Intercâmbio

Todos os horários são GMT - 3 horas




 Página 1 de 1 [ 7 mensagens ] 
 
 Título: Onde não fazer intercâmbio
Mensagem não lidaEnviado: Ter Set 18, 2018 9:06 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 17840
Administrador
Tão importante quanto saber onde fazer um intercâmbio é saber onde não fazer.

Há poucas coisas que te enriquecem mais como pessoa e como profissional do que um intercâmbio. A experiência de estudar fora só oferece benefícios ao viajante. Ao mesmo tempo que um intercâmbio é mil maravilhas, o planejamento para esta viagem é muito mais intenso e detalhista do que o de férias comuns. É preciso pesquisar muito, se preparar financeiramente e fazer decisões precisas para que tudo aconteça perfeitamente. Ao pesquisar onde fazer intercâmbio, você verá muitas dicas positivas de lugares no mundo todo, mas contraindicações também são extremamente importantes para que você consiga tomar uma decisão final. Para te ajudar, selecionamos quatro características que o destino do seu intercâmbio não pode ter. Ao cortar os lugares que se encaixam nestas classificações da sua lista, a escolha de onde estudar se tornará muito mais fácil.

Confira:

Sotaque ou dialetos fortes

No mundo acadêmico, existem línguas consideradas mais "limpas" que outras. Concordamos que esta classificação seja muito discutível e problemática, afinal, dialetos são uma grande parte da cultura de um país. Porém, quando se pensa em aprender uma língua para poder se comunicar melhor em qualquer parte do mundo, recorrer às instituições que ensinam a gramática "limpa" ainda é a melhor opção. Vamos usar inglês e espanhol como exemplo.

O originário da língua inglesa é na Inglaterra, mas como os Estados Unidos são a maior potência do mundo, o inglês estadunidense se tornou "tão limpo" quanto o da Inglaterra. Portanto, ambos os países são os melhores destinos para se aprender a língua. Já outros lugares muito procurados por intercambistas, como Irlanda, Austrália e Nova Zelândia, têm um inglês com muito sotaque e dialetos. Caso você seja iniciante na língua, o aprendizado será muito dificultado por estas diferenças. Para aprender um inglês global, é preciso estudar a língua falada na Inglaterra ou EUA.

O mesmo acontece com a língua espanhola, originária da Espanha. Há muitos destinos hispânicos incríveis perto de nós, mas os países da América Latina têm muitas diferenças de sotaques e dialetos, talvez até mais que os países de língua inglesa citados anteriormente. O castelhano "puro" é apenas o da Espanha, e mesmo assim, o país é dividido em várias províncias, que também precisam ser consideradas. A Espanha é dividida em províncias e possui quatro principais línguas: castelhano, catalão, basco e galego. Se você estuda espanhol, na verdade, você estuda castelhano. Por isso, é importantíssimo que você escolha uma cidade de uma província que tenha castelhano como língua dominante. Em uma breve pesquisa no Google, você consegue entender bem essa divisão de territórios e línguas. Há cursos de castelhano espalhados por toda a Espanha. Mas, em províncias com outras línguas dominantes, você corre o risco de sair da escola e não conseguir praticar o que aprendeu ao conversar em restaurantes, museus e etc. O maior exemplo disso é Barcelona, uma das cidades mais procuradas por intercambistas do mundo todo, mas que tem como língua oficial o catalão, não o castelhano.

Leia também: Intercâmbio de língua na Espanha | Como escolher o curso e economizar?

Cultura restrita

Fazer intercâmbio em um destino com uma cultura muito diferente pode ser muito positivo. Porém, existe um limite entre diferença e restrição. A Alemanha é um ótimo exemplo de local muito procurado por intercambistas e que tem costumes muito diferentes do Brasil. Porém, estas distinções dizem sobre a calorosidade das pessoas, regras de trânsito e jornada de trabalho. É diferente quando o país impõe sua cultura até em pessoas estrangeiras, que não pertencem àquela mentalidade. Isso acontece muito em países muçulmanos, por exemplo. Se você não se identifica com aquela religião que dita o estilo de vida do país, talvez não faça sentido seguir uma série de ordens de vestimenta e de horário de reza por algo que você nem acredita. Vivenciar uma cultura diferente é muito bom, desde que a mesma não tire sua liberdade de escolha e que não apague suas raízes.

Preconceituosos

Infelizmente, ainda existem países em que leis ou costumes inibem a liberdade de grupos minoritários, como mulheres, LGBTs, negros e imigrantes. O caso mais famoso atualmente é o da Rússia, que aprovou em 2013 a chamada "lei da propaganda gay", que proíbe a distribuição de informações sobre direitos LGBTs para menores de idade. Teoricamente, a norma não proíbe o cidadão de ser assumidamente LGBT. Já na prática, a lei é aplicada no dia a dia, gerando um preconceito generalizado com casais do mesmo gênero que mostrem afeto em público. Esta pauta foi amplamente discutida durante a Copa do Mundo de 2018, sediada no país. Além deste caso de preconceito contra a comunidade LGBT, há diversos países com índices altíssimos de xenofobia, racismo e machismo. A conclusão é: não vale a pena viver em um país em que é preciso se autocensurar por medo.

Leia também: 5 coisas que você aprende morando fora do seu país

Educação limitada

Existem muitas pessoas, principalmente jovens e adolescentes que ainda dependem financeiramente dos pais, que fazem intercâmbio apenas como uma desculpa para viajar. Na nossa opinião, este é um erro enorme, já que estudar fora é um investimento caro que deve ser muito bem pensado. Quando isso acontece, é comum que a pessoa acabe fechando qualquer curso em qualquer instituição de ensino, já que a prioridade é o destino. É preciso entender que estudar em um local sem peso de mercado ou reconhecimento acadêmico por puro lazer é um enorme desperdício de tempo e dinheiro. O principal foco do intercâmbio deve ser a escolha do curso/faculdade. O ideal é que você selecione onde ou o que você quer estudar, e a partir daí, escolha o destino, e não ao contrário. Nunca opte por um destino que oferece tudo menos um ensino de qualidade - como acontece em muitos lugares paradisíacos, por exemplo. Com o valor de um intercâmbio, você consegue fazer duas (ou até mais) viagens como turista. Estudar fora é uma das melhores formas de expandir seu currículo, sua bagagem acadêmica, a desenvoltura de uma língua estrangeira e uma experiência de vivência multicultural. Não desperdice todas estas qualidades com uma "desculpa para viajar".

Leia também: 10 motivos para você realizar um intercâmbio

Ao estudar fora, você já estará longe da sua família e amigos, vivendo em outra cultura, falando outra língua e seguindo outra rotina. São muitas mudanças para se adaptar e o que você menos precisa neste momento são mais fatores que te dificultem de tirar o máximo proveito desta experiência. Se o país que você deseja chamar de casa por algum tempo se encaixar em uma das características citadas acima, repense a sua escolha visando uma melhor vivência.

Boa viagem!

E você, já fez intercâmbio? Ou planeja fazer? Gostou das dicas? Faltou algo na nossa lista? Conte para nós sua experiência!

Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem

_________________
Confira também as matérias do FDV no Portal R7: https://fdv.im/FDVPortalR7



 Título: Re: Onde não fazer intercâmbio
Mensagem não lidaEnviado: Ter Set 18, 2018 9:25 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 9765
Alguém que faça intercâmbio na Escócia volta com o inglês fluente, só que ninguém vai entender.

_________________
http://fdv.im/FlavioBaran


 Título: Re: Onde não fazer intercâmbio
Mensagem não lidaEnviado: Ter Set 18, 2018 9:38 am 
Avatar do usuário
Mensagens: 34741
E quem vai estudar inglês na Flórida volta falando um excelente espanhol :D

_________________
http://fdv.im/GabrielDias


 Título: Re: Onde não fazer intercâmbio
Mensagem não lidaEnviado: Ter Set 18, 2018 1:07 pm 
Mensagens: 439
Falo inglês fluente, mas outro dia vi um TED Talk de uma moça da Nova Zelândia e tive que ativar legendas. Não entendia UMA palavra que ela dizia. É bem isso: não adianta escolher seu destino de intercâmbio só por ser um lugar paradisíaco. O foco é aprender!

_________________
http://fdv.im/ManuCaldas


 Título: Re: Onde não fazer intercâmbio
Mensagem não lidaEnviado: Ter Set 18, 2018 1:30 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 11291
Desde muito cedo eu faço intercâmbio pra aprender outra língua:
Há 50 anos frequento o Bob´s, MCDonald´s e recentemente BK...
Consigo pedir um cheeseburguer em qq um desses dialetos.... :D


 Título: Re: Onde não fazer intercâmbio
Mensagem não lidaEnviado: Ter Set 18, 2018 1:33 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 11291
Sempre que eu vou para os EUA e abro a boca pra "gastar" o meu inglês, os americanos ficam com a nítida impressão que a ONU tem mais um país afiliado cuja língua oficial é o inglês à la Open English...


 Título: Re: Onde não fazer intercâmbio
Mensagem não lidaEnviado: Qui Set 20, 2018 5:14 pm 
Avatar do usuário
Mensagens: 5002
Tem vários lugares que demoro para me acostumar com o sotaque do inglês local. Africa do Sul foi assim!

Agora difícil mesmo é entender inglês de indiano! heheh

_________________
http://fdv.im/JulianaMagalhaes


 
 Tópicos Relacionados      Respostas 
Intercâmbio de língua na Espanha: como escolher o curso e economizar?

em Coluna da Manoela Caldas

Última mensagem Seg Set 17, 2018 4:36 pm manucaldas Ver última mensagem

 

5

O que não fazer ao reservar um hotel

em Hotéis

Última mensagem Dom Out 21, 2018 4:57 pm GabrielDias Ver última mensagem

 

3

10 passeios para fazer em Petrópolis

em Petrópolis / Itaipava

Última mensagem Qua Set 26, 2018 5:41 pm manucaldas Ver última mensagem

 

2

10 coisas para fazer em Cartagena

em Cartagena

Última mensagem Sáb Jul 14, 2018 10:25 am soares Ver última mensagem

 

3

O que fazer em Punta Cana com crianças?

em Punta Cana

Última mensagem Seg Jul 23, 2018 11:57 am GabrielDias Ver última mensagem

 

3

 

Intercâmbio

Todos os horários são GMT - 3 horas



Ir para:  
 

 

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante