10 coisas para NÃO fazer no Rio de Janeiro

Guias e troca de informações sobre destinos do estado do Rio de Janeiro.

Avatar do usuário
falandodeviagem Mensagens: 19371 Administrador
Ter Set 15, 2020 4:10 pm
Imagem

Você já sabe que o Rio de Janeiro é uma Cidade Maravilhosa cheia de encantos mil. Também sabe quais são as principais atrações e o que há de mais imperdível no destino. Entretanto, há um espaço nessa lista pré-viagem que só pode ser preenchido pela visão de locais: o que NÃO fazer. Como nós do Falando de Viagem estamos baseados aqui no Rio, onde muitos brasileiros e turistas do mundo todo passam as férias, temos dicas para evitar que você caia em furadas.

Leia também: 5 passeios não óbvios para fazer no Rio de Janeiro

1) Andar só de roupa de banho nas ruas

É verdade que cariocas têm um estilo mais despojado e a famosa ideia de ir de chinelo para (quase) qualquer lugar é sim bem aceita. Apesar de ser uma metrópole hiperfuncional, o clima praiano domina. Entretanto, existe um limite do que é ou não aceito e ele se explicita no andar só de roupa de banho pelas ruas. Isso NÃO se faz! Ninguém anda só de biquíni ou sunga para além da areia. Vista-se ao sair da praia.

2) Achar que Copacabana é o melhor bairro

Jamais vamos negar que Copacabana carrega um simbolismo gigantesco não só no Rio, mas no Brasil e até no mundo. Entretanto, não é verdade que o bairro manteve seu título de realeza máxima na cidade quando o assunto é passeio. Copacabana é hiperlotada tanto de locais como de gringos. Os estabelecimentos, como lojas e restaurantes, são mais simples, porém caros, no melhor estilo 'pega turista'. É claro que há exceções, mas fato é que ao explorar outros bairros, como Ipanema, Leblon, Botafogo, Centro e Santa Teresa, por exemplo, você vai chegar à conclusão que Copacabana provavelmente não é seu favorito - Ipanema costuma preencher esse cargo.

3) Ter medo de andar na rua

Este tópico é um grande porém. É claro que o Rio é violento. O Brasil é violento. A grande questão é: infelizmente, a violência está presente na rotina dos cariocas assim como acontece em qualquer outra metrópole brasileira. Naturalmente é recomendado que você fique atento aos seus pertences e preste uma atenção extra em áreas de risco, mas você não deve deixar de caminhar pelas ruas cariocas por causa disso. Nós defendemos que bater perna é a melhor forma de conhecer qualquer destino e no Rio não é diferente.

4) Limitar o roteiro à Zona Sul

É verdade que a Zona Sul carioca concentra grande parte das atrações da cidade, entretanto, encorajamos que você vá além, principalmente para a Zona Central. É no Centro que estão os museus, o Porto Maravilha, o Sambódromo, o charmoso bairro de Santa Teresa e muito mais. Para visitar o icônico Estádio do Maracanã, você também vai precisar sair da Zona Sul, por exemplo. Se o seu tempo na Cidade Maravilhosa for um pouco mais longo, vale a pena até conhecer a Barra da Tijuca.

Leia também: O que fazer com crianças no Rio de Janeiro | 5 atrações no Porto Maravilha

5) Esnobar a gastronomia

É fato que o título de melhores serviços do Brasil vai para São Paulo e a gastronomia é um fator decisivo para tal fama. O leque de opções e o nível do que é oferecido em terras paulistanas é realmente superior. Entretanto, isso não significa que a gastronomia carioca deixe a desejar. O Rio possui uma infinidade de excelentes restaurantes para deixar a sua visita mais saborosa. Apesar de ser uma cidade de praia, não resuma a culinária da viagem às iscas dos quiosques. A cena gastronômica da cidade é ampla, com restaurantes de todas as cozinhas que vão dos pés-sujos até os estrelados Michelin.

Leia também: Guia gastronômico do Rio de Janeiro | Os melhores restaurantes bairro a bairro

6) Usar só táxi/Uber

É verdade que as linhas do metrô do Rio são bastante limitadas para a demanda dos moradores da cidade, mas para quem está só visitante, o transporte público é muito útil. Para passear pela Zona Sul nem tanto, mas em alguns destinos, é preferível que você pegue o metrô: como ir para o Centro ou para o Maracanã. Para chegar ou sair do próprio Aeroporto Santos Dumont (SDU), o VLT + metrô também é um ótimo meio.

7) Ficar só nas praias

Um bom roteiro tem equilíbrio: cultura, lazer, natureza, gastronomia, compras... sempre um pouco de cada. As praias cariocas são realmente tentadoras, mas a cidade tem um amplo leque de passeios para oferecer que vão além da orla. Mesmo para quem quer fazer uma viagem focada em natureza, há mais a se explorar do que só as praias, como as diversas trilhas e cachoeiras espalhadas pela cidade, inclusive nas áreas mais centrais e acessíveis.

8) Viajar só em épocas festivas

O calendário do Rio é bastante festivo. O Ano Novo é um dos mais famosos do planeta, o Carnaval é um clássico, fora os grandes eventos que são sediados na cidade, como os Jogos Olímpicos e o Rock in Rio. A cidade vira altíssima temporada nestes momentos, e com isso, as atrações ficam lotadas, os preços sobem e a própria organização das ruas é alterada. Venha para o Rio em festa, claro! Mas aconselhamos que você também conheça a cidade em épocas menos atordoadas para ter uma experiência mais neutra.

9) Desanimar quando chove

Já dizia Adriana Calcanhotto: cariocas não gostam de dias nublados. Também é fato que grande parte dos principais passeios do Rio seja ao ar livre, mas há sim o que fazer em dias chuvosos, mesmo que este não seja o cenário ideal em viagem alguma. Alguns bons exemplos são: visitar os diversos museus localizados principalmente no Centro, fazer o tour no Maracanã, degustar restaurantes e bater perna em shoppings.

Leia também: O que fazer no Rio de Janeiro em dias de chuva?

10) Voar pelo Galeão em voos domésticos

Pousar no Aeroporto Santos Dumont é o melhor primeiro contato com o Rio de Janeiro que um viajante pode ter - o pouso é lindo. O aeroporto doméstico da cidade sempre teve uma localização imbatível, mas recentemente a estrutura se uniu à beleza para tornar a experiência completa. O SDU passou por uma reforma que revolucionou o aeroporto. Agora, o Santos Dumont está acoplado ao Bossa Nova Mall e ao hotel Prodigy Santos Dumont.

Usar o Galeão vale a pena se a passagem for mais barata e/ou se você for se hospedar na Barra da Tijuca ou Recreio. Apesar de ser mais longe, o custo do transporte não é tão mais alto, e vai compensar pela passagem aérea mais barata.

Leia também: Galeão (GIG) x Santos Dumont (SDU) | Entenda as diferenças entre os aeroportos do Rio de Janeiro

Planeje a sua próxima viagem

Para você não ter trabalho, nós fizemos selecionamos as melhores empresas, com os melhores preços e totalmente confiáveis, para você reservar on-line e com opção de parcelamento.

- Quer pegar a estrada? Alugue um carro clicando aqui.
- Prefere ir de avião? Compre sua passagem aérea clicando aqui.
- Hotel de luxo ou custo-benefício? Escolha a melhor hospedagem clicando aqui.
- Quer curtir sem preocupações? Garanta o seguro de viagem clicando aqui.
- Quer ficar 24 horas on-line? Compre seu chip de internet clicando aqui.
- Quer comprar moeda estrangeira? Receba em casa ou escritório clicando aqui.
- Ingressos para as principais atrações? Compre on-line e parcele clicando aqui.
- Precisa de uma mala nova? Compre on-line e parcele clicando aqui.

Leia também:
- Grupos do Falando de Viagem no WhatsApp
- Grupos do Falando de Viagem no Telegram

Boa viagem!

E você, conhece o Rio de Janeiro? Cometeu algum desses erros? Conte para nós a sua experiência!
Imagem
ImagemImagemImagemImagemImagem
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
Avatar do usuário
GabrielDias Mensagens: 41446
Ter Set 15, 2020 8:28 pm
O mais brega, sem dúvida, é andar de roupas de banho na rua. BREGA TOTAL!
Conheça os grupos pagos do Falando de Viagem no WhatsApp: https://fdv.im/grupospagos
manucaldas Mensagens: 1404
Qua Set 16, 2020 5:07 pm
Sempre importante ter essas dicas locais preciosas antes de viajar.
Avatar do usuário
JulianaMagalhaes Mensagens: 6012
Seg Set 21, 2020 2:54 pm
hahahaah fiquei rindo ao ler cada item! Realmente estão certíssimos e não poderia concordar mais.

Ah! e tem muita gente que acha que todas as praias do Rio são poluídas e não são. Então tem gente que por incrível que pareça deixa de ir apraia por falta de informação.



Booking.com

Voltar para “Rio de Janeiro”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Anúncio