Lounge: GRU e GIG | Sala VIP nacional e internacional

em GOL Premium Lounge

Última mensagem Qui Out 11, 2018 2:17 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

6

 

Destinos - Brasil

Todos os horários são GMT - 3 horas [ DST ]



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes