5 passeios não óbvios para fazer no Rio de Janeiro

Guias e troca de informações sobre destinos do estado do Rio de Janeiro.

Avatar do usuário
falandodeviagem Mensagens: 19512 Administrador
Qui Jan 10, 2019 9:30 am
Imagem

Cristo Redentor, Pão de Açúcar, Maracanã, Lapa, Praça Mauá, Copacabana, Arpoador... isso tudo você já sabe. A Cidade Maravilhosa não tem esse nome à toa: são dezenas de atrações turísticas para se conhecer, uma mais bela que a outra. Porém, após visitar o Rio de Janeiro algumas vezes, você vai dando check na lista de cartões-postais e é preciso fazer passeios menos óbvios. Inclusive, estas são atrações que podem ser feitas até pelos próprios cariocas que buscam sair da mesmice do dia a dia.

Leia também: 50 programas que você precisa fazer no Rio de Janeiro pelo menos uma vez na vida

Se você já conhece o clássico do Rio e quer inovar, confira estas 5 dicas fora do comum do que fazer na cidade:

1- Curtir a praia de Grumari

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/PasseiosDiferentesRio1.jpg]As praias de Grumari são um verdadeiro paraíso no Rio

As praias mais famosas da cidade são as da Zona Sul - Copacabana, Ipanema e Leblon. Porém, quanto mais afastado deste burburinho, mais paradisíacas são as águas e mais vazias ficam as areias. É o caso de Grumari, bairro localizado depois da Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes. Para quem sai da Zona Sul, é longe, aproximadamente uma hora de carro, mas acredite quando falamos que vale muito a pena. Se você já conhece as praias mais frequentadas, você precisa sair um pouco desta rota óbvia para conhecer a melhor parte da costa do Rio. As praias de Grumari são: Prainha, Praia do Perigoso, Funda, do Inferno, Abricó e outras. As mais famosas são a Prainha e a que leva o mesmo nome do bairro, Grumari. Lá, não há sinal de celular, a vegetação da Mata Atlântica é muito presente e tem pouquíssimos ambulantes vendendo na areia. Para esse passeio, é extremamente importante que você chegue lá cedo, no máximo até 9 horas da manhã, porque as vagas são limitadíssimas e não existe acesso de transporte público. O carro próprio é necessário porque a região é afastada, e como dissemos, não há 3G para você usar aplicativos de carona. Sim, exige uma programação, mas essa é toda a graça de Grumari. Afinal, praias tão exclusivas e paradisíacas não podiam ser tão facilmente acessadas.

Leia também: As 10 melhores praias do Rio de Janeiro

2- Tomar drinks em Botafogo

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/PasseiosDiferentesRio2.jpg]A noite em Botafogo é uma pedida certa. FOTO: Tomás Rangel/Veja Rio

Botafogo é o bairro mais cool, jovem, hipster e moderninho do Rio. Na verdade, durante o dia, o bairro pode passar despercebido, porque funciona quase totalmente voltado para os negócios, por ser um centro comercial da cidade. É durante a noite que o cenário muda e tudo acontece. Com as ruas repletas de bares, a noite de Botafogo é muitíssimo animada. Tem opções para todos os gostos, desde os mais ''podrões'' com cadeira de plástico, até os gastrobares especializados em cervejas artesanais. Tudo que é tendência, você encontra lá. A moda mais recente e que domina o bairro até hoje é das hamburguerias artesanais. Tire uma noite para comer um bom hambúrguer e tomar uma boa cerveja em Botafogo e curta o lado descolado da cidade.

Leia também: 10 hamburguerias imperdíveis no Rio de Janeiro

3- Almoçar na Ilha da Gigóia

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/PasseiosDiferentesRio5.jpg]O refúgio urbano da Ilha da Gigóia é um passeio perfeito para casais. FOTO: Blog Travel Experiences

A Barra da Tijuca é um bairro totalmente associado ao residencial e comercial. Não há movimento nas ruas, que são dominadas por carros e enormes shoppings. Neste cenário, um pequeno refúgio próximo à natureza se destaca, a Ilha da Gigóia. Localizada bem no início do bairro, pode ser facilmente acessada de ônibus, metrô ou ônibus. Na verdade, o transporte terrestre para na altura do número 350 da Avenida Armando Lombardi, e de lá, pega-se uma pequena balsa para uma travessia de um minuto até a Ilha da Gigóia. Uma vez nela, aproveite para bater perna no refúgio no meio do caos urbano almoçando em um dos vários restaurantes e bares à beira d'água. Se você quiser um dia mais completo, de lá, saem alguns passeios de barco e jetski também. Um dia é o suficiente para curtir a Ilha, mas se você quiser, pode passar um final de semana, se hospedando em alguma das pequenas pousadas de lá.

4- Sambar na Pedra do Sal

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/PasseiosDiferentesRio3.jpg]O samba da Pedra do Sal é a definição de tradição e resistência cultural. FOTO: Blog Travel Experiences

No Rio de Janeiro, tem Carnaval o ano todo. Ao pesquisar onde curtir um bom samba na cidade, o visitante pode se deparar com lugares nada tradicionais e totalmente pega turista. O clássico samba 'pra gringo ver', sabe? A melhor dica que podemos dar é fugir destes lugares e ir na raiz do samba da cidade, que acontece na Pedra do Sal, no Centro. O local é memória viva, como um centro de resistência da cultura africana. A roda de samba da Pedra do Sal acontece religiosamente toda segunda-feira e está sempre lotada. O evento semanal é um símbolo de resistência cultural e é sempre acompanhada por militâncias e manifestações políticas.

5- Cantar no karaokê da Feira de São Cristóvão

[https://www.falandodeviagem.com.br/imagens20/PasseiosDiferentesRio4.jpg]Os karaokês da Feira de São Cristóvão são muito divertidos para quem busca uma noite sem luxos. FOTO: Ana Branco

Com a enorme presença de nordestinos no Rio, um espaço foi criado especialmente para homenagem e preservação das tradições desta cultura, a Feira de São Cristóvão, localizada no bairro de mesmo nome. Trata-se de um grande espaço com muitos restaurantes, lojas de artesanato e o melhor: muito forró e karaokês. A estrutura é muito simples, com nada de luxos, mas essa é a graça. Não há apenas um karaokê, são dezenas para se escolher. É um lugar para ir à noite, beber litrão de cerveja em cadeiras de plástico, comer macaxeira frita, cantar Evidências no karaokê e rir muito com os amigos. Essa dica é de ouro, porque o local é quase nunca está nos roteiros turísticos. Na verdade, a Feira de São Cristóvão é muito frequentada pelos cariocas. É muito comum ver pessoas reunindo os amigos e comemorando aniversário em mesas enormes nos karaokês. Se você curte uma noite mais descontraída e diferente, lá é o lugar.

Leia também: 20 passeios gratuitos e imperdíveis ao ar livre e junto à natureza no Rio de Janeiro

É claro que os clássicos cartões-postais do Rio de Janeiro são incríveis e merecem a fama que têm, mas é sempre bom incluir passeios menos óbvios no seu roteiro de viagem, para ter uma experiência mais local e verdadeira do destino, em lugares que os próprios cariocas realmente frequentam e amam. Estas cinco atrações são incríveis tanto para visitantes que querem explorar o Rio além do óbvio, como para os moradores da Cidade Maravilhosa que querem uma boa programação para o final de semana ou férias.

Planeje sua viagem pelo Rio de Janeiro

Selecionamos empresas com os melhores preços e totalmente confiáveis para te ajudar em todas as etapas.

- Quer pegar a estrada? Alugue um carro clicando aqui.
- Prefere ir de avião? Compre sua passagem aérea clicando aqui.
- Hotel de luxo ou custo-benefício? Escolha a melhor hospedagem clicando aqui.
- Quer curtir sem preocupações? Garanta o seguro de viagem clicando aqui.

Boa viagem!

Texto: Manoela Caldas.

E você, já fez algum destes passeios diferentes no Rio de Janeiro? Gostou? Faltou algum na nossa lista? Conte para nós a sua experiência!
Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
manucaldas Mensagens: 1404
Qui Jan 10, 2019 12:00 pm
Ótimas ideias! Sou sempre a favor de adicionar alguns passeios menos óbvios no roteiro. Eu, como carioca da gema, super frequento esses locais. Grumari é o único passeio que requer um pouco mais de planejamento, é preciso ter carro e tals. Mas de resto, todos são mega acessíveis e imperdíveis.
Avatar do usuário
GabrielDias Mensagens: 41600
Qui Jan 10, 2019 12:16 pm
Acabei de perceber que sou óbvio. Não conheço nada :D hahahaha
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
Avatar do usuário
baran Mensagens: 10194
Qui Jan 10, 2019 2:11 pm
6. Comer uma buchada de bode na Feira de São Cristóvão [emoji1787]

Buchada e nunca comi, mas já almocei um bode assado na Feira. Estava mais ou menos, muito salgado, já comi melhores.
JPSAL Mensagens: 764
Qui Jan 10, 2019 4:12 pm
Ultimamente quando vou ao Rio fico no mais óbvio possível. Não está fácil...



Booking.com

Voltar para “Rio de Janeiro”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Anúncio